Dourados – MS sábado, 06 de março de 2021
Dourados
32º max
21º min
Influx
GOVERNO TEMER

Temer diz que delação é 'absolutamente inverídica'

16 Jun 2016 - 09h59
Temer diz que delação é 'absolutamente inverídica' -
A assessoria do presidente em exercício Michel Temer divulgou uma nota nesta quarta-feira (15) na qual afirmou que é "absolutamente inverídica" a versão dada pelo ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado em acordo de delação premiada. No depoimento, Machado declarou ter acertado com o peemedebista doações oficiais para campanhas do ex-deputado federal Gabriel Chalita com recursos que teriam origem ilícita.

No depoimento, o ex-presidente da Transpetro disse que Temer pediu a ele que obtivesse doações oficiais para Chalita na campanha à Prefeitura de São Paulo em 2012 – à época, o ex-deputado era filiado ao PMDB. Machado narrou encontro que teve com Temer em setembro daquele ano. Na ocasião, ele diz que acertou o valor de R$ 1,5 milhão para a campanha, pagos pela construtora Queiroz Galvão ao diretório do PMDB.

Na nota divulgada nesta quarta-feira, a assessoria de Temer informou que o presidente em exercício manteve relacionamento "apenas formal e sem nenhuma proximidade" com o ex-presidente da Transpetro. O texto diz ainda que, em toda sua vida pública, Michel Temer sempre respeitou "estritamente" os limites legais quando buscou recursos para campanhas eleitorais.

"[Temer] jamais permitiu arrecadação fora dos ditames da lei, seja para si, para o partido e, muito menos, para outros candidatos que, eventualmente, apoiou em disputas", diz outro trecho da nota.

O acordo de delação premiada assinado por Machado, que pode reduzir eventual pena a ser cumprida por ele em caso de condenação, foi homologado pelo ministro Teori Zavascki, relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF). A íntegra dos depoimentos, que soma 400 páginas, foi tornada pública no inicio da tarde desta quarta-feira (15).

A informação do pedido de doação já havia sido revelada pela TV Globo em 27 de maio, no Jornal Nacional. Nesta quarta (15), a delação foi tornada pública pelo Supremo Tribunal Federal (STF) e novos detalhes vieram à tona, como o valor da doação.

Leia abaixo a íntegra da nota divulgada pela assessorai de Temer nesta quarta:

Nota à imprensa

Em toda sua vida pública, o presidente em exercício Michel Temer sempre respeitou estritamente os limites legais para buscar recursos para campanhas eleitorais. Jamais permitiu arrecadação fora dos ditames da lei, seja para si, para o partido e, muito menos, para outros candidatos que, eventualmente, apoiou em disputas.
É absolutamente inverídica a versão de que teria solicitado recursos ilícitos ao ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado – pessoa com quem mantinha relacionamento apenas formal e sem nenhuma proximidade.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Governo recebe motoristas de aplicativos e discute ações em benefício da categoria
Ação de Governo

Governo recebe motoristas de aplicativos e discute ações em benefício da categoria

06/03/2021 10:30
Governo recebe motoristas de aplicativos e discute ações em benefício da categoria
Senado promoverá série de atividades para celebrar Mês da Mulher
Política

Senado promoverá série de atividades para celebrar Mês da Mulher

04/03/2021 18:30
Senado promoverá série de atividades para celebrar Mês da Mulher
Projeto inclui atleta autônomo em competição esportiva profissional
Política

Projeto inclui atleta autônomo em competição esportiva profissional

04/03/2021 18:00
Projeto inclui atleta autônomo em competição esportiva profissional
Senado aprova em segundo turno PEC Emergencial
BRASIL

Senado aprova em segundo turno PEC Emergencial

04/03/2021 16:14
Senado aprova em segundo turno PEC Emergencial
Projeto de lei prevê eleições diretas para diretoria do Conselho Federal da OAB
Política

Projeto de lei prevê eleições diretas para diretoria do Conselho Federal da OAB

04/03/2021 15:00
Projeto de lei prevê eleições diretas para diretoria do Conselho Federal da OAB
Últimas Notícias