Dourados – MS quarta, 24 de fevereiro de 2021
Dourados
35º max
24º min
Influx
BRASIL

Temer quer votação antecipada; Dilma apresentará carta à nação

05 Ago 2016 - 09h48Por Do Progresso
Foto: Reprodução - Foto: Reprodução -
Na reta final do impeachment no Senado, o presidente em exercício Michel Temer e a presidente afastada Dilma Rousseff adotam estratégias para saírem vencedores do processo. Ao longo da última semana, o G1 ouviu os principais responsáveis pelas estratégias políticas da petista e do peemedebista.

Para garantir o afastamento definitivo de Dilma, Temer e seus interlocutores têm tentado articular junto à base aliada no Congresso uma forma de fazer com que o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), antecipe para o dia 25 ou 26 deste mês a votação do impeachment no plenário, prevista para o dia 29.

A petista, por sua vez, na tentativa de sensibilizar os parlamentares e retomar o mandato, divulgará nos próximos dias uma carta à nação, que também será entregue aos senadores. No documento, ela irá sugerir, entre outras ações, a realização de um plebiscito para que a população decida sobre se devem ocorrer novas eleições no país.

Carta

Interlocutores de Dilma dizem que o formato para a apresentação do documento ainda não está definido, mas há uma expectativa de que a divulgação já ocorra nos próximos dias.

Auxiliares dizem que, além da sugestão para novas eleições, Dilma vai listar compromissos que pretende seguir caso retome o mandato.

Além disso, outra estratégia que Dilma adotará ao longo da semana será agendar mais encontros com senadores, tanto da base aliada quanto os considerados indecisos.

A petista passou a oferecer nos últimos dias almoços e jantares a parlamentares no Palácio da Alvorada, residência oficial da Presidência, a fim de convencê-los a votar contra o impeachment.

Dilma também passou a apostar na estratégia de sugerir, em entrevistas e nas redes sociais, que haja mobilizações pelo país, por parte dos militantes contrários ao impeachment, para reforçar a tese de que há um golpe em curso e que um eventual governo Michel Temer será ilegítimo.

Antecipação

Temer tem orientado emissários a encontrar junto à base aliada no Congresso uma alternativa para antecipar em alguns dias a votação.

Entre os senadores, Romero Jucá (PMDB-RR) tem atuado na linha de frente, ao lado de Aloysio Nunes (PSDB-SP), para orientar a base e articular os votos pró-impeachment.

Presidente em exercício do PMDB, Jucá chegou a ser nomeado por Temer ministro do Planejamento em maio, mas teve de deixar o cargo após áudios revelarem que ele sugeria tirar Dilma do Planalto para "estancar a sangria" da Lava Jato.

Segundo relatos de interlocutores do governo, Temer ficou incomodado com a decisão do STF de divulgar, no sábado passado, a previsão de a votação final do impeachment ser iniciada em 29 de agosto. Para o peemedebista, dizem os aliados, como não há sinais de que Dilma conseguirá reverter o impeachment, o ideal seria começar antes disso e concluir o processo até o fim de semana dos dias 27 e 28.

Na avaliação de Temer, relatam auxiliares, o processo precisa ser resolvido antes dessa data porque ele quer participar, já nos dias 4 e 5 de setembro, da Cúpula do G20, em Hangzhou (China), como presidente da República definitivo. "Assim, ele terá peso político para falar com os demais chefes de Estado, não há a menor dúvida", observou um interlocutor.

Oficialmente, o Palácio do Planalto nega "qualquer tipo de interferência" de Temer no andamento do impeachment. Além disso, afirma que o peemedebista acompanha somente "de longe" o processo, embora "tema" que novas mudanças no cronograma do processo possam atrapalhar votações de projetos prioritários no Congresso, como a PEC que limita o aumento de gastos públicos pelos próximos 20 anos proposta pela equipe econômica.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Bolsonaro entrega medida provisória para privatização da Eletrobras
Política

Bolsonaro entrega medida provisória para privatização da Eletrobras

24/02/2021 09:11
Bolsonaro entrega medida provisória para privatização da Eletrobras
Em Brasília, Alan participa de reunião da bancada federal e de evento no Palácio do Planalto
Política

Em Brasília, Alan participa de reunião da bancada federal e de evento no Palácio do Planalto

23/02/2021 16:40
Em Brasília, Alan participa de reunião da bancada federal e de evento no Palácio do Planalto
Volta presencial nas escolas estaduais de MS depende do Prosseguir, diz secretária
Educação

Volta presencial nas escolas estaduais de MS depende do Prosseguir, diz secretária

23/02/2021 08:32
Volta presencial nas escolas estaduais de MS depende do Prosseguir, diz secretária
Reinaldo Azambuja anuncia troca de secretários
Política

Reinaldo Azambuja anuncia troca de secretários

22/02/2021 12:42
Reinaldo Azambuja anuncia troca de secretários
Projeto duplica pena para tortura cometida contra crianças e gestantes
Política

Projeto duplica pena para tortura cometida contra crianças e gestantes

22/02/2021 11:55
Projeto duplica pena para tortura cometida contra crianças e gestantes
Últimas Notícias