Dourados – MS quinta, 06 de agosto de 2020
Dourados
31º max
14º min
Segurança e Saúde JBS
Bebês e Crianças

Jorapimo é atração em telas pantaneiras na Morada dos Baís

25 Jan 2016 - 09h41
Quatro da obras do renomado artista plástico Jorapimo retratando o Pantanal, em exposição permanente na Morada dos Baís em Campo Grande. - Crédito: Foto: Elvio LopesQuatro da obras do renomado artista plástico Jorapimo retratando o Pantanal, em exposição permanente na Morada dos Baís em Campo Grande. - Crédito: Foto: Elvio Lopes
A Morada dos Baís, primeiro edifício sobrado erguido em Campo Grande, no início do século passado, desde que foi tombada pelo patrimônio histórico em 1986, vem se constituindo em um importante espaço cultural na Capital não somente pela sua arquitetura, mas, também, pela importante história política e artística que seus moradores deixaram para o legado cultural sul-mato-grossense. E, desde o ano passado, quando sua administração passou para a responsabilidade do Serviço Social do Comércio (Sesc), o espaço foi transformado para apresentações culturais – música, teatro, contação de histórias e, em continuidade das obras criada por uma de suas moradoras, a lendária Lídia Baís, para exposições de artes plásticas, agora, com complemento de outros artistas, como José Ramão Pinto de Moraes, o Jorapimo e Conceição Freitas da Silva, a Conceição dos Bugres.No espaço destinado às exposições permanentes, a Morada dos Baís apresenta 21 telas, a maioria de acrília sobre tela, do renomado artista plástico pantaneiro, que nasceu em Corumbá em 24 de novembro de 1927 e que começou a tomar gosto pela pintura aos 14 anos de idade, inspirado nas embalagens de medicamentos que traziam obras de grandes artistas, como Cândido Portinari e Van Gogh e que o levaram a se interessar pela continuação de sua atividade.


Em Campinas (SP), para onde se mudou aos 20 anos de idade, Jorapimo aperfeiçoou seu trabalho e, com as lembranças da infância e adolescência, passou a retratar o Pantanal, uma demonstração de amor pela sua terra e cujas obras despertaram o interesse de quem as conhecia.Nessa cidade paulista, Jorapimo trabalhou como jornalista, foi editor do Diário do Povo e participou do 1º Salão de Arte Contemporânea de Campinas, onde conviveu com pintores do movimento vanguardista, como Thomaz Perina, Francisco Biojone, Geraldo Jürgensen, Mário Bueno e Thomaz Perina, entre outros.


Incentivado pelo reconhecimento de seu trabalho, Jorapimo realizou em Corumbá sua primeira exposição profissional, em 1964, conquistando público, crítica e apreciadores de arte. Ele mesmo afirmou, em várias oportunidades, que, ao perceber que seu trabalho era conhecido pelo público mesmo sem sua assinatura, percebeu também que tinha valor, quando resolveu montar sua primeira mostra.


Jorapimo retrata, em suas obras, a rotina do homem pantaneiro e as belezas naturais do Mato Grosso do Sul. Sua arte, ligada ao impressionismo, é marcada por traços singulares e fortes, com destaque para os cenários da região, a natureza e o homem do Pantanal.De volta a seu estado, o então Mato Grosso, Jorapimo participa da fundação da Associação Mato-Grossense de Artes (AMA) e responsável pela introdução do expressionismo e da pintura moderna na região, inspirado pelos mestres Gauguin, Cézanne, Van Gogh, Lasar Segall, Anita Malfatti e Cândido Portinari.Com a carreira consolidada, Jorapimo participou de mostras coletivas e individuais, em Corumbá, Campo Grande, Cuiabá, Campinas, Rio de Janeiro, São Paulo, Rio Claro (SP) e Vitória (ES) e também apresentou seus trabalhos no Japão, na Alemanha, Estados Unidos, Paraguai, Bolívia e Uruguai.


Falecido em 22 de novembro de 2009, dois dias antes de completar 72 anos de idade e, além do Sesc, possui obras no acervo do Museu de Arte Contemporânea de Campo Grande (Marco), tem obras catalogadas no Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) e pela Enciclopédia Itaú Cultural de Artes Visuais e foi um dos artistas sul-mato-grossenses homenageado postumamente no livro Vozes das Artes Plásticas, publicado pela Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul em 2013.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Justiça se adapta para manter processos de adoção durante pandemia
Adoção na Pandemia

Justiça se adapta para manter processos de adoção durante pandemia

03/08/2020 16:25
Justiça se adapta para manter processos de adoção durante pandemia
Criança de Dourados representa o estado no Miss Brasil em Curitiba
Concurso

Criança de Dourados representa o estado no Miss Brasil em Curitiba

25/07/2020 11:03
Criança de Dourados representa o estado no Miss Brasil em Curitiba
Mãe que esperava trigêmeas descobre quarta filha 'surpresa' na hora do parto em maternidade de Manaus
Brasil

Mãe que esperava trigêmeas descobre quarta filha 'surpresa' na hora do parto em maternidade de Manaus

24/07/2020 09:34
Mãe que esperava trigêmeas descobre quarta filha 'surpresa' na hora do parto em maternidade de Manaus
Modernas, mães tornam-se influenciadoras digitais de sucesso em Dourados
ESPECIAL DIA DAS MÃES

Modernas, mães tornam-se influenciadoras digitais de sucesso em Dourados

10/05/2020 09:17
Modernas, mães tornam-se influenciadoras digitais de sucesso em Dourados
Isolamento impõe desafios a pais separados com guarda compartilhada
Covid-19

Isolamento impõe desafios a pais separados com guarda compartilhada

19/04/2020 10:23
Isolamento impõe desafios a pais separados com guarda compartilhada
Últimas Notícias