Dourados – MS quinta, 29 de outubro de 2020
Dourados
26º max
18º min
Influx
Dia-a-Dia

Sede de Associação do Flórida está abandonada

27 Mai 2011 - 22h17
Sede da Associação do Flórida está tomada pelo mato - Crédito: Foto : Marcelo Humberto/PROGRESSOSede da Associação do Flórida está tomada pelo mato - Crédito: Foto : Marcelo Humberto/PROGRESSO
DOURADOS – Moradores do Grande Jardim Flórida estão preocupados com o impasse gerado pela paralisação da obra da sede da Associação de Moradores do bairro que dura mais de uma década. O PROGRESSO recebeu a denúncia ontem de manhã e foi verificar a situação da sede abandonada, onde o mato ultrapassa mais de um metro de altura e serve como depósito de entulhos.

O PROGRESSO falou ontem por volta das 13h30 com o atual presidente da Associação de Moradores do Jardim Flórida, Francisco de Assis Florêncio, o ‘Ceará’. Ele resumiu a conversa e disse que já discutiu o problema com o prefeito Murilo Zauith que se comprometeu em ajudar.

Moradores e empresários do bairro têm interesse em terminar a obra da Associação de Moradores do Jardim Flórida I e II e Panambiverá. Segundo eles (que pediram anonimato) já tem R$ 15 mil para investir de imediato no prédio e esperam que o presidente a situação do prédio que precisa de janelas, portas, piso, sanitários, iluminação e pintura. Com a obra parada cresce o vandalismo. O telhado, por exemplo está esburacado devido às pedradas e deve ser substituído por outro. Os moradores, que denunciaram o abandono, estão dispostos a fazer mutirão para conclui a obra.

“O prédio foi erguido há mais de 10 anos e nunca mais recebeu qualquer atenção, para servir à comunidade”, reclama um morador.

O presidente da Associação disse à reportagem do O PROGRESSO que “quatro prefeitos passaram e nenhum deles resolveu o problema”. Na matemática dos moradores, se quatro prefeitos passaram no mandato de Ceará, isso quer dizer que ele está no poder da Associação de Moradores do Jardim Flórida há 16 anos.

O morador Sebastião Pereira de Souza, que mora ao lado da Associação, reclama da infestação de ratos e insetos, além do mau cheiro.
“À noite, matamos aranhas de todos os tamanhos vindo da sede abandonada. Seria muito bom vê-la concluída. A comunidade do Jardim Flórida é grande e merece uma sede. Eu mesmo já reclamei do lixo. Mas sem sucesso”, disse o morador. Conforme Ceará, o diretor de serviços da Semsur, Vanderlei Carneiro se prontificou em providenciar a limpeza do terreno.

Deixe seu Comentário