Dourados – MS quarta, 22 de maio de 2024
20º
Economia

Dólar sobe para R$ 5,12 com inflação nos EUA e tensões geopolíticas

Bolsa cai 1,14% e atinge menor nível em quatro meses

12 Abr 2024 - 17h55Por Wellton Máximo*, Agência Brasil - Brasília
Dólar sobe para R$ 5,12 com inflação nos EUA e tensões geopolíticas
 - Crédito: Valter Campanato/Agência Brasil Crédito: Valter Campanato/Agência Brasil

O pessimismo com a inflação nos Estados Unidos e tensões geopolíticas no Oriente Médio fizeram o mercado financeiro ter um dia de nervosismo global. O dólar voltou a fechar no maior valor em seis meses. A bolsa teve a terceira queda consecutiva e atingiu o nível mais baixo em quatro meses.

O dólar comercial encerrou esta sexta-feira (12) vendido a R$ 5,12, com alta de R$ 0,031 (+0,61%). A cotação abriu acima de R$ 5,10 e passou a disparar durante toda a sessão. Na máxima do dia, por volta das 12h15, a moeda encostou em R$ 5,15.

A divisa está no maior nível desde 13 de outubro do ano passado. Apenas nesta semana, o dólar subiu 1,1%, acumulando alta de 2,11% em abril e de 5,43% em 2024.

No mercado de ações, o dia também foi tenso. O índice Ibovespa, da B3 (Bolsa de Valores), fechou aos 125.946 pontos, com queda de 1,14%. O indicador está no menor nível desde 6 de dezembro.

Inflação nos Estados Unidos

Por mais um dia, o mercado financeiro global reagiu aos dados de inflação nos Estados Unidos, divulgados ao longo da semana. Apesar de a inflação ao produtor em março vir abaixo das expectativas, a inflação ao consumidor veio acima do esperado, o que praticamente anulou as chances de o Federal Reserve (Fed, Banco Central norte-americano) começar a reduzir os juros básicos em junho.

Taxas altas em economias avançadas estimulam a fuga de capitais de países emergentes, como o Brasil, pressionando o dólar e a bolsa. Os investidores migram para os títulos do Tesouro norte-americano, considerados os investimentos mais seguros do planeta. Por enquanto, esse movimento está atrelado ao dólar. O euro comercial recuou 0,23%, vendido a R$ 5,448, após o Banco Central Europeu anunciar que pretende baixar os juros em junho.

Paralelamente, as tensões no Oriente Médio conturbaram o mercado financeiro global. A expectativa de que o Irã retalie o ataque de Israel à embaixada iraniana em Damasco, na Síria, ampliou os temores de que o conflito na Faixa de Gaza ganhe escala regional.

*Com informações da Reuters

Deixe seu Comentário

Leia Também

Grito da Terra aponta diferença da agricultura familiar do agronegócio
Economia

Grito da Terra aponta diferença da agricultura familiar do agronegócio

21/05/2024 23:00
Grito da Terra aponta diferença da agricultura familiar do agronegócio
Tragédia no RS: Deputados lamentam desinformação e elogiam solidariedade
ALEMS

Tragédia no RS: Deputados lamentam desinformação e elogiam solidariedade

21/05/2024 22:45
Tragédia no RS: Deputados lamentam desinformação e elogiam solidariedade
Senai realiza primeira reunião do Comitê Técnico da Escola Florestal para debater mão de obra
Três Lagoas

Senai realiza primeira reunião do Comitê Técnico da Escola Florestal para debater mão de obra

21/05/2024 21:30
Senai realiza primeira reunião do Comitê Técnico da Escola Florestal para debater mão de obra
Conab suspende leilão para compra de 104 mil toneladas de arroz polido
Economia

Conab suspende leilão para compra de 104 mil toneladas de arroz polido

21/05/2024 18:00
Conab suspende leilão para compra de 104 mil toneladas de arroz polido
Exportação de industrializados de MS em abril atinge US$ 492 milhões
Economia

Exportação de industrializados de MS em abril atinge US$ 492 milhões

21/05/2024 06:15
Exportação de industrializados de MS em abril atinge US$ 492 milhões
Últimas Notícias