Dourados – MS sábado, 26 de setembro de 2020
Dourados
38º max
21º min
Saúde

Hospital da Vida terá nova estrutura e serviços

04 Ago 2016 - 17h22
Hospital da Vida terá nova estrutura e serviços -
O Hospital da Vida de Dourados passará por ampliação de estrutura e serviços. A confirmação da licitação foi publicada nesta semana no Diário Oficial do Município de Dourados. Com isso, está prevista para o dia 2 de setembro o aviso de licitação, na modalidade concorrência, que autoriza o início da sessão pública que definirá a contratação da empresa especializada, que será responsável pelas obras de reforma e ampliação do Hospital da Vida em Dourados. O anuncio foi feito pelo deputado federal Geraldo Resende, que é o autor das obras.

Após quase 10 anos preso na fase burocrática, os projetos foram aprovados no final do ano passado pelo Ministério da Saúde e, quase oito meses depois, a licitação para contratação da empresa será no mês que vem no Departamento de Licitação da prefeitura municipal, conforme publicado no Diário Oficial do Estado.

Serão investidos R$ 3,7 milhões, sendo que mais da metade, R$ 2 milhões, foram viabilizados através de emenda individual ao Orçamento Geral da União (OGU) de 2007, do deputado federal Geraldo Resende (PSDB-MS). O governo do Estado investirá R$ 1,5 milhão, enquanto a contrapartida da prefeitura será de R$ 110 mil.

"Demorou, mas finalmente conseguimos superar essa etapa que se arrastava há anos no Ministério da Saúde. Foram inúmeras audiências, ofícios e gestões em Brasília para assegurar o nosso recurso e o sucesso do projeto. A próxima fase será o processo de licitação. Espero que as obras comecem já em outubro, logo após o período eleitoral", comemorou Geraldo Resende.

A reforma de 580,9m2 será no pavimento térreo da Unidade de Tratamento Intensivo (UTI), que incluiu intervenções no posto de enfermagem, quartos de isolamento e anexos, depósito de equipamentos e materiais, banheiros e copa, sala de espera para acompanhantes, além das salas administrativas e de entrevistas. Também está previsto intervenções no oratório e no elevador para transporte de maca-leito. No pavimento superior, serão também e totalmente reformados 15 leitos de internação com banheiro anexo, posto de enfermagem, salas de serviço, de exames e de curativo, quarto de plantão e área para rouparia e circulações.

"Os espaços destinados às UTIs são cruciais e precisam o tempo todo de amplas reformas e reparos pontuais para se adequarem aos padrões e a realidade cada vez mais crescente da unidade hospitalar. Faremos dessa área um espaço de primeira qualidade, para que as equipes médicas e de enfermagem tenham segurança no trabalho e máximo conforto aos dos pacientes e acompanhantes", disse Geraldo Resende que viabilizou para reforma R$ 1,08 milhão.

Ampliação do Hospital da Vida

Prevista também no projeto, a ampliação da unidade hospitalar será de 342,1m2. Aqui foram viabilizados pelo deputado Geraldo Resende R$ 892,3 mil. Ao assegurar os recursos via emenda de sua autoria, ele destacou a importância de se investir em uma nova área para subsidiar os trabalhos do Hospital da Vida. "Serão construídas salas para preparo de materiais e esterilização, manutenção dos equipamentos, de armazenagem e distribuição, de recepção, descontaminação, separação e lavagem de materiais, além de vestiários, almoxarifado, salas administrativas, além de mais um posto de enfermagem e serviços e uma área de embarque de carro funerário no setor de necrotério", disse Geraldo Resende.

Parceria com o governo do Estado

Recentemente, com apoio do governo do Estado, o Hospital da Vida ganhou uma moderna UTI através de contratação de serviços, com o pagamento ficando a cargo do governo do Estado.

Os recursos serão aplicados também nos serviços de urgência e emergência, contemplando salas de classificação de risco, isolamento, serviço social, sutura, inalação, utilidades, gesso, administrativa, dois consultórios médicos, três leitos pediátricos e um consultório ortopédico, além de outros espaços.

Até 2013, a unidade hospitalar tinha um déficit de 70 vagas de UTIs no atendimento de toda a região, fator que foi amenizado depois de um convênio feito entre a prefeitura e o Hospital Sias, de Fátima do Sul, além da implantação de leitos no local e abertura da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) 24 horas.

Imbróglio burocrático

O projeto da reforma do Hospital da Vida ficou quase 10 anos parado. O processo caminhou a passos muito lentos desde 2007, ano em que foram garantidos os primeiros recursos do deputado Geraldo Resende. Naquela época, houve erros e impasses na elaboração dos projetos, na doação do terreno que estava em disputa judicial, entre outros atrasos que emperraram o início das obras até agora. Foram necessárias intervenções do parlamentar sul-mato-grossense para que o projeto caminhasse. "Agora com tudo isso superado, é hora de definir a empreiteira responsável que irá tocar as obras e entregá-la o mais rápido possível a população de Dourados", concluiu Geraldo Resende.

Deixe seu Comentário