Dourados – MS segunda, 21 de setembro de 2020
Dourados
26º max
15º min
Wilson Valentim Biasotto

Me dá pena quando judiam de idosos

05 Mar 2016 - 06h00
Wilson Valentim Biasotto


Semana passada, eu disse que João Cabral de Melo Franco escreveu "Morte e Vida Severina", na verdade, não é Franco, mas Neto. Passei a semana chateado, penso que seja coisa da idade. Vamos envelhecendo e trocando algumas coisas. Os amigos devem ter tido pena e me poupado pelo pecado. Agora, pena mesmo devemos ter do ex-presidente FHC. Ora, o homem está caminhando para o final da vida e me aparece uma Mirian dizendo que o filho era seu. Verdade que dá saudades daquela marchinha carnavalesca de Lana Bittencourt, "tava jogando sinuca, uma nega maluca me apareceu / tava com o filho no colo e dizia pro povo que o filho era meu..."


FHC podia morrer sem essa vergonha, um homem tão educado, bem-apessoado, presidente por dois mandatos consecutivos. Bom, não tenho nada a ver com a vida privada no nosso "príncipe dos sociólogos", afinal o filho é de um biólogo e, como disse alguém, "preciso ver o moço, se tiver bico comprido e comer merenda de criança, lá em São Paulo, então é seu". Mas, repito, cada um leva a vida conforme o seu caráter, não discuto. Agora, se houve realmente um conluio com a Globo, para que a emissora mandasse a Mirian Dutra para a Europa em troca de um empréstimo do BNDES no valor de 300 milhões, aí o caldo engrossa, pois naquela época eu já pagava impostos. Bem, quanto a Brasif, que pagava 3 mil dólares por mês para Mirian, aí precisamos pesquisar melhor para ver se houve também algum conluio, se o dinheiro saía mesmo da firma, se Mirian prestava algum serviço, enfim, como dizia o Seu Explicadinho: "gosto das coisas muito bem explicadinhas, nos seus mínimos detalhes".


Santo Deus! E se for verdade que ele pagou dois abortos para a amante? Bom, aí, nem depois da morte terá sossego. Se bem que uma vez ele disse que era ateu, quando concorreu com Jânio em São Paulo. FHC talvez tenha perdido a eleição por isso e não por ter se sentando na cadeira de prefeito antes da eleição. Falar a verdade, Jânio foi um histrião, mas aquela tirada de desinfetar a cadeira foi demais. FHC cheirava a perfume francês e passou por aquela humilhação. Bem se tiver razão, como ateu, e não houver outra vida, então só vai feder debaixo de sete palmos. Só que tempos depois disse ser católico, aí então "tá lascado", vai queimar eternamente na geena de fogo. É bom lembrarmo-nos de que a Igreja Católica proíbe o aborto. Já pensou, ele, com toda a sua pompa, com seu nariz arrebitado sendo vaiado pelas outras almas penadas? Imagino as almas ardendo em seu redor e gritando: toma presidente, quem mandou? E o pior é que o senhor não vai sequer pedir desculpas à Dona Ruth, sua esposa, que sofreu calada a sua traição e está descansando lá no céu. Ela, sim, grande antropóloga.


Ainda bem que a média de idade do povo brasileiro aumentou bastante e o ex-presidente FHC ainda terá tempo para se vingar, pois isso só pode ter sido coisa do Lula e do PT. Imagine, aquele nordestino analfabeto, tomador de cachaça, com aquela barba descuidada, desbancado por outra Miriam (essa com M), perdendo a eleição de 1989, não para o Collor, mas para a Globo. Imagina, se o barbudinho, baixinho, nordestino, não haveria de aproveitar a oportunidade para trazer-lhe a Mirian (essa com N)? E justamente em uma época que Globo perde audiência e as redes sociais e os blogs sujos espalham tudo mundo afora? E fazem até chacota, dizendo que o filho é do sociólogo e não do biólogo. Faltou imaginação àquela época, poderia ter dito que o filho era de um jornalista, ou poeta, ou seja, lá o que for, mas biólogo, só para rimar com sociólogo?


Tenho pena quando judiam de idosos, portanto apelo para que FHC reaja, que não se deixe macular. Vá para a Globo, Estadão, Folha, desminta isso tudo, diga que se o filho não for do biólogo, é do Lula. Imagina, o Lula, fazer uma coisa dessas? Não bastava que tivesse 55 títulos de Doutor Honoris Causa, 40 a mais que os seus? Já não lhe bastavam os dois patinhos e barco de alumínio? E se aparecer um Dr. Moro em sua vida e começar a puxar o fio da meada devagarzinho e ir trazendo à tona os escândalos das privatizações, a lista de furnas, os metrôs paulistanos, a proteção à Globo e o apoio aos seus quadrilheiros? É, Don Fernando, se for mesmo católico, creia na remissão dos pecados.

Membro da Academia Douradense de Letras. e-mail: [email protected]

Deixe seu Comentário

Leia Também

MTur disponibiliza R$ 13,5 milhões para ações de retomada do turismo nos estados
Turismo

MTur disponibiliza R$ 13,5 milhões para ações de retomada do turismo nos estados

21/09/2020 10:36
MTur disponibiliza R$ 13,5 milhões para ações de retomada do turismo nos estados
O julgamento de Deus
Artigo

O julgamento de Deus

17/09/2020 08:51
O julgamento de Deus
Professor de Medicina explica sobre a qualidade do sono
Saúde

Professor de Medicina explica sobre a qualidade do sono

13/09/2020 10:11
Professor de Medicina explica sobre a qualidade do sono
“Muita gente desconta no animal, como se ele tivesse culpa”, diz criadora de abrigo
Cães abandonados

“Muita gente desconta no animal, como se ele tivesse culpa”, diz criadora de abrigo

13/09/2020 09:05
“Muita gente desconta no animal, como se ele tivesse culpa”, diz criadora de abrigo
Capital constrói identidade cultural pelas influências das fronteiras e imigrações
Campo Grande

Capital constrói identidade cultural pelas influências das fronteiras e imigrações

11/09/2020 17:16
Capital constrói identidade cultural pelas influências das fronteiras e imigrações
Últimas Notícias