Dourados – MS quarta, 27 de outubro de 2021
Dourados
31º max
19º min
Ranking Valor Econômico
Economia

Lojistas esperam faturar mais neste Dia das Crianças

Expectativa é ampliar as vendas com relação ao ano passado, quando o movimento foi considerado fraco; lojistas reforçaram estoques e intensificaram campanhas de divulgação para atrair clientela

10 Out 2021 - 13h00Por Ana Paula Amaral
Lojas já estão com intenso movimento a procura de itens como brinquedos, roupas, livros e acessórios infantis, no centro da cidade - Crédito: Cido CostaLojas já estão com intenso movimento a procura de itens como brinquedos, roupas, livros e acessórios infantis, no centro da cidade - Crédito: Cido Costa

As lojas de brinquedos e artigos infantis de Dourados já começaram a perceber um aumento no movimento nos últimos dias. Com a proximidade do Dia das Crianças, comemorado na próxima terça-feira, 12 de outubro, já é intenso o movimento à procura de itens como brinquedos, roupas, livros e acessórios infantis. A expectativa é reparar as perdas registradas no ano passado, quando as vendas foram consideradas fracas para esta data. No Estado, a expectativa é que o Dia das Crianças movimente mais de R$ 135 milhões na economia local.

Segundo dados do Instituto de Pesquisa da Fecomércio-MS (Federação do Comércio do Estado de Mato Grosso do Sul), somente em Dourados a expectativa de movimentação é de R$ 11,1 milhões. De acordo com a pesquisa, 59% dos douradenses pretendem comprar presentes neste ano, com preço médio de R$ 139,51. Somente com a compra de presentes, a data deve injetar mais de R$ 9,8 milhões na economia local.

Os presentes que devem ser escolhidos pela maioria dos pais, avós e familiares são brinquedos (48%), roupas (30%), sapatos (7%), celular (1,5%), videogame (1,3%), livro (1,2%) e instrumento musical (0,38%).

Como o dia 12 de outubro é feriado de Nossa Senhora Aparecida, o comércio de Dourados estará fechado. Para compensar o fechamento e favorecer as vendas, as lojas irão abrir no domingo (10), das 9h às 18h. Na segunda-feira (11), feriado de divisão do Estado, o comércio funcionará normalmente, das 8h às 18h. 

A cirurgiã-dentista Fabiana Matos de Oliveira, 42, deve aproveitar o final de semana para comprar os presentes dos filhos, de 12 e 10 anos de idade. Embora não tenha decidido o presente, já sabe que provavelmente serão brinquedos ou artigos eletrônicos. “Eles crescem mas quando chega esta data, todo mundo se considera criança”, brinca ela. A douradense pretende gastar no máximo R$ 300 com os dois presentes, e também pretende fazer uma comemoração especial com os filhos. “Geralmente nós saímos para fazer algum programa juntos, comer algo que eles gostem e passar um tempo de qualidade em família. Estarei de folga, então é ótimo que seja feriado neste dia porque podemos aproveitar bastante”, acrescenta.

Expectativa positiva
Entre os lojistas, a expectativa para esta data é bastante positiva. O presidente da Aced (Associação Comercial e Empresarial de Dourados), Nilton Santos, lembrou que, além do Dia das Crianças, o comércio local também se prepara para o Torra Estoque, considerada a maior liquidação conjunta e articulada do Estado. “Durante todo o ano, os lojistas vão se preparando para este momento. A ação, além de garantir descontos especiais para a população, apoia os pequenos negócios, seja zerando os estoques parados ou possibilitando a renovação das mercadorias para as datas comemorativas de fim de ano”, afirmou.

A empresária Alessandra Barbosa Peracchia, proprietária de uma loja de roupas, brinquedos e acessórios para bebês e crianças, está bastante otimista. “Investimos em brinquedos e acessórios e decoramos a loja com balões para chamar a atenção e ficar bem alegre”, afirma a lojista, que espera um incremento nas vendas de pelo menos 10% com relação ao ano passado. “O Dia das Crianças é um ótimo período para vendas. As vovós, madrinhas e tias já começaram a procurar tanto vestuário quanto brinquedos”, complementa.

Cleiton Ferreira da Silva, gerente de uma loja de utilidades domésticas e brinquedos, também afirma que o movimento já é maior desde o início da semana. Segundo ele, a loja investiu pesado em campanhas de divulgação e reforçou os estoques de brinquedos para atender à demanda nesta data. “Em 2020 as vendas não foram boas, então nossa expectativa é vender mais, especialmente os brinquedos para crianças menores”, garante.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Custo da construção sobe 0,80% em outubro, informa FGV
Economia

Custo da construção sobe 0,80% em outubro, informa FGV

26/10/2021 13:00
Custo da construção sobe 0,80% em outubro, informa FGV
Economia

Preços de gasolina e diesel aumentam hoje nas refinarias

26/10/2021 08:00
Economia

Mercado prevê que taxa básica de juros feche o ano em 8,75%

25/10/2021 15:00
Jucems tem melhor resultado na abertura de empresas das duas últimas décadas
Economia

Jucems tem melhor resultado na abertura de empresas das duas últimas décadas

25/10/2021 08:00
Jucems tem melhor resultado na abertura de empresas das duas últimas décadas
Economia

Petrobras diz que não há perspectiva para estabilização do preço dos combustíveis

22/10/2021 16:00
Últimas Notícias