Dourados – MS sexta, 03 de julho de 2020
Dourados
20º max
min
Esporte

Aos 96 anos, seo Paulino se despede das corridas oficiais

12 Dez 2015 - 07h00
Seo Paulino posou em frente à galeria que leva o nome dele, mostrando a camiseta que usou na primeira prova que disputou no ano de 1991 em Dourados, prova que incentivava largar o cigarro. - Crédito: Foto: Luiz RadaiSeo Paulino posou em frente à galeria que leva o nome dele, mostrando a camiseta que usou na primeira prova que disputou no ano de 1991 em Dourados, prova que incentivava largar o cigarro. - Crédito: Foto: Luiz Radai
Francisco José Paulino, 96 anos, marcou para as 15h de ontem, sexta-feira, 11 de dezembro, uma entrevista para falar da decisão que tomou de não mais participar de corridas, maratonas e competições oficiais. Em um papo descontraído e emocionante, o corredor mais ilustre de Dourados adiantou que não era um ponto final. “Não estou entregando a rapadura”, disse em tom de brincadeira, ao mencionar que ainda faz os alongamentos cotidianos e dá uma corridinha de vez em quando. “Parar mesmo, nunca paramos”, completou.


Seo Paulino vai completar 97 anos em 11 de fevereiro e decidiu que é a hora de deixar de participar de competições nacionais, ou aquelas de grandes distâncias que o tornaram o homem mais velho a correr levando o nome de Dourados e MS no pedestrianismo.


A decisão veio depois de uma cirurgia que o deixou sem andar por 10 meses e a perda da esposa.
Segundo o corredor mais famoso de Dourados, se a saúde ajudar, ele pretende correr ainda em alguma competição de 3, 4 ou até 10 quilômetros. A mais recente participação do veterano foi em uma competição que levou o nome dele mesmo, ocorrida na Marcelino Pires, com 5 km de percurso.


Ontem, com a roupa apropriada para correr, e de pé, seo Paulino mostrou novamente a força de vontade e a saúde restaurada, marcas que ele sempre deixou como exemplo.


Com 13 participações na São Silvestre, mais tradicional corrida do Brasil, sempre celebrada em 31 de dezembro, seo Paulino lembra que uma maratona no ano de 2003 em Curitiba foi a mais marcante das participações que teve. “Terminei faltando 2 minutos para estourar o tempo da prova, que é de 6 horas. Mas cruzei a linha de chegada”, disse.


Desde os anos 90, seo Paulino acumulou uma média de 2 participações por ano em corridas pelo Brasil, foi agraciado por vários feitos e se tornou uma personalidade douradense.

Lição de vida


Francisco José Paulino começou a correr em 1991 quando integrou uma academia de capoeira, do mestre Guerreiro. Segundo ele, o começo foi para largar o vício do cigarro, único que teve, como ele mesmo conta. “Cigarro é uma droga e me fez mal. Parei, e digo para os meninos novos. Não fume e respeite a professora, ela é a sua segunda mãe”, disse.


Tudo parecia normal como para qualquer iniciante no pedestrianismo. Mas, seo Paulino, tinha 72 anos. “O mestre Guerreiro me disse que capoeira era para meninos de 1 ano até 100. E eu comecei”, disse.


Lá se foram quase 30 anos e o seo Paulino deu o saldo desta decisão. “O esporte só meu deu saúde, vida e tranquilidade. Só ganhei no esporte. E digo, quem quiser, faça esporte, não precisa correr como eu corri, pode jogar bola, vôlei. Qualquer esporte faz bem”, sugeriu.

Dor


Em 10 de maio de 2015, seo Paulino perdeu a companheira, dona Maria Amélia Josefa da Conceição. Segundo ele, foi um baque muito forte que também contribuiu para a decisão de parar de correr.
Falando nela, ele lembra de outro episódio marcante. Seo Paulino conta que no ano de 1994, quando participou de um corrida em Belo Horizonte, na Lagoa da Pampulha, se perdeu na cidade logo após a prova. “O taxista parou um ponto depois. Foi difícil, mas me encontrei. Minha esposa nunca soube disto. Ela ia ficar brava”, disse, sorrindo.

Agradecimento


Seo Paulino agradeceu por tudo que conquistou. “Agradeço primeiramente a Deus. Se não fosse Ele eu não estava aqui. Depois ao professor mestre Guerreiro, onde comecei em um esporte. A Dourados, esta cidade que me acolheu e de onde eu não saio mais, meus sinceros agradecimentos”, finalizou.

Vida


Seo Paulino saiu jovem do Rio de Janeiro, onde nasceu, para tentar a vida em São Paulo. De lá, partiu para o Rio Grande do Sul para trabalhar e depois morou no Estado do Paraná, antes de se instalar em Dourados em 4 de julho de 1974.


Lavrador, seo Paulino é aposentado há mais de 30 anos. Teve quatro filhos, mas mesmo assim mora sozinho em Dourados, depois que perdeu a esposa.


No centro de convivência do idoso Andrés Chamorro, no Água Boa, seo Paulino tem uma galeria de troféus, medalhas e fotografias que leva o nome dele.

Deixe seu Comentário

Leia Também

COB cancela etapa nacional dos Jogos Escolares da Juventude
Jogos Escolares da Juventude

COB cancela etapa nacional dos Jogos Escolares da Juventude

24/06/2020 15:55
COB cancela etapa nacional dos Jogos Escolares da Juventude
Brasileiros dão show de solidariedade em ultramaratona virtual
Ultramaratona Virtual

Brasileiros dão show de solidariedade em ultramaratona virtual

15/06/2020 16:48
Brasileiros dão show de solidariedade em ultramaratona virtual
Covid-19: Fórmula 1 cancela GPs do Azerbaijão, Singapura e Japão
Fórmula 1

Covid-19: Fórmula 1 cancela GPs do Azerbaijão, Singapura e Japão

12/06/2020 16:12
Covid-19: Fórmula 1 cancela GPs do Azerbaijão, Singapura e Japão
Com adesão total, Corrida Digital termina neste domingo
Esporte

Com adesão total, Corrida Digital termina neste domingo

07/06/2020 09:49
Com adesão total, Corrida Digital termina neste domingo
Internacional

Diego Costa escapa da prisão na Espanha ao pagar multa 36 mil euros

04/06/2020 18:42
Últimas Notícias