Dourados – MS domingo, 28 de fevereiro de 2021
Dourados
36º max
22º min
Influx
Filmes

MAD teve premiações e show com Karina Buhr

25 Mai 2016 - 06h00
Em cada categoria, os três primeiros colocados receberam uma estatueta e a premiação oferecida pela organização da Mostra. - Crédito: Foto: DivulgaçãoEm cada categoria, os três primeiros colocados receberam uma estatueta e a premiação oferecida pela organização da Mostra. - Crédito: Foto: Divulgação
A 4ª edição da Mostra Audiovisual de Dourados (MAD) se encerrou no último domingo, com uma solenidade de premiação realizada no Teatro Municipal de Dourados. Em cada categoria, os três primeiros colocados receberam uma estatueta e a premiação oferecida pela organização da Mostra.


O principal destaque da noite ficou com o filme "A Ampulheta – Memórias de Areia e Vento", de Thiago José de Carvalho Furtado, que levou o Grande Prêmio MAD. O filme vencedor é um documentário que mostra, por meio da história oral, como o avanço das dunas no litoral do Piauí exerce impacto na memória coletiva dos moradores de Porto dos Tatús, ameaçado de soterramento pelas areias.


Para encerrar oficialmente o evento, Karina Buhr fez uma apresentação com sua banda, divulgando o álbum "Selvática", lançado no ano passado. A cantora nascida em Salvador, criada em Recife e radicada em São Paulo empolgou a plateia com sua interpretação intensa para músicas que alternaram do reggae ao punk rock.
Na escolha pelo voto popular, o vencedor foi o videoclipe "A Vida", de Fabrício Stefanie Borges. Os vencedores que receberam o Prêmio Curta do Mato, voltado apenas para produções locais do Mato Grosso do Sul são:
Ficção: "Nada Sobre Você", de Gabriel Pereira Carvalho (1º); "Conexões Perdidas", de Thales Albano de Sousa Pimenta (2º); e "Promidal", de José Roberto de Jonas Bastos Junior (3º).


Documentário: "O Corpo que Habito", de Jurandy Ferreira dos Santos (1º); "Spawn GameStation: Ousadia e Originalidade", de Temily Elias Comar (2º); e "A História de T. Lídia Baís", Helton Pérez Marques (3º).
Experimental/Arte: "SER", de Luciana Battistotti Duailibe Furtado (1º); "Vidículo 2 THI", de Mariana Sena Madureira Figueiró (2º); "Estudos de Superfície", de Helton Pérez "Marques" (3º).


Trash: "Etá", de Alan de Souza Caferro (1º); "Xanya, a Draguerreira" (2º), de Guilherme Silva de Moraes; e "Como Dar uma Notícia de Morte: Um Jogo de Improvisação" baseado no conto "O Diplomático" de Anton Techkhov, de Elisabete Castelon Konkiewitz (3º).


Videoclipe: "A Vida!", de Fabrício Stefanie Borges (1º); "Céu de Piraputanga", de Gabriella Alves dos Santos (2º); "Dá Um Minuto – Jerry e Pétalas", de Helton Pérez Marques (3º).

Deixe seu Comentário

Leia Também

Sem famílias acolhedoras, crianças violentadas são retiradas das aldeias
Projeto

Sem famílias acolhedoras, crianças violentadas são retiradas das aldeias

30/11/2020 15:51
Sem famílias acolhedoras, crianças violentadas são retiradas das aldeias
Lei manda informar sobre entrega de filho para adoção
Adoção

Lei manda informar sobre entrega de filho para adoção

26/11/2020 12:36
Lei manda informar sobre entrega de filho para adoção
Novembro Roxo aborda a prematuridade e seus desafios
Saúde

Novembro Roxo aborda a prematuridade e seus desafios

16/11/2020 15:21
Novembro Roxo aborda a prematuridade e seus desafios
Dourados tem 45 cartinhas de crianças e adolescentes na Campanha de Natal do Pacijus
Boa Ação

Dourados tem 45 cartinhas de crianças e adolescentes na Campanha de Natal do Pacijus

13/11/2020 15:13
Dourados tem 45 cartinhas de crianças e adolescentes na Campanha de Natal do Pacijus
Últimas Notícias