Dourados – MS sexta, 30 de julho de 2021
Dourados
18º max
min
Cidades

Fundação destaca realizações para as artes

06 Jan 2011 - 19h30
Titãs comemorou os três anos de sucesso do MS Canta Brasil 
 - Crédito: Foto: DivulgaçãoTitãs comemorou os três anos de sucesso do MS Canta Brasil - Crédito: Foto: Divulgação
Com grandes projetos realizados em 2010, como MS Canta Brasil, Festival América do Sul e Festival de Inverno de Bonito, a Fundação de Cultura do governo do Estado de Mato Grosso do Sul, fez um balanço das atividades que ajudaram a desenvolver as artes e a cultura do Estado no ano que passou.

Para o presidente Américo Calheiros, as ações, programas e projetos desenvolvidos pela Fundação de Cultura foram altamente positivos e colocaram a cultura de Mato Grosso do Sul em destaque.“É importante ressaltar também projetos que levaram a arte e a cultura sul-matogrossense além das fronteiras do Estado e do país”, revela.

O projeto MS Canta Brasil, levou em novembro uma caravana artística com música, artesanato e artes plásticas de Mato Grosso do Sul aos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. O evento tem uma média de público de 34 mil pessoas, e o recorde absoluto é do carioca Seu Jorge, que em agosto de 2009 levou 85 mil pessoas para o MS Canta Brasil.

Também se destacaram projetos educacionais, como o Espaço da Poesia, e os encontros do Programa Nacional de Incentivo à Leitura (Proler) estadual e da região Centro-Oeste, entre outros. O lançamento do Kit de Difusão Musical, em parceria com a Fundação de Turismo de Mato Grosso do Sul (Fundtur) e o projeto “Música no Pantanal” também abriram novas perspectivas para a difusão cultural. Nas artes plásticas, as Temporadas de Exposição do Museu de Arte Contemporânea (Marco) e da Galeria Wega Nery (Centro Cultural José Octávio Guizzo) e a realização do 2º Salão de Artes Plásticas de MS.

A continuidade de ações sistemáticas realizadas no interior do Estado, como “Circuito Sul-Matogrossense de Teatro, Dança do Mato” e “Rota Cine MS” consolidaram a presença da Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul em mais de 50 municípios. A ampla aceitação do público a projetos que já conquistaram espaço, como “Som da Concha”, “Cena Som”, “Quarta Erudita” e “Encontro com a Música Clássica” dentre outros.

#####Demandas

Com 33 oficinas de capacitação em sua 1ª etapa, o Programa Interação realizou cursos de capacitação artística (música, teatro, dança e artes visuais), proporcionando em sua 2ª fase outros 150 cursos em nove municípios pólo do interior, atendendo uma demanda reprimida de muitos anos na formação de difusores e projetos culturais.

Após 14 anos desde a última reforma, o Centro Cultural José Octávio Guizzo começou a ser revitalizado em 2010. A obra recebeu investimentos de R$ 415 mil, com R$ 85 mil de contrapartida do governo estadual. As obras devem terminar em março. Já o Museu da Imagem e do Som (MIS), foi contemplado no edital de Modernização de Museus do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN). As obras, que começaram em 2010, prevêem a ampliação das áreas de salvaguarda do acervo e a implantação de uma sala de projeção.

Estão sendo investidos R$ 215.823,00, com contrapartida de R$ 21.582,00 do governo do Estado, na instalação de três arquivos deslizantes para todo o acervo e para a reforma da Sala de Projeção. Neste ano, a Fundação vai presentear a população com dois espaços culturais dotados de melhor infraestrutura para o desenvolvimento de suas atividades artístico-culturais e melhor atendimento ao público.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Imunização

Impacto da vacinação nos municípios de fronteira apresenta 63% de queda de casos de Covid-19 em MS

há 10 minutos atrás
Campanha

Hemosul de Naviraí realiza em agosto campanha para conseguir doação de sangue

30/07/2021 14:00
Cidades

Com apoio do Governo do Estado, usina de etanol vai gerar 150 empregos diretos e 2 mil indiretos

30/07/2021 11:00
Com 6 mil doses, Dourados baixa idade e cria “Rolêzinho da vacina” para público de 20 anos ou mais
Imunização

Com 6 mil doses, Dourados baixa idade e cria “Rolêzinho da vacina” para público de 20 anos ou mais

30/07/2021 10:00
Com 6 mil doses, Dourados baixa idade e cria “Rolêzinho da vacina” para público de 20 anos ou mais
Mato Grosso do Sul reforça as ações para prevenir incêndios
Estiagem

Mato Grosso do Sul reforça as ações para prevenir incêndios

30/07/2021 09:00
Mato Grosso do Sul reforça as ações para prevenir incêndios
Últimas Notícias