Dourados – MS segunda, 04 de julho de 2022
Dourados
32º max
15º min
Cotidiano

Crianças do Rede Solidária recebem orientações para o bom uso da energia elétrica

Acompanhando uma turma de alunos, a orientadora do coral do programa, professora Carla Coronel, se surpreendeu com a interação das crianças

23 Jun 2022 - 09h30Por Deise Helena, Rede Solidária
A iniciativa é realizada pela empresa principalmente em comunidades com vulnerabilidade socia - Crédito: Pablo PachecoA iniciativa é realizada pela empresa principalmente em comunidades com vulnerabilidade socia - Crédito: Pablo Pacheco

Adolescentes e crianças assistidas pelo Programa Rede Solidária, desenvolvido pelo Governo do Estado e gerido pela Secretaria de Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho (Sedhast), receberam orientações sobre o bom uso da energia elétrica através do projeto “Nossa Energia”, oferecido pela Energisa.

A iniciativa é realizada pela empresa principalmente em comunidades com vulnerabilidade social para estimular boas práticas de consumo nas residências e o combate ao desperdício de energia elétrica, e também realizar palestras educacionais e eventos culturais como meio de conscientizar as pessoas para uma mudança de hábito.

“Aqui com as crianças focamos nos riscos energéticos, como os perigos de choque ao mexer em cabos, puxar tomadas, cuidados dentro de casa, e também nas formas de geração de energia  solar, por hidrelétrica, eólica. Outro ponto importante e que chamou a atenção de todos, foi a parte de conscientização da importância de economizar energia”, explica Marcos Manuel, palestrante do projeto.

Acompanhando uma turma de alunos, a orientadora do coral do programa, professora Carla Coronel, se surpreendeu com a interação das crianças. “Os meninos se interessaram bastante principalmente pelas novas formas de gerar energia. Até eu conheci informações que não sabia, uma oportunidade muito interessante para conscientizar os pequenos e os adultos sobre o uso da energia”.

Para a aluna Jennifer Beatriz, de 8 anos, as orientações sobre os riscos de choque chamou mais atenção. “Tenho uma irmã que está começando a engatinhar e aprendi que é muito perigoso deixar colocar o dedo na tomada, vou ajudar minha mãe a cuidar dela”.

Quem também aprendeu novas práticas foi a aluna Emanuelle Carvalho, de 9 anos. “Aprendi que todo mundo precisa de energia por isso temos que economizar, e ter muito cuidado para não levar choque”.

“Eu já sabia que é possível gerar energia pelo sol, em uma chácara da minha família tem placas solares, foi muito legal ver como é que estamos economizando e produzindo energia lá na chácara”, contou a aluna Ana Gabriely, de 9 anos.

A ação também ofereceu uma sessão cultural com cinema e atividades para as crianças e adolescentes assistidos pelo programa.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Com 100% dos internos ocupados, sobram vagas em convênios na Colônia Penal de Três Lagoa
Trabalho

Com 100% dos internos ocupados, sobram vagas em convênios na Colônia Penal de Três Lagoa

03/07/2022 16:45
Com 100% dos internos ocupados, sobram vagas em convênios na Colônia Penal de Três Lagoa
Em dois meses, 27 países fincaram suas bandeiras no Bioparque Pantanal
Cotidiano

Em dois meses, 27 países fincaram suas bandeiras no Bioparque Pantanal

03/07/2022 15:15
Em dois meses, 27 países fincaram suas bandeiras no Bioparque Pantanal
Como evitar acidentes com as crianças no período de lazer
Férias

Como evitar acidentes com as crianças no período de lazer

03/07/2022 13:15
Como evitar acidentes com as crianças no período de lazer
Alagoas tem 50 municípios em emergência por causa das chuvas
Brasil

Alagoas tem 50 municípios em emergência por causa das chuvas

03/07/2022 13:00
Alagoas tem 50 municípios em emergência por causa das chuvas
Morre, no Rio, aos 88 anos, autor da Lei Rouanet
Cotidiano

Morre, no Rio, aos 88 anos, autor da Lei Rouanet

03/07/2022 12:27
Morre, no Rio, aos 88 anos, autor da Lei Rouanet
Últimas Notícias