Dourados – MS domingo, 25 de outubro de 2020
Dourados
32º max
21º min
Influx
Variedades

Competência é o que falta

04 Jul 2011 - 02h39
Waldir Guerra *


Dois males atacam hoje a administração pública brasileira. A mais comentada é a corrupção com escândalos revelados na imprensa todo santo dia. E é de cima abaixo; tanto na esfera federal como nas administrações estaduais e municipais.

A impressão que se tem hoje é de que uma boa parte dos políticos se candidata somente para tirar proveito da coisa pública. E olha que não é apenas pelo que aconteceu aqui na cidade de Dourados, onde a cidade teve prefeito, vice e a maioria dos vereadores presos por corrupção. A mesma coisa vem acontecendo em muitos lugares deste País.

Assim como você todos os brasileiros decentes estão revoltados com a corrupção na administração pública que vem grassando no País.

Apesar da revolta que a corrupção causa em todos nós, há outro mal maior sendo causado ao País e que o povo parece não se importar muito: a falta de competência para gerir a Coisa Pública.

Um deles motivou este artigo semanal: o anúncio de um empréstimo de 4 bilhões de reais pelo BNDES, Banco Nacional do Desenvolvimento, para um dos grandes supermercados brasileiro, o Pão de Açúcar. Pior. O empréstimo seria na forma de compra de ações no supermercado do empresário Abílio Diniz através do BNDESPar.

O BNDES é um banco estatal. Pertence ao governo brasileiro. Não é como o Banco do Brasil onde o governo federal apenas tem o comando, mas não é o único proprietário. O BNDES pertence ao povo brasileiro tão somente; e sua função é promover o desenvolvimento do Brasil. Todos os recursos dele são da União.

Com falta de estradas, principalmente estradas de ferro, para transportar a produção brasileira aos portos; com falta de esgotos na maioria dos municípios brasileiros – onde o País economizaria muitas vezes o dinheiro investido somente na melhora da saúde do povo.

Com tantas necessidades para melhorar nossa infra-estrutura, o BNDES aplicou mais de 15 bilhões nesses últimos anos emprestando para empreiteiras com obras no exterior, ou ainda, financiando a compra de frigoríficos lá fora. E agora, numa provocação ao bom senso dos financistas, se propõe ajudar também supermercadistas.

Se não é desvio de finalidade, como justificam os administradores do BNDES, no mínimo transparece, então, a falta de competência para gerir essa Coisa Pública.

Nesses últimos dias temos visto pela TV o desespero do povo grego reclamando contra seus governantes e promovendo quebra-quebras pelas ruas. A falta de competência na administração pública levou a Grécia ao caos financeiro.

Mas logo a Grécia, o país que conheceu a democracia em seus governos 400 anos antes de Cristo? Pois é. E não somente a Grécia, mas outros países europeus também estão em maus lençóis. Portugal, Espanha e Itália precisam de ajustes em suas gastanças, caso contrário, terão que enfrentar dias negros em seus governos.

O Brasil está num ótimo período econômico e financeiro. Graças, claro, como todos nós sabemos, a valorização das nossas commodities: soja, carnes e minérios. A arrecadação de impostos vem subindo mês a mês. O governo da presidente Dilma tem recebido recomendações de todos os bons economistas para que reduza os gastos, hoje exagerados, com custeio – inclusive a gastança com estádios de futebol – e se dedique mais em melhorar a infra-estrutura e a educação.

Mas atitudes como essas do BNDES sinalizam que o País está trilhando o caminho grego. A corrupção nos prejudica, sim, mas como lá na Europa, o que nos prejudica mais mesmo é a falta de competência nas administrações públicas.

######*Membro da Academia Douradense de Letras; foi vereador, secretário do Estado e deputado federal.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Turismo no Mato Grosso do Sul conquista selo Safe Travels, da WTTC
Selo internacional

Turismo no Mato Grosso do Sul conquista selo Safe Travels, da WTTC

04/10/2020 11:13
Turismo no Mato Grosso do Sul conquista selo Safe Travels, da WTTC
"Jorjão" oferece atividades remotas para todos os públicos
Recreação

"Jorjão" oferece atividades remotas para todos os públicos

25/09/2020 07:23
"Jorjão" oferece atividades remotas para todos os públicos
Empresa de estúdio fotográfico é condenada por cobrança indevida
Condenação

Empresa de estúdio fotográfico é condenada por cobrança indevida

21/09/2020 16:57
Empresa de estúdio fotográfico é condenada por cobrança indevida
MTur disponibiliza R$ 13,5 milhões para ações de retomada do turismo nos estados
Turismo

MTur disponibiliza R$ 13,5 milhões para ações de retomada do turismo nos estados

21/09/2020 10:36
MTur disponibiliza R$ 13,5 milhões para ações de retomada do turismo nos estados
O julgamento de Deus
Artigo

O julgamento de Deus

17/09/2020 08:51
O julgamento de Deus
Últimas Notícias