Dourados – MS sábado, 24 de julho de 2021
Dourados
32º max
16º min
Mundo

ONU pede aos EUA detalhes sobre a morte de Osama bin Laden

03 Mai 2011 - 21h35
O complexo onde Bin Laden vivia em um pequeno povoado do Paquistão - Crédito: Foto: Faisal Mahmood/ReutersO complexo onde Bin Laden vivia em um pequeno povoado do Paquistão - Crédito: Foto: Faisal Mahmood/Reuters
A mais alta autoridade de direitos humanos da Organização das Nações Unidas (ONU) pediu aos Estados Unidos na terça-feira (3) que desse detalhes da morte de Osama bin Laden à entidade e disse que todas as operações de antiterrorismo devem respeitar o direito internacional.

Mas Navi Pillay, Alta Comissária da ONU para os Direitos Humanos, disse que o líder da Al Qaeda, morto em uma operação dos EUA no Paquistão, cometeu crimes contra a humanidade, como mentor confesso dos \'mais terríveis atos de terrorismo\', incluindo os ataques de 11 de setembro de 2001 contra os Estados Unidos.

Sempre foi evidente que capturar Bin Laden com vida seria difícil, disse ela, observando que as autoridades dos EUA teriam declarado que preferiam prendê-lo, se possível.

\'Esta foi uma operação complexa e seria útil se fôssemos informados dos fatos precisos em torno de seu assassinato. As Nações Unidas enfatizam que todos os atos contra o terrorismo devem respeitar o direito internacional\', disse Pillay, em um comunicado emitido em resposta a um pedido da Reuters.

Em Washington, o ministro da Justiça dos EUA, Eric Holder, defendeu como legal a operação dos EUA no Paquistão, que resultou na morte de Bin Laden.

Nesta terça-feira, o porta-voz da Casa Branca, Jay Carney, disse que o terrorista não estava armado quando foi abordado pelas forças especiais que invadiram seu complexo no Paquistão, disse nesta terça-feira (3) o porta-voz da Casa Branca, Jay Carney.

Mas, segundo o porta-voz, Bin Laden teria reagido, o que fez com que os militares abrissem fogo contra ele, matando-o.

Na véspera, fontes do governo haviam dito que o objetivo da missão era de matar Bin Laden, e não de tentar capturá-lo com vida. A Casa Branca também disse que a esposa de Bin Laden recebeu um disparo na perna durante a ação e não foi morta. Ela estava no mesmo quarto do terrorista.

As informações contradizem John Brennan, assessor de segurança do governo Barack Obama, que, na véspera, havia dito que Bin Laden estava armado e usou uma mulher como \"escudo\".

Deixe seu Comentário

Leia Também

Mundo

OMS afirma que China deve fornecer dados sobre origens da covid-19

15/07/2021 17:00
Mundo

Suspeitos de assassinato do presidente do Haiti são mortos a tiros

08/07/2021 11:00
Mundo

Covid-19: anticorpos podem durar até 12 meses após infecção

08/07/2021 10:00
Presidente do Haiti é assassinado em casa durante a noite, diz premiê
Mundo

Presidente do Haiti é assassinado em casa durante a noite, diz premiê

07/07/2021 07:30
Presidente do Haiti é assassinado em casa durante a noite, diz premiê
Mundo

Onda de calor recorde nos EUA e Canadá mata 45 no Estado do Oregon

01/07/2021 17:30
Últimas Notícias