Dourados – MS quinta, 21 de outubro de 2021
Dourados
31º max
18º min
Pets

Indefinida a reativação das lombadas

30 Jun 2011 - 22h08
Condutores têm dificuldade em visualizar lombada na curva da Coronel Ponciano - Crédito: Foto: Hedio Fazan/PROGRESSOCondutores têm dificuldade em visualizar lombada na curva da Coronel Ponciano - Crédito: Foto: Hedio Fazan/PROGRESSO
Flávio Verão


DOURADOS – Ainda esta indefinida a reativação das lombadas eletrônicas em Dourados. Acordo entre governo do estado, Prefeitura de Dourados e o Departamento Estadual de Trânsito (Detran), há duas semanas, havia decidido que voltariam a funcionar a partir de hoje. Isso não aconteceu. Na última semana os equipamentos passaram por inspeção e tiveram a luz de alerta desligada. Desde abril, quando foram desativadas, as lombadas só não registravam a velocidade dos veículos.

A indefinição dos aparelhos estaria relacionada a falta de entendimento sobre quem iria administrar o sistema. A intenção da prefeitura é a de municipalizar os aparelhos, de forma que a cidade receba parte das multas aplicadas aos condutores infratores. Esse impasse ainda não estaria resolvido, motivo pelo qual os aparelhos continuam desligados.


De acordo com o secretário de governo da Prefeitura de Dourados, José Jorge Filho, não dá pra se falar quando as lombadas voltarão a funcionar. “Uma coisa é certa. Hoje elas não serão ativadas”, garantiu o secretário.

Segundo ele, ainda falta definir alguns detalhes para fechar o contrato.
No antigo convênio, as lombadas eram administradas pela empresa paranaense Perkons S/A e o Detran. Os equipamentos instalados na cidade continuam a ser de propriedade da empresa. Em março deste ano a Perkons esteve envolvida em um escândalo de suposta “máfia de multas” no Rio Grande do Sul. O caso foi denunciado pelo programa “Fantástico, da Rede Globo.




Reavaliação

A ativação dos aparelhos em Dourados está sendo tratado como um processo criterioso, segundo o secretário José Jorge Filho. Ele não disse se todos voltarão a funcionar. Quando foram desligados, havia uma proposta de retirada de alguns aparelhos, a exemplo do que fica na Rua Coronel Ponciano, ao lado do cemitério municipal. O equipamento está em uma curva e dificulta a sua visualização por parte dos condutores.



O secretário informou que o Detran já fez um estudo sobre a viabilidade das lombadas. “A prefeitura está agora fazendo um análise desse trabalho”, ressaltou. Levantamento do Detran mostra que a instalação dos redutores eletrônicos tem cumprido a função de educar os motoristas a respeitarem os limites de velocidade estabelecidos para os pontos de trânsito onde estão instalados. O número de acidentes reduziu em 30% em relação ao que ocorria antes do emprego da fiscalização com esses equipamentos.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Bolsonaro sanciona lei que proíbe sacrifício de cães e gatos saudáveis
Brasil

Bolsonaro sanciona lei que proíbe sacrifício de cães e gatos saudáveis

há 56 minutos atrás
Bolsonaro sanciona lei que proíbe sacrifício de cães e gatos saudáveis
Câncer de mama em cachorro: uma doença comum e silenciosa
Outubro Rosa Pet

Câncer de mama em cachorro: uma doença comum e silenciosa

20/10/2021 15:45
Câncer de mama em cachorro: uma doença comum e silenciosa
Latam suspende transporte de pets no porão de aviões por 30 dias após morte de cão
Brasil

Latam suspende transporte de pets no porão de aviões por 30 dias após morte de cão

19/10/2021 13:30
Latam suspende transporte de pets no porão de aviões por 30 dias após morte de cão
Poder público deve zelar pelo bem-estar dos animais em situação de abandono e maus-tratos
Direito dos Animais

Poder público deve zelar pelo bem-estar dos animais em situação de abandono e maus-tratos

14/10/2021 10:30
Poder público deve zelar pelo bem-estar dos animais em situação de abandono e maus-tratos
Roubo de pets cresce principalmente entre as raças mais caras; saiba protegê-los
Animais

Roubo de pets cresce principalmente entre as raças mais caras; saiba protegê-los

07/10/2021 12:30
Roubo de pets cresce principalmente entre as raças mais caras; saiba protegê-los
Últimas Notícias