Dourados – MS segunda, 19 de agosto de 2019
Saúde

Hospital Regional de Dourados realizou 1,2 mil consultas e 202 cirurgias

06 Ago 2019 - 10h33Por Redação
A unidade hospitalar é gerenciada pelo Instituto Acqua, em contrato com o governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (SES) - Crédito: DivulgaçãoA unidade hospitalar é gerenciada pelo Instituto Acqua, em contrato com o governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (SES) - Crédito: Divulgação

O Hospital Regional de Cirurgias da Grande Dourados (HRCGD) vem otimizando a oferta de exames de colonoscopia, endoscopia e consultas pré-operatórias. Entre os meses de junho e julho, a equipe realizou aproximadamente 1.200 consultas e 202 cirurgias, sendo 80 cirurgias oftalmológicas de catarata e pterígio, 191 endoscopias e 130 colonoscopias. A unidade hospitalar é gerenciada pelo Instituto Acqua, em contrato com o governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (SES) de Mato Grosso do Sul.

A diretora-geral da unidade, Patrícia de Oliveira, ressaltou as melhorias que a unidade vem obtendo, desde que houve a mudança de gestão. “Neste primeiro mês já conseguimos organizar o fluxo dos procedimentos cirúrgicos e serviços de diagnósticos aos municípios dos quais o hospital é referência, bem como o atendimento oftalmológico, cirurgias de catarata e pterígio, pois temos alta demanda desse serviço. O fluxo de colonoscopia também foi otimizado e hoje estamos com demandas de Campo Grande agendadas, pois as de Dourados e região já foram atendidas. Nossa prioridade é executar a gestão com qualidade e transparência”, afirmou.

O HRCGD oferta consultas pré-operatórias das especialidades de cirurgia geral, ortopedia, vascular, ginecológica, urológica otorrinolaringologia, oftalmologia e cardiologia pré-cirúrgica. As consultas, exames e cirurgias eletivas são agendadas por meio do sistema de regulação de vagas: o paciente que tiver a indicação médica é direcionado ao hospital.

Vera Lúcia Jaques, 37 anos, passou por uma cirurgia para a retirada da vesícula e elogiou o atendimento. “O acolhimento da equipe é surpreendente. Mesmo após a alta hospitalar, eles me ligavam para saber se eu estava com alguma dor após a cirurgia”, comentou. Para Mauro Claro Alves, 54 anos, o hospital tem ótima estrutura. “Meu período de internação foi excelente desde a primeira consulta até a alta. Realizei todos os exames pré-cirúrgicos aqui mesmo”, disse.

O hospital foi criado com objetivo de realizar demandas de baixa e média complexidade, para reduzir a fila de espera por esses procedimentos. A unidade realiza ainda exames de ultrassonografia, radiografia, eletrocardiograma, endoscopia e colonoscopia.

 

Fonte: MS.gov

Deixe seu Comentário

Leia Também

Remédio para cólica menstrual tem efeito para tratar esquistossomose
Saúde

Remédio para cólica menstrual tem efeito para tratar esquistossomose

17/08/2019 15:18
Remédio para cólica menstrual tem efeito para tratar esquistossomose
Dourados recebe pacote de obras de R$ 28,8 milhões na área de saneamento
Política

Dourados recebe pacote de obras de R$ 28,8 milhões na área de saneamento

17/08/2019 15:01
Dourados recebe pacote de obras de R$ 28,8 milhões na área de saneamento
UEMS abre inscrições para curso gratuito de Mindfulness em Dourados
Oportunidade

UEMS abre inscrições para curso gratuito de Mindfulness em Dourados

16/08/2019 19:31
UEMS abre inscrições para curso gratuito de Mindfulness em Dourados
Dourados pode perder R$ 16 mi do Hospital da Mulher e Criança
Saúde

Dourados pode perder R$ 16 mi do Hospital da Mulher e Criança

15/08/2019 18:22
Dourados pode perder R$ 16 mi do Hospital da Mulher e Criança
Fibromialgia: a doença "invisível"?
Saúde

Fibromialgia: a doença "invisível"?

14/08/2019 09:34
Fibromialgia: a doença "invisível"?
Últimas Notícias