Dourados – MS sábado, 26 de setembro de 2020
Dourados
38º max
21º min
Conjuntura

Mansos

11 Ago 2016 - 06h00
Apesar de toda essa cruzada contra a corrupção no país e ainda tem gente tentando levar vantagem com o dinheiro público que administra. Quase todos os dias um caso pipoca em alguma região do Brasil, mas agora sob o olhar mais atento dos órgãos fiscalizadores e da própria Justiça. Em Mato Grosso do Sul não é diferente. Vários vereadores eleitos para fiscalizar a aplicação dos recursos em seus municípios foram os primeiros a meter a mão na grana do povo.


O castigo veio rápido e boa parte deles foi arrancada do cargo. Mesmo assim, não serviu de exemplo.

##### Sem fim


Os quase R$ 70 milhões que ainda faltam para a conclusão do Aquário do Pantanal demonstram que a obra está longe de ter um final feliz. Mesmo assim,  terá que ser concluída para que o prejuízo não seja maior do que a má fama que conquistou depois que surgiu imponente nos altos da avenida Afonso Pena.


Para o ex-governador e atual deputado federal Zeca do PT, o aquário não passa de um ‘abacaxi deitado’. Coitada da fruta que nada tem a ver com o megalomaníaco projeto criado por cabeça pensante que não pensou nos prejuízos. 

##### Outra frente


Não são somente os agentes da Operação Lama Asfáltica que tentam reaver o dinheiro público desviado de obras em Mato Grosso do Sul. O próprio governo do Estado também quer a devolução de R$ 11,9 milhões das empresas que prestaram serviços e desapareceram com esses valores. Além dessa medida, o governo puniu as empresas Proteco e Provias Engenharia, responsáveis pelos desvios, com a suspensão de seus contratos.


A Proteco já vive situação difícil depois que seu proprietário vive mais preso do que solto.

##### Hipertensão


As "viúvas" do ex-presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), entre os quais Carlos Marun (PMDB-MS), fazem um lobby dos diabos na tentativa de impedir que a votação do processo de cassação dele aconteça antes do julgamento final da presidente Dilma.


Manobra que não agrada a base de apoio ao presidente em exercício Michel Temer (PMDB-SP), que quer votar a cassação somente depois da conclusão do processo de impeachment da petista.

##### Radar bichado


O MPE-MS (Ministério Público Estadual) recomendou a Agentran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito) que suspenda ou anule as multas aplicadas em Campo Grande nos últimos 112 meses.


Segundo publicação do MP no Diário Oficial de quarta-feira (10), há muitos cidadãos que reclamam da quantidade, forma e circunstâncias relacionadas à aplicação de multas de trânsito emitidas pela Agetran.

Deixe seu Comentário

Leia Também

"Jorjão" oferece atividades remotas para todos os públicos
Recreação

"Jorjão" oferece atividades remotas para todos os públicos

25/09/2020 07:23
"Jorjão" oferece atividades remotas para todos os públicos
Empresa de estúdio fotográfico é condenada por cobrança indevida
Condenação

Empresa de estúdio fotográfico é condenada por cobrança indevida

21/09/2020 16:57
Empresa de estúdio fotográfico é condenada por cobrança indevida
MTur disponibiliza R$ 13,5 milhões para ações de retomada do turismo nos estados
Turismo

MTur disponibiliza R$ 13,5 milhões para ações de retomada do turismo nos estados

21/09/2020 10:36
MTur disponibiliza R$ 13,5 milhões para ações de retomada do turismo nos estados
O julgamento de Deus
Artigo

O julgamento de Deus

17/09/2020 08:51
O julgamento de Deus
Professor de Medicina explica sobre a qualidade do sono
Saúde

Professor de Medicina explica sobre a qualidade do sono

13/09/2020 10:11
Professor de Medicina explica sobre a qualidade do sono
Últimas Notícias