Dourados – MS quarta, 20 de outubro de 2021
Dourados
32º max
17º min
Política

Morazildo apoia a CPI de Fronteiras

29 Nov 2010 - 23h08
Morazildo diz que fará o possível para instalação da CPI
Foto/Waldemir Barreto – Agência Senado - Morazildo diz que fará o possível para instalação da CPI Foto/Waldemir Barreto – Agência Senado -
BRASILIA - O senador Mozarildo Cavalcanti (PTB-RR) manifestou seu apoio à criação da Comissão Parlamentar de Inqúerito (CPI) para investigar as fronteiras brasileiras. A CPI foi proposta pelo senador Marcelo Crivella (PRB-RJ).

Mozarildo pediu o apoio do governo à CPI. Do contrário, afirmou, a CPI não consegue aprovar nada e acaba desmoralizada. Disse que, na condição de presidente da Subcomissão da Amazônia (vinculada à Comissão de Relações Exterio-res e Defesa Nacional [CRE]), fará todo o possível para que seja instalada a CPI. O parlamentar sugeriu aos Poderes instituídos brasileiros a realização de uma operação nacional contra o crime, nos moldes da Operação Mãos Limpas, realizada na Itália há vários anos.

O senador leu trechos de uma reportagem publicada no jornal O Estado de S. Paulo em 15 de maio deste ano, sobre um relatório do serviço de inteligência da Polícia Federal (PF) com data de 28 de abril. Nele, a PF afirma que a guerrilha colombiana, além violar sistematicamente as fronteiras brasileiras, realiza no país muitos de seus negócios, principal-mente o narcotráfico.

“O relatório da Polícia Federal contradiz frontalmente o discurso do governo, de que as Forças Armadas Revolucionárias de Colômbia (Farc) não agem no território brasileiro”, afirmou o senador.
Mozarildo Cavalcanti relatou, segundo a reportagem, a prisão, em sítio próximo a Manaus, de José Samuel Sanchez e outras sete pessoas. Sanchez, segundo a PF, seria da Comissão de Logística e Finanças da Farc e comandava uma impor-tante rota de tráfico utilizando os rios da Amazônia. De Manaus, a droga seguia para e exterior e para outros estados bra-sileiros. Os bandidos usavam o Frigorífico Tefé Comércio e Navegação Ltda. como empresa de fachada para encobrir suas operações. No sítio foram ainda encontrados equipamentos sofisticados de comunicação.

O representante roraimense afirmou ainda que o tráfico pelas fronteiras da Amazônia já era denunciado em reportagem publicada em 2008 pelo jornal O Globo. Citou também a morte em combate de dois policiais federais na fronteira, no último dia 17. Mozarildo lamentou que, mesmo com o assassinato dos policiais em serviço, o governo não se posicio-nou sobre a questão das fronteiras brasileiras. (Agência Senado).

Deixe seu Comentário

Leia Também

Política

STF rejeita ação contra atos e falas do presidente durante a pandemia

19/10/2021 11:00
Política

CPI terá dia dedicado a ouvir parentes de vítimas da covid-19

18/10/2021 16:30
CPI da Energisa será retomada semana que vem em MS
Política

CPI da Energisa será retomada semana que vem em MS

17/10/2021 08:00
CPI da Energisa será retomada semana que vem em MS
Câmara perde recurso e vereadores terão que devolver R$ 4 milhões
Política

Câmara perde recurso e vereadores terão que devolver R$ 4 milhões

17/10/2021 07:00
Câmara perde recurso e vereadores terão que devolver R$ 4 milhões
Política

Câmara recebe proposta orçamentária para 2022 e receita de Dourados é de R$ 1.2 bilhão

16/10/2021 14:00
Últimas Notícias