Dourados – MS sábado, 26 de setembro de 2020
Dourados
38º max
21º min
Variedades

Boca aberta

26 Jan 2016 - 11h33
Não passam de boatos, segundo o ex-governador André Puccinelli (PMDB), as informações, veiculadas nos últimos dias pela imprensa da Capital, de que ele teria feito acordo com o ex-prefeito Nelsinho Trad (PTB) para apoiar uma eventual nova candidatura do petebista à prefeitura.


Puccinelli admite que encontrou-se na sexta-feira (22) com Trad, mas nega que o encontro serviu para que ele “batesse o martelo” sobre um suposto apoio a Trad na corrida à sucessão do prefeito Alcides Bernal (PP).

##### Próprias pernas


Principal apoiador de Trad nas duas vezes em que o agora petebista disputou e venceu a prefeitura da Capital, Puccinelli assinala que, embora por duas ocasiões o ex-prefeito já o tenha procurado para pedir apoio à sua candidatura, o PMDB terá candidato próprio à sucessão de Bernal.


O ex-governador também nega que tenha acenado com a possibilidade de vir a fazer gestões junto ao comando do PMDB de Campo Grande em favor da candidatura de Trad.

##### Fileiras


Com a chegada de Beto Pereira ao ‘ninho tucano, o partido passa a ser a segunda maior bancada da Assembleia Legislativa, perdendo apenas para o PMDB. Mas tudo indica, no entanto, que novos nomes possam seguir o exemplo do ex-pedetista e, assim, fechar amplo apoio ao governo de Reinaldo Azambuja. Com isso, o PSDB começa a se fortalecer visando às eleições de outubro para aumentar sua representatividade nos 79 municípios do Estado.


Eleger prefeitos e vereadores significa respaldo em 2018, quando Reinaldo vai participar da última reeleição permitida no país. 

##### Sem apoio


O prefeito Alcides Bernal (PP) pode ser candidato à reeleição porque tal instrumento ainda é permitido pela legislação eleitoral. Porém, sem o apoio do aliado de primeira hora, PDT, de seu secretário de Governo, ex-vereador Paulo Pedra, que atualmente dirige a sigla brizolista no município.


Entretanto, o presidente do partido e deputado federal Dagoberto Nogueira discorda desse seu posicionamento e quer o partido navegando em outra direção. Sem mandato, Pedra não deverá oferecer resistência e vai acatar as ordens do correligionário da esfera estadual.


##### De fora


O processo sucessório da Capital pode afunilar e ter PSDB e integrantes da família Trad como principais oponentes nas eleições de outubro. Tudo porque, PT e PMDB começam a demonstrar sentir os efeitos do desgaste e de escândalos que ainda continuam ocorrendo no plano estadual e federal.


Desidratados, as duas principais siglas do Estado podem assistir da arquibancada, pela primeira vez, a disputa pelo Paço Municipal. Ambos devem passar por um processo de reestruturação se quiserem continuar vivos.

Deixe seu Comentário

Leia Também

"Jorjão" oferece atividades remotas para todos os públicos
Recreação

"Jorjão" oferece atividades remotas para todos os públicos

25/09/2020 07:23
"Jorjão" oferece atividades remotas para todos os públicos
Empresa de estúdio fotográfico é condenada por cobrança indevida
Condenação

Empresa de estúdio fotográfico é condenada por cobrança indevida

21/09/2020 16:57
Empresa de estúdio fotográfico é condenada por cobrança indevida
MTur disponibiliza R$ 13,5 milhões para ações de retomada do turismo nos estados
Turismo

MTur disponibiliza R$ 13,5 milhões para ações de retomada do turismo nos estados

21/09/2020 10:36
MTur disponibiliza R$ 13,5 milhões para ações de retomada do turismo nos estados
O julgamento de Deus
Artigo

O julgamento de Deus

17/09/2020 08:51
O julgamento de Deus
Professor de Medicina explica sobre a qualidade do sono
Saúde

Professor de Medicina explica sobre a qualidade do sono

13/09/2020 10:11
Professor de Medicina explica sobre a qualidade do sono
Últimas Notícias