Dourados – MS domingo, 29 de novembro de 2020
Dourados
36º max
25º min
Influx
Imaculada-Mobile
Mundo

Após protestos da oposição, governo do Irã chama comício contra 'sedição'

16 Fev 2011 - 15h35
Militantes pró-governo protestam nesta quarta-feira - Crédito: Foto: AFPMilitantes pró-governo protestam nesta quarta-feira - Crédito: Foto: AFP
O regime islâmico iraniano convocou um comício para esta sexta-feira contra os \"chefes da sedição\", em referência aos líderes opositores denunciados pelas autoridades após as manifestações de segunda-feira, informou nesta quarta (16) a televisão estatal.

O Conselho para a Coordenação da Propaganda Islâmica, que organiza as grandes manifestações populares do poder, anunciou em um comunicado esta manifestação \"contra os chefes da sedição\", os opositores Mir Hossein Moussavi e Mehdi Karoubi.

Segundo o órgão, os manifestantes \"expressarão sua ira e seu ódio pelos crimes selvagens e repugnantes dos chefes da sedição e seus aliados hipócritas (ou seja, o principal grupo opositor armado, os Mudjahedines do Povo, NDLR) e monarquistas\", acrescentou o comunicado.

Pouco antes, a dupla pediu ao governo que \"escute o povo\", em uma carta publicada nesta em vários sites ligados da oposição, ao mesmo tempo que as autoridades do país pedem punições aos dois políticos.

Milhares de pessoas desafiaram a proibição governamental de participar em uma manifestação em Teerã na segunda-feira, convocada por Mousavi e Karroubi, e gritaram frases hostis ao regime. Duas pessoas morreram e várias ficaram feridas. Além disso, muitos manifestantes foram detidos.

\"Eu os advirto, liberem os ouvidos antes que seja muito tarde e escutem a voz do povo\", escreveu o ex-presidente reformista do Parlamento Mehdi Karroubi, em uma carta publicada em seu site, Sahamnews.org.

\"As ações violentas e a hostilidade ante as exigências da população podem apenas ajudar a manter a situação atual durante certo tempo. Aprendam a lição do destino dos poderes que se afastaram do povo\", completa Karroubi, em referência às revoltas no Egito e Tunísia.

Karroubi e o ex-primeiro-ministro Mir Hossein Mousavi estão sob prisão domiciliar de fato desde as manifestações de segunda-feira.

Em uma carta separada publicada no site Kaleme.com, Mousavi critica as autoridades e manifesta satisfação com as manifestações de segunda-feira.

\"A manifestação gloriosa de 25 Bahman (14 de fevereiro) é um grande êxito do povo e do Movimento Verde\", escreveu.


(G1)

Deixe seu Comentário

Leia Também

Morre o ídolo argentino Diego Maradona aos 60 anos
futebol

Morre o ídolo argentino Diego Maradona aos 60 anos

25/11/2020 13:01
Morre o ídolo argentino Diego Maradona aos 60 anos
Joe Biden garante votos para ser eleito presidente dos Estados Unidos
Mundo

Joe Biden garante votos para ser eleito presidente dos Estados Unidos

07/11/2020 16:04
Joe Biden garante votos para ser eleito presidente dos Estados Unidos
PF pede bloqueio de R$ 130 milhões em criptoativos depositados nos EUA
Mundo

PF pede bloqueio de R$ 130 milhões em criptoativos depositados nos EUA

06/11/2020 09:37
PF pede bloqueio de R$ 130 milhões em criptoativos depositados nos EUA
Halloween: a curiosa origem do Dia das Bruxas
Dia das Bruxas

Halloween: a curiosa origem do Dia das Bruxas

31/10/2020 14:05
Halloween: a curiosa origem do Dia das Bruxas
Mundo

Brasil e outros 31 países assinam declaração sobre saúde da mulher

23/10/2020 15:09
Últimas Notícias