Dourados – MS quinta, 13 de maio de 2021
Dourados
26º max
14º min
Mundo

Justiça autoriza Bruno a treinar futebol em presídio na Grande BH

22 Fev 2011 - 20h15
Goleiro Bruno deixa audiência no dia 26 de outubro
de 2010, na Grande BH; atrás, o amigo Macarrão.
 - Crédito: Foto: Alex Araújo/G1 MGGoleiro Bruno deixa audiência no dia 26 de outubro de 2010, na Grande BH; atrás, o amigo Macarrão. - Crédito: Foto: Alex Araújo/G1 MG
O goleiro Bruno Fernandes recebeu, nesta segunda-feira (21), autorização da Justiça para treinar futebol com bola, meiões e caneleiras dentro da Penitenciária Nelson Hungria, em Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Os treinos serão feitos durante o banho de sol, que é se segunda-feira a sexta-feira, das 7h30 às 9h30 e de 10h às 12h. O ex-jogador está preso e é réu no processo que investiga a morte de Eliza Samudio, ex-namorada, e com quem, segundo a própria Eliza, teria um filho. Outras três pessoas também são rés no processo, entre elas o amigo do goleiro, Luiz Henrique Ferreira Romão, o Macarrão; O ex-policial Marcos Aparecido dos Santos, o Bola; e o primo de Bruno, Sérgio Rosa Sales.



A autorização foi concedida pela juíza Marixa Fabiane Lopes, do Tribunal do Júri de Contagem, nesta segunda-feira (21), e foi acatada pela Subsecretaria de Administração Prisional (Suapi).

De acordo com a Secretaria de Defesa Social (Seds), Bruno vai receber uma bola, meiões e caneleiras. O material deve ser entregue a ele por um familiar ou amigo. Os treinos vão ser realizados junto com outros detentos da unidade prisional.

#####Entenda o caso
Eliza Samudio foi morta, segundo a Polícia Civil, no dia 10 de junho, depois de ser vista com o filho de, então cinco meses, no sítio de Bruno, em Esmeraldas, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. A jovem tentava provar na Justiça a paternidade de seu filho. Em 2009, Eliza teve um relacionamento com Bruno, engravidou e afirmou que o pai de seu filho é o atleta. O corpo de Eliza não foi encontrado.

A Justiça de Minas Gerais aceitou a denúncia do Ministério Público contra Bruno Fernandes e outros oito envolvidos no desaparecimento e morte de Eliza e, a pedido do MP, decretou a prisão preventiva de todos os acusados.

Dayanne, a ex-mulher de Bruno, Fernanda Gomes de Castro, o caseiro do sítio, Elenílson Vítor da Silva, e Wemerson Marques, o Coxinha, estão soltos e respondem ao processo de homicídio de Eliza em liberdade. O goleiro, o amigo Macarrão e o primo Sérgio continuam presos e vão a júri popular por sequestro e cárcere privado, homicídio triplamente qualificado e ocultação de cadáver. O ex-policial Marcos Aparecido dos Santos, o Bola, também está preso e vai responder no júri popular por homicídio duplamente qualificado e ocultação de cadáver.

(G1)

Deixe seu Comentário

Leia Também

Tiroteio deixa pelo menos 11 mortos em escola na Rússia
Internacional

Tiroteio deixa pelo menos 11 mortos em escola na Rússia

11/05/2021 14:30
Tiroteio deixa pelo menos 11 mortos em escola na Rússia
Na OMS, Queiroga faz apelo por liberação de vacinas contra covid-19
Saúde

Na OMS, Queiroga faz apelo por liberação de vacinas contra covid-19

30/04/2021 18:30
Na OMS, Queiroga faz apelo por liberação de vacinas contra covid-19
Autoridades iranianas proíbem bahá’ís de ter um enterro digno
Mundo

Autoridades iranianas proíbem bahá’ís de ter um enterro digno

26/04/2021 14:12
Autoridades iranianas proíbem bahá’ís de ter um enterro digno
Cortes em razão da covid-19 impactam programa antidoping
Olimpíada

Cortes em razão da covid-19 impactam programa antidoping

15/04/2021 10:00
Cortes em razão da covid-19 impactam programa antidoping
Casa Branca anuncia retirada de tropas do Afeganistão até setembro
mundo

Casa Branca anuncia retirada de tropas do Afeganistão até setembro

14/04/2021 13:15
Casa Branca anuncia retirada de tropas do Afeganistão até setembro
Últimas Notícias