Dourados – MS sábado, 18 de maio de 2024
25º
Economia

Dólar chega a R$ 5,32 e atinge maior valor em cinco meses

Bolsa de valores sobe 0,42% e tem leve recuperação

01 Jul 2022 - 20h50Por wellton Melo, Agência Brasil*
A cotação está no maior nível desde 4 de fevereiro, quando também estava em R$ 5,32 - Crédito: Valter Campanato/Agência BrasilA cotação está no maior nível desde 4 de fevereiro, quando também estava em R$ 5,32 - Crédito: Valter Campanato/Agência Brasil

Em mais um dia de tensões domésticas e internacionais, o dólar superou a barreira de R$ 5,30 e fechou no maior valor desde o início de fevereiro. Após três quedas consecutivas, a bolsa de valores teve leve recuperação e conseguiu subir no acumulado da semana.

O dólar comercial encerrou esta sexta-feira (1º) vendido a R$ 5,321, com alta de R$ 0,086 (+1,65%). A cotação chegou a ficar abaixo de R$ 5,30 no início da tarde, mas a tendência de subida se consolidou perto do fim das negociações, com o aumento do pessimismo no mercado financeiro.

A cotação está no maior nível desde 4 de fevereiro, quando também estava em R$ 5,32. Com a alta de hoje, a queda da moeda norte-americana em 2022 caiu para 4,57%. Apenas nesta semana, a divisa valorizou-se 1,33%.

O mercado de ações teve um dia menos tenso. O índice Ibovespa, da B3, fechou aos 98.954 pontos, com alta de 0,42%, sustentado pela compra de ações que ficaram muito baratas nos últimos dias. Os ganhos de hoje fizeram o indicador encerrar a semana com alta de 0,29%, a primeira valorização após quatro semanas seguidas de queda.

A sexta-feira foi turbulenta tanto no mercado interno quanto no externo. No plano internacional, o dólar voltou a subir ante as principais moedas do planeta, apoiado em temores de que os Estados Unidos e diversas economias avançadas entrem em recessão por causa do aumento dos juros para conter a inflação global.

No Brasil, os investidores repercutiram a aprovação, ontem (30), pelo Senado da proposta de emenda à Constituição que aumenta benefícios sociais e cria auxílios para lidar com os efeitos da alta dos combustíveis. Mudanças de última hora elevaram o impacto fiscal do texto de R$ 38,75 bilhões para R$ 41,25 bilhões apenas no segundo semestre.

*Com informações da Reuters

Deixe seu Comentário

Leia Também

MS teve a 5ª menor taxa de desocupação do Brasil durante o primeiro trimestre de 2024
Economia

MS teve a 5ª menor taxa de desocupação do Brasil durante o primeiro trimestre de 2024

18/05/2024 12:00
MS teve a 5ª menor taxa de desocupação do Brasil durante o primeiro trimestre de 2024
Agronegócio bate recorde de exportações em abril, com US$ 15,24 bilhões
Balança comercial

Agronegócio bate recorde de exportações em abril, com US$ 15,24 bilhões

17/05/2024 17:30
Agronegócio bate recorde de exportações em abril, com US$ 15,24 bilhões
Taxa de desemprego fica em 7,9%; índice é o menor em 10 anos
Economia

Taxa de desemprego fica em 7,9%; índice é o menor em 10 anos

17/05/2024 15:00
Taxa de desemprego fica em 7,9%; índice é o menor em 10 anos
Caixa começa a pagar Bolsa Família de maio
Economia

Caixa começa a pagar Bolsa Família de maio

17/05/2024 10:45
Caixa começa a pagar Bolsa Família de maio
MS é terra de oportunidade para quem busca uma mudança de vida
Economia

MS é terra de oportunidade para quem busca uma mudança de vida

17/05/2024 06:15
MS é terra de oportunidade para quem busca uma mudança de vida
Últimas Notícias