Dourados – MS quinta, 12 de dezembro de 2019
Dourados
32º max
20º min
Atividade pesqueira

Pescadores pedem apoio dos deputados para suspensão da cota zero

13 Nov 2019 - 08h00Por Redação
Pescadores pedem apoio dos deputados para suspensão da cota zero - Crédito: Diário Corumbaense Crédito: Diário Corumbaense

Pescadores de Fátima do Sul, Naviraí, Coxim, Miranda, Anastácio, Corumbá, Nova Andradina, Angélica, Deodápolis, Taquarussu, Ivinhema, Glória de Dourados, Vicentina, Itaporã, Culturama e Anhanduí estiveram na manhã desta terça-feira (12), na Assembleia Legislativa, para pedir apoio dos parlamentares na interlocução com o Governo do Estado. Os profissionais querem a suspensão do Decreto 15.166, que regulamentou o exercício da atividade pesqueira no Estado e institui a chamada cota zero para os pescadores amadores e/ou desportivos.  

Representantes dos pescadores e a Frente Parlamentar Estadual em Defesa da Pesca (FPESCA), coordenada pelo deputado Cabo Almi (PT), estarão reunidos ainda nesta manhã com o secretário de Estado de Governo e Gestão Estratégica (Segov), Eduardo Riedel, para debater o assunto. “Desde o início deste ano, estamos realizando audiências públicas para discutir a cota zero. Vamos apresentar a situação dos pescadores para que seja revisto o Decreto”, afirmou Almi.

A advogada do Movimento Não a Cota Zero, Étila Guedes, informou na tribuna que os pescadores estão passando necessidades e os pequenos empresários já somam mais de 60% de prejuízos. “Os pescadores profissionais estão sem trabalho, os amadores desapareceram das cidades e os empresários estão endividados. A cota zero só trouxe prejuízos e pedimos socorro. Defendemos uma nova legislação que preserve os rios, aumente o estoque de peixes, proteja a economia local, mantenha empregos e não criminalize os pescadores”, disse Étila.

Os pescadores querem que o Estado atenda o Ministério Público Federal, que recomendou a suspensão dos efeitos do Decreto Estadual temporariamente, até a aprovação de novo texto, resultante das atividades conjuntas de Grupo de Trabalho voltado para a transparência do debate, participação da população e grupos sociais afetados, pesquisa e levantamentos de dados técnicos.

Herculano Borges (Solidariedade), Zé Teixeira (DEM), Lidio Lopes (PATRI), Evander Vendramini (PP), Onevan de Matos (PSDB), Neno Razuk (PTB), Marçal Filho (PSDB), Renato Câmara (MDB) e Felipe Orro (PSDB) posicionaram-se contra a cota zero e defenderam a redução gradativa para não impactar a cadeia produtiva da pesca.   (assessoria Assembleia Legislativa)

Deixe seu Comentário

Leia Também

Procon diz que ceia de natal douradense está mais cara
Pesquisa

Procon diz que ceia de natal douradense está mais cara

11/12/2019 20:48
Procon diz que ceia de natal douradense está mais cara
Indústria recebe certificado e vai vender Linguiça de Maracaju para todo o Brasil
Tradição

Indústria recebe certificado e vai vender Linguiça de Maracaju para todo o Brasil

11/12/2019 20:36
Indústria recebe certificado e vai vender Linguiça de Maracaju para todo o Brasil
Diário Oficial

Instrução estabelece padrão de qualidade para a cerveja

11/12/2019 17:15
Procon encontra picanha a R$ 28,99 e R$ 60,99, diferença de 110%
Pesquisa

Procon encontra picanha a R$ 28,99 e R$ 60,99, diferença de 110%

11/12/2019 10:39
Procon encontra picanha a R$ 28,99 e R$ 60,99, diferença de 110%
Valor médio do litro de leite de janeiro a outubro de 2019 cai 2,23%
Rural

Valor médio do litro de leite de janeiro a outubro de 2019 cai 2,23%

10/12/2019 21:14
Valor médio do litro de leite de janeiro a outubro de 2019 cai 2,23%
Últimas Notícias