Dourados – MS terça, 07 de julho de 2020
Dourados
31º max
17º min
Dia-a-Dia

Consulta passa a ser por agendamento

04 Mai 2011 - 22h50
Sílvia Bosso e a equipe de coordenação da unidade do Jardim Cuiabazinho - Crédito: Foto: DivulgaçãoSílvia Bosso e a equipe de coordenação da unidade do Jardim Cuiabazinho - Crédito: Foto: Divulgação
DOURADOS - Dentro do novo modelo de saúde que está sendo implantado pelo prefeito Murilo Zauith, um dos problemas que mais preocupam a administração municipal é o atendimento nas unidades básicas de saúde, principalmente em relação às filas, demora no atendimento e necessidade de chegar às 6h da manhã para conseguir uma vaga.

Essa realidade já começou a mudar em algumas unidades com o sistema de agendamento de consultas, colocado em prática pela Secretaria Municipal de Saúde.

A secretária Sílvia Bosso informou que aos poucos as unidades estão se adequando a esse novo procedimento e garantiu que em poucos dias todos os postos de saúde estarão atendendo com consultas agendadas.

Uma das primeiras unidades a se adequar a esse sistema é a do Jardim Cuiabazinho, que atende uma média de 150 pacientes por dia. A mudança é visível para quem visita o posto de saúde. Não existe mais aglomeração. O paciente chega na hora marcada e aguarda poucos minutos até ser chamado para a consulta.

Agendamento - Uma das coordenadoras da unidade, Elaine Canato, explicou que o agendamento pode ser feito a qualquer horário do dia, sem a necessidade pegar senha para agendar uma consulta. Existe ainda um sistema de triagem que analisa os casos mais urgentes para definir a ordem da agenda. As emergências têm prioridade e são atendidas entre uma e outra consulta agendada.

Patrícia Lima Almeida, também da coordenação, explica que o novo sistema facilita até mesmo para o funcionário que, trabalha com mais tranquilidade e ainda pode dar maior atenção ao paciente. Segundo ela, a partir do momento em que o novo sistema foi adotado, não houve mais reclamações.


Sílvia Bosso, que visitou a unidade do Jardim Cuiabazinho na manhã de ontem, disse que o sistema é simples. “O agendamento auxilia na organização do serviço e garante melhor qualidade do atendimento prestado”. A secretária ressaltou que os funcionários estão se adequando e atentos para detalhes que possam melhorar ainda mais o atendimento.


Resultado positivo - O aposentado João de Matos Brandão, que há quatro meses faz tratamento naquela unidade, relatou que muitas vezes voltou para casa sem atendimento, por falta de vaga. Ele conta que hoje é diferente. “Não preciso mais chegar de madrugada no posto, sair ao meio dia, e às vezes sem passar pelo médico”.

Segundo o prefeito Murilo Zauith, a saúde básica é de responsabilidade exclusiva do município e esse é o foco da atual administração. “Conseguindo organizar essa porta de entrada na área de saúde, certamente daremos um grande passo para reduzir os problemas que afetam a população”, avaliou.
O prefeito disse que as mudanças em busca de um atendimento digno na saúde pública não param por aí.

A prefeitura está investindo também em palestras e capacitação dos servidores da saúde, para mudar a relação entre funcionário e paciente. No entendimento de Murilo Zauith, quem procura a saúde precisa ter toda a atenção, desde o atendente até o médico.

Deixe seu Comentário