Dourados – MS quarta, 21 de outubro de 2020
Dourados
34º max
21º min
Influx
Esporte

Eliminação abala Ceni

13 Mai 2011 - 16h05
Rogério Ceni, cabisbaixo na volta para São Paulo - Crédito: Foto: Marcelo Prado / GLOBOESPORTE.COMRogério Ceni, cabisbaixo na volta para São Paulo - Crédito: Foto: Marcelo Prado / GLOBOESPORTE.COM
Capitão do São Paulo, o goleiro Rogério Ceni era o retrato do desânimo ao final da partida contra o Avaí, que terminou com a vitória da equipe catarinense por 3 a 1, resultado que eliminou o Tricolor da Copa do Brasil. Depois de ficar aproximadamente uma hora e meia na sala do antidoping do estádio da Ressacada, o camisa 1 do time do Morumbi conversou rapidamente com os jornalistas. E deixou claro que, se não ocorrer uma mudança urgente na postura do elenco, a equipe completará mais uma temporada sem títulos. (Reveja ao lado os gols do jogo)

- É vergonhoso. Esquecemos de jogar, não fizemos nada em campo. Fomos fracos, não fomos merecedores de algo melhor porque não mostramos ser um time de decisão, um time que pode disputar qualquer final de uma competição de mata-mata. Não tivemos maturidade para jogar, a culpa é toda nossa. Para brigar por grandes coisas, nosso time precisa melhorar muita coisa. A conduta, a atitude, a mentalidade. Se isso não acontecer, vamos continuar passando vergonha como vem acontecendo nos últimos dois anos. Para te falar a verdade, agora eu gostaria de enfiar a cabeça em um buraco e só sair daqui um mês – afirmou o goleiro.

O que mais incomoda Rogério foi ver o time ser eliminado após ter entrado em campo com a vantagem do empate e ter aberto o marcador com o gol de Casemiro, aos 15min do primeiro tempo.

- No primeiro jogo, até poderíamos ter feito um placar maior. Agora é uma incapacidade enorme você conseguir ser desclassificado após sair na frente no marcador. A culpa é nossa, somos fracos, não conseguimos defender uma camisa que joga por si só. Faltou ênfase, faltou vontade. E olha que eles nem pressionaram tanto assim – lembrou o camisa 1.

O capitão são-paulino está temeroso por não saber como o elenco vai reagir no Campeonato Brasileiro que, para o time do Morumbi, terá início no dia 22, na partida contra o Fluminense, em São Januário, a partir das 18h30m.

- Vamos ver daqui a dez dias quando começar o Campeonato Brasileiro. Agora só tem isso, é a chance de voltar para a Libertadores. Não sei nem qual é a palavra para o momento, precisamos ser mais competitivos – ressaltou o jogador, que tem obsessão por voltar ao principal torneio das Américas em 2012 porque será o seu último ano como jogador profissional.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Mato Grosso do Sul

Em formato on-line, Fundesporte promove o Festival da Melhor Idade de MS na modalidade dança de salão

21/10/2020 08:15
Libertadores: Fla encara Júnior Barranquilla para se manter líder
Futebol

Libertadores: Fla encara Júnior Barranquilla para se manter líder

21/10/2020 07:58
Libertadores: Fla encara Júnior Barranquilla para se manter líder
Série B: Felipão estreia com vitória no Cruzeiro
Esporte

Série B: Felipão estreia com vitória no Cruzeiro

21/10/2020 07:18
Série B: Felipão estreia com vitória no Cruzeiro
Berger diz que brasileiro foi o melhor
F1

Berger diz que brasileiro foi o melhor

19/10/2020 10:32
Berger diz que brasileiro foi o melhor
Futebol

Elenco do Barcelona não aceita redução salarial e envia documento à direção

19/10/2020 10:15
Últimas Notícias