Dourados – MS segunda, 17 de dezembro de 2018
Anuncie aqui
Anuncie aqui
Dia Mundial do Rock

Dourados tem rock sim! Conheça 8 bandas que movimentam a cena local

13 Jul 2018 - 12h40Por Ana Ostapenko
Banda Xupakabras - Crédito: Aurélio ViniciusBanda Xupakabras - Crédito: Aurélio Vinicius

Quem vê Dourados como a terra do sertanejo e grandes camionetes cruzando a cidade mal sabe da cena latente que pulsa nos estúdios de ensaio e em alguns palcos locais. São as nossas bandas de rock que mais novas ou antigas movimentam a música autoral ou covers precisos. Fazer um som pesado por estas bandas não tem sido fácil mas as bandas não desistem fácil e fazem o que podem para tocar e serem ouvidas.

E você até pode dizer que não conhece bandas de rock, pois estamos aqui pra ajudar!

Vamos conhecer 8 bandas da nossa cidade que tocam dentro e fora do Estado e fazem sucesso nas plataformas de streaming e Youtube.

Dagata e os Aluízios

Uma das bandas mais antigas da cidade em ação, lançaram este ano seu terceiro cd, o “Rua dos Ipês”, a banda estreou no Festival nacional de bandas de rock, ocorrido em Rio Verde (MS), momento em que se sagrou segunda colocada com a canção Ramão Ramirez. Em 2003, Dagata & Os Aluízios lança seu primeiro disco, emplacando diversas canções nas rádios do Mato Grosso do Sul, como Estrela Fria, Sem Pistas e Teré, esta última de autoria do poeta Emannuel Marinho. O grupo é formado por Fernando Dagata (voz/violão), Willian Grando (bateria), Alessandro Pacito 'Tulli' (guitarra), Cláudio Roos (baixo) e Paulo Caiano 'Portuga' (percussão).

Misbehavior

Formada em 1997, a banda Misbehaviour, traz na bagagem o velho rock, sob as influências do heavy metal de Black Sabbath, Iron Maiden, Angra, Sepultura, e desde sempre se despontam na composição de músicas autorais. A formação da banda neste período era composta pelos músicos Gilson Cortes Buzzio (Vocalista e Guitarrista), Rogério Holsback (Guitarrista), Luciano Menegucci (Baixista) e Rafael Lasmar Serrante (Baterista).

Cueio Limão

Fazendo um rock simples e descompromissado, surgiu em 2004 a banda douradense Cueio Limão, com uma forte pitada de humor e ironia, que viria a ser sua marca registrada. 

A estreia foi através do CD "Quem Matou o Bozo?" (Oba! Records, 2004), que vendeu mais de 4 mil cópias em pouquíssimo tempo, número mais que expressivo para uma banda do cenário independente brasileiro. Lançado dois anos depois, o álbum "Ainda Sou Um Rockstar" (Oba! Records), teve a prensagem inicial esgotada no primeiro mês, devido a grande expectativa de público e crítica para o sucessor de "Quem matou o Bozo?".

Em 2007, a banda foi indicada para a categoria Aposta MTV no VMB. Impulsionados pelo grande buzz que foi gerado em cima da banda, lançaram no ano seguinte o terceiro CD da carreira. "Paraguayo" (Urubuz Records, 2008), foi gravado no Estúdio Tambor, no Rio de Janeiro. Em 2010, lançou vitualmente um EP com releituras de sucessos do rei Roberto Carlos em versões hardcore. 
Atualmente, é formada por Camilo Bóia (vocal), Mano Torquato e André Fileta (guitarra), Moderno (baixo) e Bigorna (bateria).

Tonelada

Banda que surgiu em 2003 na cena douradense e tem muitos fãs tanto dentro como fora de MS, com um vocal enérgico e letras de protesto, a Tonelada arrasta um grande público por onde toca. Os integrandes definem a banda como uma “irmandade integrada por amigos de longa data, onde em um consenso, optamos por levar uma proposta sonora “curta e grossa”, abordando nas letras temas polêmicos do cotidiano do povo brasileiro. Em um todo, a Tonelada tem influência no metal pesado, de bandas como Sepultura, Pantera e Slayer. A Tonelada é formada por Jaum Queiroz (vocal), Renan Gobi (Baixo), Luan Mendes (Guitarra) e Paulinho Torrontegui (bateria)

Opuesto

Formada por Tiago Marques (vocal), Rafael Rotta (guitarra), Leonardo Arosi (baixo) e Rafael Silva  (baterista), a Opuesto atuava como Hieron desde 2005. O som da banda vem de uma mistura do peso do Metal e da agressividade do Hard Core, com a dinâmica do Rap, mostrando influências musicais de bandas como System of a Down, Rage Agains the Machine, Limp Bizkit, Papa Roach, P.O.D. e Hatebreed. 

