Dourados – MS quarta, 26 de fevereiro de 2020
Dourados
25º max
19º min
Política

Délia aponta avanços e fim do “jeitinho” na prefeitura

13 Jan 2011 - 21h01
Legenda: Prefeita Délia Razuk em reunião de trabalho com secretários com presença da imprensa
 - Crédito: Foto: Hédio FazanLegenda: Prefeita Délia Razuk em reunião de trabalho com secretários com presença da imprensa - Crédito: Foto: Hédio Fazan
DOURADOS - Secretários municipais de Dourados apresentaram ontem à prefeita Délia Razuk o relatório do trabalho executado de outubro do ano passado, quando a atual administração tomou posse, até os primeiros dez dias deste mês. A apresentação foi feita durante reunião de trabalho inédita, onde, pela primeira vez na história do município, uma reunião do chefe do Executivo com seus assessores diretos foi aberta à imprensa. Repórteres de jornais, sites de notícias e emissora de TV acompanharam toda a reunião, que foi gravada e será divulgada na íntegra no site oficial da prefeitura.

Idealizadora da reunião aberta, Délia Razuk anunciou que o encontro da equipe, previsto para o início de fevereiro, terá o mesmo tratamento. “Nós somos uma administração pública e todo administrador público deve ter a preocupação de trabalhar com lisura, seriedade e transparência. A reunião aberta à imprensa mostra que não temos nada a esconder. Temos problemas, mas os encaramos de frente e trabalhamos para resolvê-los”, afirmou a prefeita.

Ela sugeriu que o próximo prefeito de Dourados, que será eleito em 6 de fevereiro, adote a ideia de fazer as reuniões abertas. Também pediu que os secretários atendam a todos os candidatos a prefeito que solicitarem informações sobre a prefeitura.

“Nosso trabalho é pautado pela transparência. Todas as ações adotadas nesta administração são amparadas pela lei e fiscalizadas pelo Ministério Público porque nós fazemos questão que seja dessa forma”, declarou Délia ao relatar que ela e seus assessores jurídicos têm procurado o Ministério Público constantemente para um trabalho conjunto em defesa da legalidade.

Durante a reunião, todos os secretários disseram que houve uma profunda mudança no sistema de trabalho das pastas, executado com autonomia pelos titulares, mas seguindo os critérios de trabalho determinados pela prefeita. “Acabou a interferência de fora. Nesses três meses que estou no cargo nunca recebi nenhum pedido para dar ‘um jeitinho’ num projeto, num pedido de alvará”, contou a secretária municipal de Planejamento, Ana Luiza Ávila Lacerda. A pasta tinha deixado de existir e foi recriada por Délia Razuk.

Quem também relatou uma mudança significativa na postura das pessoas que precisam do serviço público foi a presidente do Imam (Instituto Municipal de Meio Ambiente), Valdenise Carbonari Barboza. Segundo ela, o órgão não recebe mais a pressão política que sofria antes para amenizar a fiscalização ou facilitar a expedição de licenças ambientais. “Nosso trabalho é feito com base na Lei Verde. Às vezes o cidadão chega bravo, mas sai feliz por saber que estamos apenas cumprindo a lei”, afirmou Valdenise.

Por suspeitas de irregularidades, em março do ano passado o Imasul (Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul) suspendeu o convênio de cooperação técnica que permitia ao Imam a expedição de licenças ambientais. O convênio foi retomado no início deste mês.

#####SERVIDORES

A prefeita Délia Razuk agradeceu o empenho do 1º escalão e dos funcionários públicos municipais e aproveitou a reunião para falar sobre o aumento salarial que esta administração concedeu a 1.507 servidores administrativos. “No meu discurso de posse eu já anunciava que iria trabalhar para valorizar o servidor. Tinha funcionário recebendo menos de 500 reais após os descontos. Solicitei um estudo e verificamos que a correção desses salários causaria um impacto na folha de menos de 4%.

Vimos-nos na obrigação de aumentar esses salários. Graças a Deus a Câmara aprovou. Sabemos que os administrativos da educação também precisam e merecem essa correção e no momento oportuno vamos encaminhar para a Câmara”, disse ela.

Délia Razuk informou aos secretários que mandou alguns projetos importantes para votação na Câmara de Vereadores e destacou a proposta de criação das secretarias de Cultura e de Juventude, o pedido de autorização para contratação da segunda etapa do PNAFM (Programa Nacional de Apoio à Modernização Administrativa e Fiscal dos Municípios) e ampliação do perímetro urbano em dois pontos do município.

“Como vereadora, tinha resistência a essas ampliações fragmentadas do perímetro urbano, porque sempre surgem suspeitas de favorecimento. Mas como administradora, percebi que isso é necessário e mandamos o projeto para a Câmara, com transparência e lisura, pedindo a ampliação na região leste, para atender a construção de 500 casas nas proximidades da Perimetral Norte, e na região oeste, para permitir a instalação do núcleo da Uems que vai oferecer atendimento jurídico à população”, explicou a prefeita.

O projeto de ampliação do perímetro urbano está sendo discutido com os vereadores pela secretária Ana Luiza Lacerda. Ela vem mantendo reuniões com o Legislativo, para esclarecer as dúvidas dos vereadores.
Já o pedido de autorização para contratação do PNAFM foi encaminhado à Câmara sem solicitação de votação com urgência. “Quero que os vereadores tenham tempo para avaliar e discutir bem esse projeto”, disse a prefeita.

A linha de crédito do Ministério da Fazenda vai permitir ampliar a modernização da máquina administrativa, iniciada com a primeira etapa do PNAFM, em 2002.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Conselho de Direitos Humanos da ONU: Brasil participa da 43ª sessão
Direitos Humanos

Conselho de Direitos Humanos da ONU: Brasil participa da 43ª sessão

24/02/2020 09:45
Conselho de Direitos Humanos da ONU: Brasil participa da 43ª sessão
Reforma administrativa pretende revisar salários e número de carreiras
Brasil

Reforma administrativa pretende revisar salários e número de carreiras

24/02/2020 06:15
Reforma administrativa pretende revisar salários e número de carreiras
Deputado João Henrique anuncia, na tribuna, saída do G-11
Política

Deputado João Henrique anuncia, na tribuna, saída do G-11

21/02/2020 08:48
Deputado João Henrique anuncia, na tribuna, saída do G-11
Após derrota no STJ, Renato Vidigal tem liberdade negada no STF
POLÍTICA

Após derrota no STJ, Renato Vidigal tem liberdade negada no STF

20/02/2020 17:51
Após derrota no STJ, Renato Vidigal tem liberdade negada no STF
Defesa tem expectativa frustrada e Vidigal continua preso por decisão do STJ
JUSTIÇA

Defesa tem expectativa frustrada e Vidigal continua preso por decisão do STJ

20/02/2020 14:42
Defesa tem expectativa frustrada e Vidigal continua preso por decisão do STJ
Últimas Notícias