Dourados – MS domingo, 13 de junho de 2021
Dourados
24º max
10º min
UFGD

Rumos Itaú Cultural

11 Mai 2016 - 06h00
“Dancidades”, da Ginga Cia de Dança é uma iniciativa para formação de bailarinos e professores. - Crédito: Foto: Divulgação“Dancidades”, da Ginga Cia de Dança é uma iniciativa para formação de bailarinos e professores. - Crédito: Foto: Divulgação
O programa Rumos do Itaú Cultural selecionou dois projetos do Mato Grosso do Sul: "Solo de Quintal", desenvolvido por Júnia Pereira, professora do curso de Artes Cênicas da Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD) e a intervenção "Dancidades" do grupo Ginga Cia. de Dança de Campo Grande. As propostas dos escolhidos vão receber apoio logístico e financeiro para serem desenvolvidos.O edital contemplou 117 ações culturais, sendo que o Mato Grosso do Sul inscreveu 84 projetos.


O "Dancidades", é uma iniciativa para formação de bailarinos e professores por meio da prática teórica metodologia de ensino, dramaturgia e gestão e sustentabilidade. Além das abordagens teóricas, serão concebidos seminário para discutir modos de gestão em dança, oficinas de práticas corporais, aulas de técnicas em dança contemporânea e modos de criação e composição e apresentações de espetáculos que tratem dos temas dos módulos, entre outros.


Em "Solo de Quintal", Júnia Pereira cede o quintal de sua casa para criar formas alternativas de circulação e intervenção em Dourados para espetáculos solos de teatro, dança, circo ou performance, com baixo custo e para pequenos públicos.

Aporte


O Rumos Itaú Cultural está em sua 18ª edição. Neste período já foram mais de mil projetos contemplados e mais de 5 milhões de pessoas puderam assistir os espetáculos.


Neste ano, o programa buscou mais maturidade em relação às questões que trouxe à tona na edição passada, de 2013-2014, quando empreendeu profundas transformações, dando nova cara ao cenário dos programas de apoio à arte e à cultura no Brasil.


Para facilitar o processo, desta vez foram pensados três eixos para os projetos: Criação e Desenvolvimento (concepção e/ou desenvolvimento de projetos artístico-culturais), Documentação (organização e preservação de acervos relacionados à arte e à cultura brasileiras) e Pesquisa (desenvolvimento de pesquisas em arte e cultura brasileiras).

Deixe seu Comentário

Leia Também

Cresce abuso de crianças do sexo masculino em MS
Bebês e Crianças

Cresce abuso de crianças do sexo masculino em MS

17/05/2021 15:39
Cresce abuso de crianças do sexo masculino em MS
Últimas Notícias