Dourados – MS segunda, 06 de julho de 2020
Dourados
28º max
19º min
Dia-a-Dia

Murilo vai responsabilizar gestor público por focos do Aedes aegypti

19 Jan 2016 - 07h00
Com apoio do Exército, prefeito Murilo declara “guerra” ao Aedes. - Crédito: Foto: AssecomCom apoio do Exército, prefeito Murilo declara “guerra” ao Aedes. - Crédito: Foto: Assecom
Na guerra contra a dengue, a Prefeitura de Dourados pública no Diário Oficial de hoje decreto assinado pelo prefeito Murilo, que responsabiliza gestores e entidades públicas de administração direta ou indireta tanto municipal, como estadual ou federal na manutenção dos prédios de modo a impedir a proliferação do mosquito Aedes aegypti transmissor da dengue, febre chikungunya e zika vírus.


O gestor que não cumprir o decreto, será multado conforme Lei 2.850 de 10 de abril de 2006 e decreto 3.843 de maio de 2006. Os gestores com mais de um prédio público poderá delegar responsáveis pelas unidades.
“Nós não podemos deixar que a nossa cidade tenha um surto, por isso estamos adotando medidas mais rigorosas”, afirma Murilo. A públicação desse decreto é uma forma de mostrar que o exemplo deve partir do próprio poder público e, “assim a gente consegue envolver todos nesse processo”, diz Murilo.


O secretário de Saúde , Sebastião Nogueira, diz que há casos em que gestores ficam esperando para que a prefeitura tome providências na manutenção de seus órgãos ou entidades. Porém, a partir de agora eles terão o dever de verificar as condições do prédio, do quintal e providenciar a limpeza frequente para evitar depósitos de água parada que possam se transformar em criadouros do mosquito.


A Secretaria, através do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) vem fazendo desde o inicio deste mês mutirões de limpeza nos bairros com maior incidência do mosquito e casos de dengue.


O próximo será amanhã na região do Santa Brigída. Pelo menos 100 agentes serão destacados para o trabalho, com o apoio de voluntários e soldados do Exército Brasileiro. Serão disponibilizadas caçambas para os moradores recolherem lixo reciclável.

Deixe seu Comentário