Dourados – MS quinta, 13 de maio de 2021
Dourados
26º max
14º min
Tecnologia

YouTube gastará US$ 100 mi para criar programas inéditos

07 Abr 2011 - 13h40
Wall Street Journal publicou matéria sobre o
YouTube nesta quinta - Crédito: Foto: ReproduçãoWall Street Journal publicou matéria sobre o YouTube nesta quinta - Crédito: Foto: Reprodução
O Google planeja criar 20 canais especiais no YouTube e gastará US$ 100 milhões para produzir uma programação inédita para a internet, publicou nesta quinta-feira (7) o jornal norte-americano “Wall Street Journal”.

“O site está planejando uma série de mudanças na sua página inicial. Cerca de 20 canais contarão com várias horas de programação original produzida profissionalmente”, publicou o jornal.

Conforme o periódico, o Google quer criar os seus próprios programas, que serão transmitidos por streaming e concorrerão com grandes emissoras de TV. Porém, a programação será de baixo custo e desenhada especialmente para a internet. O auxílio aos vídeos será feito por meio da publicidade.

Ainda não está claro quando o Google começará a gastar o dinheiro na criação dos novos programas. No entanto, segundo as fontes, o Google já teria visitado grandes agências de talento em Hollywood em busca de ideias e parcerias. “Provavelmente, a empresa fará acordos com companhias e diretores para produzir o conteúdo”, afirmou o “Wall Street Journal”. (G1)

Deixe seu Comentário

Leia Também

Tecnologia

Ufes obtém patente de processo que transforma casca de coco em etanol

08/05/2021 18:00
Tecnologia

Facebook é acusado de permitir anúncios sobre drogas e bebidas para menores

05/05/2021 14:00
Tecnologia

Cientistas estudam proteína que protege contra câncer, diabetes e fígado gorduroso

04/05/2021 19:00
Tecnologia

Butanvac não estará disponível antes de seis meses, afirma fundador da Anvisa

04/05/2021 14:30
Lixo espacial pode estar deixando o céu mais brilhante, afirmam astrônomos
Ciência

Lixo espacial pode estar deixando o céu mais brilhante, afirmam astrônomos

29/04/2021 10:30
Lixo espacial pode estar deixando o céu mais brilhante, afirmam astrônomos
Últimas Notícias