Dourados – MS quinta, 06 de maio de 2021
Dourados
20º max
11º min
Cidades

‘Represa’ mal feita inunda residência

04 Abr 2011 - 02h25
Represa recebe enxurrada da rodovia e transborda para casa de família - Crédito: Foto : Hedio FazanRepresa recebe enxurrada da rodovia e transborda para casa de família - Crédito: Foto : Hedio Fazan
DOURADOS – Uma represa mal feita que recebe parte da água de chuva que escorre da rodovia MS-156 tem causado transtorno a família de Geni de Souza Martins, 65 anos. Ela é indígena e mora junto ao filho e a neta de frente às margens da rodovia. Neste final de semana a família foi surpreendida com a forte chuva que caiu na cidade. A grande quantidade de água encheu a represa que veio a transbordar para dentro da casa de Geni. Ela mora há dez metros da represa.

O problema começou após a MS-156 ganhar duplicação. Antes disso era tudo normal, conforme relata a moradora. “Moro há 15 anos nessa casa e nada disso acontecia. Agora, a cada forte chuva que cai é um desespero. Eu e meu filho temos que ficar atentos na represa”, disse a indígena Geni.

O maior drama vivido pela família aconteceu na madrugada de sábado. Por volta de 1h a represa transbordou e toda a água invadiu a casa. “Tentamos segurar a porta, mas não teve como. A água veio com tanta força que saiu arrastando o que tinha pela frente”, descreve Márcio de Souza, filho de Geni.

Eles perderam o pouco de móveis que tinha dentro da casa. Algumas mobílias Márcio está pagando. “É ruim de mais. A gente trabalha o mês inteiro para conseguir comprar alguma coisa e quando consegue acontece uma coisa dessa”, lamenta o jovem.

A represa está localizada ao lado da rotatória que dá acesso às aldeias Jaguapiru e Bororó. Trata-se de uma pequena lagoa bem aos fundos da casa de Geni. Por estar localizado numa área baixa recebe ainda enxurrada das aldeias. Somado a enxurrada do asfalto da rodovia, a represa transborda.
Neste final de semana a família teve bastante trabalho para retirar a lama que atingiu uma altura de quase um metro. Os poucos móveis que sobraram foram levados para a casa de parentes, local onde os indígenas estão pernoitando.

Eles temem uma nova forte chuva. “ Se isso acontecer é perigoso que leve até a casa”, diz Geni. Ela critica os engenheiros responsáveis pela duplicação da rodovia. “Quando eles estavam trabalhando na duplicação chegamos a falar sobre a cheia que poderia ocorrer na represa. Eles garantiram que nada iria acontecer. Hoje o que vemos é o inverso”, lamenta a indígena.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Relicitação da Malha Oeste avança com nove empresas aptas para consultoria técnica
Cidades

Relicitação da Malha Oeste avança com nove empresas aptas para consultoria técnica

05/05/2021 18:00
Relicitação da Malha Oeste avança com nove empresas aptas para consultoria técnica
Uso de luzes em motocicletas: veja novas regras
Trânsito

Uso de luzes em motocicletas: veja novas regras

05/05/2021 16:00
Uso de luzes em motocicletas: veja novas regras
Economia

Projeto Garimpo já identificou mais de R$ 3 bilhões esquecidos em contas judiciais

05/05/2021 13:00
Prefeitura autoriza comerciantes a usarem calçadas para exposição de produtos
Dourados

Prefeitura autoriza comerciantes a usarem calçadas para exposição de produtos

05/05/2021 08:00
Prefeitura autoriza comerciantes a usarem calçadas para exposição de produtos
Decreto estabelece toque de recolher das 22h às 5h desta quarta até domingo
Dourados

Decreto estabelece toque de recolher das 22h às 5h desta quarta até domingo

05/05/2021 07:30
Decreto estabelece toque de recolher das 22h às 5h desta quarta até domingo
Últimas Notícias