Dourados – MS domingo, 25 de outubro de 2020
Dourados
32º max
21º min
Influx
Esporte

Libertadores: Inter goleia na Bolívia e reassume a liderança do Grupo 6

17 Mar 2011 - 15h05
Libertadores: Inter goleia na Bolívia e reassume a liderança do Grupo 6 -
O Inter caminha a passos largos rumo à classificação à próxima fase da Libertadores da América. O time colorado conquistou a segunda vitória seguida e agora soma sete pontos, ocupando a liderança isolada do Grupo 6. O futebol apresentado na Bolívia foi marcado por muita disposição. O Inter não sofreu com os efeitos da altitude da cidade boliviana e correu até o final do jogo. Todos os setores do time atuaram de forma equilibrada, evidenciando mais uma vez a força do grupo do atual campeão da América.

No próximo dia 30, o Inter estreia no returno da competição continental diante do próprio Jorge Wilstermann, no Beira-Rio. Os ingressos já estão à venda. Clique aqui para garantir o seu!

Bolivianos surpreendem

O jogo começou difícil para o Inter. Logo aos 38seg, Toscanini cabeceou para a grande defesa de Lauro, que saltou para buscar a bola no canto direito. Aos 7min, Lucas Fernández cobrou uma falta de longa distância, com força, e Juan Ignacio Brown conseguiu desviar de cabeça no interior da área para fazer 1 a 0. Foi um lance complicado, pois a bola veio com muita velocidade para a área e Brown estava bem posicionado para tirá-la do alcance de Lauro.

Reação fulminante

O Inter manteve os nervos no lugar e não se abalou. Em três minutos virou o placar na Bolívia. O gol de empate, aos 15min, nasceu de um cruzamento da direita feito por Oscar. Brown tentou se antecipar a Tinga, que fechava na pequena área para tentar a finalização, e acabou cabeceando contra o goleiro Mauro Machado, que nada pôde fazer. 1 a 1! O zagueiro boliviano foi do céu ao inferno em 15 minutos.

A pressão colorada era insuportável, e aos 18min, Leandro Damião colocou o bicampeão da América em vantagem em Cochabamba. Guiñazu cruzou da esquerda e o atacante subiu de forma convicta junto ao zagueiro para cabecear para o gol. Foi mais um gol \'nas alturas\' do atilheiro do Inter na temporada, com 13 gols.

Amplo domínio colorado

O Inter tinha o total controle da partida. Trocava passes inteligentes e marcava com precisão. Sorondo era um gigante na área e até os meia-atacantes Oscar e Zé Roberto contribuíam com a marcação, apertando a saída de bola adversária. Aos 25min, Leandro Damião roubou a bola do zagueiro na ponta-direita, invadiu a área pelo lado e tocou para Zé Roberto que, com tranquilidade, empurrou para fazer 3 a 1. Inter fulminante na Bolívia.

Com a vantagem ampliada no placar, o time do técnico Celso Roth tratou de cadenciar ainda mais o jogo. O Inter anulou as investidas do Jorge Wilstermann e seguiu levando perigo na frente. Aos 32min, Leandro Damião girou na frente do marcador e soltou uma pancada que foi defendida por Mauro. Dois minutos depois, Oscar lutou contra a marcação e achou espaço para arriscar o chute da intermediária. O goleiro fez a defesa no canto esquerdo. O garoto se destacava com dribles de efeito e bons passes para os companheiros.

Nada de altitude, e sim muita atitude

No segundo tempo, Wilson Matias entrou no lugar de Tinga. Logo a 1min, Kleber cobrou falta e o goleiro do Wilstermann tirou de soco da área boliviana. O time da casa respondeu aos 4min, quando Garcia cobrou falta da esquerda e Lauro não conseguiu interceptar a bola, que saiu pela linha de fundo. Neste lance, ficou claro os efeitos da altitude sobre a bola, que ganhou grande velocidade, atrapalhando o reflexo do goleiro colorado. No mais, o Inter superou com muita disposição a altitude, atuando como se estivesse ao nível do mar, e não nos 2,5 mil metros de Cochabamba.

Aos 8min, Oscar deixou Zé Roberto pifado de frente para o gol, mas Mauro fechou bem e faz boa defesa, evitando o quarto gol colorado. Aos 10min, Leandro Damião cabeceou ao lado do gol, com muito perigo. O Wilstermann tentou ameaçar aos 16min: Brown desviou de cabeça e a bola saiu próxima ao canto direito. A partir dos 20min, Roth promoveu as entradas de Cavenaghi e Andrezinho nos lugares de Damião e Oscar.
O Inter rondava o gol adversário. Aos 24 e 26 minutos, Zé Roberto teve boas oportunidades de marcar, mas acabou concluindo para fora após se livrar dos zagueiros no interior da área. Aos 35min, Mosquera, que havia entrado no lugar de Ojeda, chutou de longa distância e a bola passou muito perto da trave direita de Lauro.

