Dourados – MS sábado, 15 de maio de 2021
Dourados
26º max
15º min
Política

Bancada define prioridades para 2011

25 Nov 2010 - 00h05
Deputados e senadores definiram as emendas coletivas ao Orçamento da União
Foto:Divulgação
 - Deputados e senadores definiram as emendas coletivas ao Orçamento da União Foto:Divulgação -
CAMPO GRANDE - Os deputados federais e senadores que representam Mato Grosso do Sul no Congresso Nacional de-finiram as emendas coletivas a serem apresentadas ao Orçamento da União de 2011 vão priorizar projetos voltados para a educação, esporte, a região de fronteira e infraestrutura, especialmente a pavimentação e recuperação de estradas.

“Agora que temos as 15 emendas, vamos trabalhar para definir os valores e encaminhar propostas à Comissão de Or-çamento. Acredito que poderemos passar dos R$ 400 milhões, marca já atingida em anos anteriores, até porque o presi-dente da Comissão (deputado Waldemir Moka) é do nosso Estado, o que, evidentemente, nos dá uma oportunidade muito boa de garantir um Orçamento bastante adequado às necessidades de Mato Grosso do Sul”, avalia o coordenador da bancada, senador Delcídio do Amaral (PT-MS), que comandou a reunião em Brasília.

Delcídio adiantou que as emendas prevêem recursos para pavimentar rodovias na Região Sul Fronteira, “importantes não só para o Brasil, mas também para o Paraguai”, a construção de um Centro Olímpico em Campo Grande voltado à formação de atletas, a instalação de pavilhões de eventos em diversos municípios como forma de incentivar a cultura,a duplicação e manutenção de estradas federais, além de uma novidade: recursos para a cadeia produtiva do peixe, “uma vez que a piscicultura pode crescer muito em Mato Grosso do Sul ”, explicou .

O senador disse que, definido o Orçamento de 2011, a hora é de lutar para que as emendas relativas a 2010 sejam li-beradas até o final de dezembro.
“Este ano fomos prejudicados pelo período eleitoral. A liberação de recursos federais ficou muito aquém do que ima-ginávamos. Durante esse período não se pode liberar absolutamente nada e nós ficamos congelados de abril até agora. A palavra de ordem agora é correr para tentar cumprir o Orçamento que aprovamos no ano passado”, avisou Delcídio.

Também presente à reunião, o presidente da Comissão de Orçamento, deputado federal Waldemir Moka (PMDB-MS), acredita que o governo federal vai continuar tratando Mato Grosso do Sul de forma diferenciada.
“Tenho certeza que na discussão do Orçamento o governo vai priorizar Mato Grosso do Sul, seja pela importância do nosso estado ou pela forma aguerrida com que a bancada federal atua na defesa dos nossos interesses. Nesta quarta-feira termina o prazo para apresentação de emendas de bancada e individuais. Começamos então a examinar as relatorias seto-riais, que pretendemos finalizar até 3 de dezembro, para concluir a votação entre 8 e 15 de dezembro, prazo final para a votação do relatório geral na Comissão. Até 20 de dezembro queremos estar com o Orçamento definitivamente aprovado pelo Congresso Nacional”, revelou Moka.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Deputados aprovam proibição do comércio de fogos em MS
IMPRESSO

Deputados aprovam proibição do comércio de fogos em MS

15/05/2021 11:00
Deputados aprovam proibição do comércio de fogos em MS
Deputado Marçal solicita casas populares para Grande Dourados
IMPRESSO

Deputado Marçal solicita casas populares para Grande Dourados

15/05/2021 10:02
Deputado Marçal solicita casas populares para Grande Dourados
Câmara vai recorrer de decisão que pede exoneração de comissionados
IMPRESSO

Câmara vai recorrer de decisão que pede exoneração de comissionados

15/05/2021 09:00
Câmara vai recorrer de decisão que pede exoneração de comissionados
Debate

Farmácias e médicos divergem sobre certificação digital em prescrições

14/05/2021 17:00
Comissão debaterá organização e manutenção dos serviços postais
Debate

Comissão debaterá organização e manutenção dos serviços postais

14/05/2021 12:00
Comissão debaterá organização e manutenção dos serviços postais
Últimas Notícias