Dourados – MS quarta, 30 de setembro de 2020
Dourados
40º max
23º min
Dia-a-Dia

Indústria encerra 2015 com 9,1 mil demissões em MS

29 Jan 2016 - 07h00
Indústria têxtil e do vestuário reduziu 172 vagas ano passado. - Crédito: Foto: AssessoriaIndústria têxtil e do vestuário reduziu 172 vagas ano passado. - Crédito: Foto: Assessoria
O setor industrial de Mato Grosso do Sul, composto pelas indústrias de transformação, de extrativismo mineral, de construção civil e de serviços de utilidade pública, fechou 2015 com 9.185 demissões, conforme levantamento do Radar Industrial da Fiems. De acordo com o coordenador da Unidade de Economia, Estudos e Pesquisas da Fiems, Ezequiel Resende, dezembro registrou o 10º mês consecutivo com redução de postos de trabalho na indústria sul-mato-grossense com saldo negativo de 2.136 vagas.


Ainda de acordo com Ezequiel Resende, os segmentos industriais que apresentaram as maiores reduções no mês de dezembro foram indústria da construção (-723), indústria química (-394), indústria de produtos alimentícios e bebidas (-200), indústria de calçados (-190) e indústria têxtil e do vestuário (-172). “Já no acumulado de janeiro a dezembro as maiores reduções ocorreram na indústria da construção (-3.205), indústria química (-1.687), indústria têxtil e do vestuário (-1.644), indústria de produtos alimentícios e bebidas (-961), indústria mecânica (-719) e indústria metalúrgica (-489)”, detalhou.


Ele destaca que o conjunto das atividades industriais em Mato Grosso do Sul encerrou dezembro de 2015 com um contingente de 125.498 trabalhadores formalmente empregados, queda de 1,56% em relação a novembro. “Com o desempenho ocorrido no último mês do ano, a indústria caiu do 3º para o 4º maior contingente de trabalhadores formais do Estado, condição ocupada pela última vez em 2006. Atualmente, a atividade industrial responde por 19,5% de todo o emprego formal existente em Mato Grosso do Sul”, informou.


O coordenador da Unidade de Economia, Estudos e Pesquisas da Fiems detalha que, com o desempenho registrado em 2015, o setor industrial ficou atrás dos setores de serviços, que emprega 189.343 trabalhadores com participação equivalente a 29,5%, de administração pública, com 130.368 trabalhadores ou 20,3%, e do comércio, com 126.760 ou 19,7% do total”, exemplificou, completando que, em relação à folha de pagamento, considerando o salário nominal médio na indústria estadual em 2015 de R$ 1.931,98, a soma de todos os salários pagos aos industriários sul-mato-grossenses ao fim do ano passando alcançou o equivalente a R$ 2,909 bilhões.


Em Mato Grosso do Sul, no período de janeiro a dezembro de 2015, ao todo 77 atividades industriais apresentaram saldo positivo de contratação, proporcionando a abertura de 2.930 vagas.

Deixe seu Comentário