Dourados – MS terça, 04 de agosto de 2020
Dourados
31º max
15º min
Campanha Parcelamento Conta
Dourados

Elias Ishy fiscaliza Lei Emergencial e questiona prazo para Fundo Cultural

Efetivamente, o vereador quer saber se há intenção do Governo em atender esses trabalhadores e trabalhadoras

15 Jul 2020 - 13h38
Elias Ishy fiscaliza Lei Emergencial e questiona prazo para Fundo Cultural - Crédito: Arquivo Crédito: Arquivo

Nas duas últimas sessões da Câmara de Dourados (06 e 13 de julho), o vereador Elias Ishy (PT) tem enfatizado ações da área cultural, entendendo a importância da classe, ainda mais nesse momento de pandemia relacionada à Covid-19. Ele fez uma indicação a prefeitura para que sejam garantidas e implementadas de forma eficiente condições estruturais, de pessoal e de transparência para agilizar o processo de cumprimento da Lei Aldir Blanc e questionou informações referente à Lei do Fundo Municipal de Cultura.

Ishy justificou considerando a fiscalização, já que o município irá receber mais de um milhão e quatrocentos mil reais do Governo Federal para a execução da Lei de Emergência Cultural e levando em consideração que esses recursos estão chegando muito depois do início dos casos relacionados a doença no Brasil, além de que há um prazo de 60 dias para execução financeira e, caso não utilizem esse valor dentro desse período, ele pode acabar revertido ao Fundo Estadual de Cultura ou outros órgãos responsáveis pela gestão no Estado.

Ele lembrou ainda que a administração deve disponibilizar as condições para a  implementação da Lei, tendo em vista que é de conhecimento da prefeitura  que a Secretaria não conta com a infraestrutura necessária para realizar o processo, com escassa equipe técnica, administrativa  ou de apoio jurídico e contábil para a  efetivação e a execução financeira. “Precisamos que sejam eficientes para que todos sejam atendidos”, afirma o vereador.

O parlamentar relembrou ainda atividades quanto a política cultural local, com a proposta já antiga do Fórum junto ao Conselho da categoria a fim de formalizar a alteração e a implementação da Lei do Fundo Municipal de Cultura. As sugestões foram protocoladas na Procuradoria Geral em julho de 2019 após várias reuniões do grupo e até o momento seguem sem respostas.

Ishy, então, questiona se a Procuradoria chegou a avaliar o documento elaborado e se existe algum parecer sobre o assunto. Além disso, ele indaga em que situação se encontra a elaboração do Projeto de Lei que atenda às demandas apresentadas pelos profissionais da Cultura e se a prefeitura tem alguma proposta de execução da nova Lei. Efetivamente, o vereador quer saber se há intenção do Governo em atender esses trabalhadores e trabalhadoras. Para isso, ele quer a justificativa desse projeto ainda não ter sido apreciado e encaminhado à Câmara Municipal, tendo em vista que já se completou um ano da data do protocolo.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Motorista é preso por dirigir bêbado dentro do Detran
Capital

Motorista é preso por dirigir bêbado dentro do Detran

03/08/2020 19:33
Motorista é preso por dirigir bêbado dentro do Detran
PRF apreende réplicas de aparelhos celulares e relógios smart em Ponta Porã
Apreensão

PRF apreende réplicas de aparelhos celulares e relógios smart em Ponta Porã

03/08/2020 18:31
PRF apreende réplicas de aparelhos celulares e relógios smart em Ponta Porã
Alan Guedes acompanha ação ‘Eu Fui Orientado’ do Sebrae/MS
Dourados

Alan Guedes acompanha ação ‘Eu Fui Orientado’ do Sebrae/MS

03/08/2020 17:31
Alan Guedes acompanha ação ‘Eu Fui Orientado’ do Sebrae/MS
Ponta Porã

Foragido da justiça é encontrado esfaqueado no meio da rua em Ponta Porã

03/08/2020 17:00
Justiça se adapta para manter processos de adoção durante pandemia
Adoção na Pandemia

Justiça se adapta para manter processos de adoção durante pandemia

03/08/2020 16:25
Justiça se adapta para manter processos de adoção durante pandemia
Últimas Notícias