Xupakabras

O Xupakabras iniciou suas atividades durante o ano de 2007 como um projeto musical despretensioso formado por três jovens caipiras do interior do Mato Grosso do Sul. Em 2011, após um longo hiato, dois de seus integrantes originais (Felipe e Arthur) decidiram retomar o trabalho abandonado anos atrás, reformulando a banda, mas mantendo a proposta original de compor músicas curtas e rápidas, com influências de Ramones, Mukeka di Rato, Dead Fish, NOFX e Ratos de Porão.

Entre Junho e Dezembro de 2013, entraram em estúdio pra gravar o seu primeiro álbum, intitulado “Copa Y Pelea. A boa repercussão do álbum permitiu que a banda passasse também a se apresentar em outros estados, como Santa Catarina, Rio de Janeiro, Distrito Federal e São Paulo (duas vezes), e no Paraguai (Assunção e Pedro Juan Caballero). Atualmente, o Xupakabras está produzindo seu segundo disco, que deverá ser lançado no início de 2019.  Formada por Felipe Duarte - Vocal.
Arthur Banzatto - Baixo e Voz, Victor Dejard - Guitarra e Voz, Bruno Martins – Guitarra e Felipe Araujo – Bateria a banda tem como suas influências Ramones, Merda, Mukeka di Rato, Rogério Skylab, Circle Jerks, Nirvana, Raimundos e Dead Fish

Hajj

Formada em 2011, a banda tem em sua atual formação Leonardo Arosi (guitarra solo), Avner Soto (bateria), Jean Jee (guitarra base), Renan Gobi (baixo) e Danilo Amaral (vocal). O som do grupo prioriza clássicos do hard rock 80's, como AC/DC, Whitesnake, Skid Row, Bon Jovi e Kiss, mas também ecos das décadas de 1990 e 2000, como Guns N' Roses e The Darkness. A banda é tida como um dos melhores covers do estado.

Overdaines

Fundada em junho de 2016, a banda Overdaines mescla os mais diversos ritmos e prefere se manter sem rótulos, conferindo maior liberdade ao som que flutua desde a suavidade do Jazz e do Samba, passando pelas distorções agressivas do Rock, até a filosofia do RAP. A banda fez diversas apresentações em Dourados, sempre muito bem recebidas pelo público Underground. A banda é formada por Miliano (vocal) Igor Além (Guitarra e volcal) Rodrigo Dunha (baixo) Renan Beni (bateria)

Então, depois de todas essas bandas, e mais as que estão pela cidade, você acha que Dourados não tem bandas de rock?

Quer curtir mais essas bandas?

Ouça a playlist que preparamos especialmente pra você no Spotify, acesse: http://bit.ly/bandasdourados

Deixe seu Comentário

Leia Também

Filipina Catriona Gray é eleita Miss Universo 2018
Miss Universo

Filipina Catriona Gray é eleita Miss Universo 2018

17/12/2018 08:30
Filipina Catriona Gray é eleita Miss Universo 2018
Horóscopo do Dia
VARIEDADES

Horóscopo do Dia

17/12/2018 06:30
Horóscopo do Dia
Família real britânica divulga fotos oficiais do Natal
Natal

Família real britânica divulga fotos oficiais do Natal

14/12/2018 14:45
Família real britânica divulga fotos oficiais do Natal
Aced leva Cantata de Natal para a praça nesta sexta-feira
Dourados Brilha

Aced leva Cantata de Natal para a praça nesta sexta-feira

14/12/2018 13:00
Aced leva Cantata de Natal para a praça nesta sexta-feira
Domingo acontece O Balaio-Feira Criativa, no Parque dos Ipês
Feira

Domingo acontece O Balaio-Feira Criativa, no Parque dos Ipês

14/12/2018 10:30
Domingo acontece O Balaio-Feira Criativa, no Parque dos Ipês
Últimas Notícias