Kleber fecha a goleada em Cochabamba

A grande atuação na Bolívia foi selada com um gol que expressou bem o espírito coletivo com o qual o Inter jogou durante toda a partida. Aos 40min, o time colorado fez excelente troca de passes envolvendo Zé Roberto, Guiñazu e Andrezinho até que a bola sobrou para Kleber. O lateral invadiu a área pela esquerda e chutou cruzado para ampliar a vantagem colorada. 4 a 1!

O Inter segue invicto nesta Libertadores. Agora são duas vitórias em um empate em três jogos.

\"O time vem numa crescente. Tivemos controle da partida e superamos os efeitos da altitude. É uma vitória importante\", disse Kleber.

\"Temos que comemorar. Foi um grande resultado. Vamos tentar encaminhar a classificação no próximo jogo em casa\", projetou o goleiro Lauro.

\"O time não se intimidou e venceu de forma tranquila. Todos estão de parabéns\", comemorou Nei.

\"Não fizemos correria. Jogamos com a bola rolando no chão, sem afobação. Por tudo isso o Inter está de parabéns. Temos um grupo forte, focado no mesmo objetivo. Todo mundo tenta dar o seu melhor\", avaliou o vice-presidente de futebol Roberto Siegmann.

\"Precisamos conquistar a classificação da melhor maneira possível. Isso será fundamental na fase mata-mata. Demos um passo importante hoje, mas temos que confirmar no jogo de volta\", afirmou o técnico Celso Roth.

Jorge Wilstermann (1): Mauro Machado; Lucas Fernández, Juccelio Donizetti da Silva, Juan Ignacio Brown e Juan Carlos Ojeda (Mosquera); Cristian Machado, Ezequiel Abregú, Víctor Hugo Melgar (Sanchéz) e Luis García; Oliver Fernandez (Fábio Mineiro) e Jesús Toscanini. Técnico: Marcelo Neveleff.

Internacional (4): Lauro; Nei, Rodrigo, Sorondo e Kleber; Bolatti, Guiñazu, Tinga (Wilson Matias), Oscar (Andrezinho) e Zé Roberto; Leandro Damião (Cavenaghi). Técnico: Celso Roth.

Gols: Juan Ignacio Brown (J), aos 7min do primeiro tempo, Juan Ignacio Brown (contra, I), aos 15min do primeiro tempo, Leandro Damião (I), aos 18min do primeiro tempo, Zé Roberto (I), aos 25min do primeiro tempo, Kleber (I), aos 36min do segundo tempo.

Cartões amarelos: Zé Roberto (I); Lucas Fernandez, Cristian Machado (J).

Arbitragem: Enrique Cáceres, auxiliado por Nicolás Yegros e César Franco (trio paraguaio).

Local: Estádio Félix Capriles, Cochabamba, Bolívia.

######Fonte: Site oficial do Internacional (www.internacional.com.br)

Deixe seu Comentário

Leia Também

Captação de recursos por meio da Lei de Incentivo ao Esporte é tema de curso nesta sexta-feira
Mato Grosso do Sul

Captação de recursos por meio da Lei de Incentivo ao Esporte é tema de curso nesta sexta-feira

22/10/2020 11:21
Captação de recursos por meio da Lei de Incentivo ao Esporte é tema de curso nesta sexta-feira
Estadual de Manoplas celebra os 33 anos da Federação de Boxe de MS
Mato Grosso do Sul

Estadual de Manoplas celebra os 33 anos da Federação de Boxe de MS

22/10/2020 10:15
Estadual de Manoplas celebra os 33 anos da Federação de Boxe de MS
Mato Grosso do Sul

Em formato on-line, Fundesporte promove o Festival da Melhor Idade de MS na modalidade dança de salão

21/10/2020 08:15
Libertadores: Fla encara Júnior Barranquilla para se manter líder
Futebol

Libertadores: Fla encara Júnior Barranquilla para se manter líder

21/10/2020 07:58
Libertadores: Fla encara Júnior Barranquilla para se manter líder
Série B: Felipão estreia com vitória no Cruzeiro
Esporte

Série B: Felipão estreia com vitória no Cruzeiro

21/10/2020 07:18
Série B: Felipão estreia com vitória no Cruzeiro
Últimas Notícias