Dourados – MS segunda, 28 de setembro de 2020
Dourados
32º max
21º min
Bataguassu

Contemplados assinam contratos da casa própria em Bataguassu

11 Jul 2016 - 08h00
A assinatura dos contratos das famílias contempladas aconteceu na semana passada na cidade. - Crédito: Foto: DivulgaçãoA assinatura dos contratos das famílias contempladas aconteceu na semana passada na cidade. - Crédito: Foto: Divulgação
As famílias beneficiadas com o Programa Habitacional Financiado e Subsidiado com recursos do FGTS do Programa Carta de Crédito Associativo, em Bataguassu, assinaram na quinta-feira (7), os contratos de financiamento da casa própria.


Serão construídas 32 unidades habitacionais com 43,77 metros quadrados a serem construídas no Loteamento São Pedro e que visa atender famílias com renda familiar de R$ 1,3 mil a R$ 3.520,00 e que tenham interesse e capacidade de financiar a sua moradia em até 30% da renda para famílias sem restrições cadastrais. O valor total das moradias corresponde a R$ 68, 635 mil.


O programa é uma parceira do Governo do Estado, Governo Federal, no âmbito do Programa Minha Casa Minha Vida e município.


Para cada financiamento, o subsídio estadual varia em uma escala de valores entre R$ 4 mil a R$ 11,5 mil e é aplicado após a utilização do subsídio do FGTS, esgotada a capacidade de financiamento do pretendente. A infraestrutura custa ao Estado o valor médio de R$ 2,5 mil por unidade habitacional. O município participa, por sua vez, com a doação do terreno regularizado para a construção dos imóveis.


Durante a solenidade de assinatura, o presidente da Associação de Apoio ao Desenvolvimento Habitacional do Conesul (AADEHC), José Silva, parabenizou as famílias pela conquista da casa própria e disse que a entidade está empenhada desde o início das tramitações para a liberação dos financiamentos que foram assinados na data. "Aproveito o espaço para agradecer a participação do Governo do Estado e do município para que pudéssemos hoje estar disponibilizando essas casas. A atual administração muito se empenhou para poder oferecer uma moradia digna aos moradores de Bataguassu", disse ele.


O gerente da Caixa Econômica Federal (CEF) de Bataguassu, Amir Tadeu, adiantou que os imóveis serão construídos em um período máximo de sete meses e que todos os mutuários deverão abrir uma conta na agência da CEF para o pagamento das parcelas do financiamento. "Nesses primeiros sete meses até a construção das casas será cobrado apenas uma tarifa proporcional a renda de cada um", frisou o gerente.


A assessora especial do Governo do Estado, Dione Hashioka, que esteve representando no ato o governador do Estado de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja (PSDB) e a secretária de Estado de Habitação, Maria do Carmo Avesani Lopez, também parabenizou as famílias pela aquisição das moradias e comentou ainda que o Estado, apesar das dificuldades, desde o início da gestão tem priorizado as pessoas, com a realização de ações como a Caravana da Saúde da qual os moradores de Bataguassu foram beneficiados. "O Estado tem cuidado das pessoas e estar aqui em um momento tão importante como é o de hoje da assinatura dos contratos das suas futuras casas é muito especial. Só parabenizo a todos pela iniciativa e peço a Deus que proteja as suas famílias", finalizou ela.


No total, serão construídas um total de 164 casas financiadas, sendo 134 em Bataguassu (Loteamento Jardim São Pedro) e 30 moradias no Distrito de Nova Porto XV. A previsão é que nas próximas semanas sejam assinados mais 15 contratos de famílias residentes de Nova Porto XV.


Participaram do ato, o prefeito de Bataguassu, Pedro Arlei Caravina (PSDB), a secretária municipal de Assistência Social, Cristina Runichi; o secretário municipal de Infraestrutura, Aparecido Donizete Thomazini; o coordenador municipal de Habitação, Luciano Fernandes Gonçalves.

Feira


Representantes do Instituto Mirim participaram dia 1º em Campo Grande, da 1ª Feira de Aprendizagem de MS. O evento, promovido pelo Fórum da Aprendizagem Profissional do Ministério Público do Trabalho do Estado teve como objetivo conscientizar as empresas sobre a importância do cumprimento da cota do menor aprendiz, além de promover a intermediação entre empresas e entidades responsáveis pelos cursos de formação dos jovens.


Participaram do evento representantes do Ministério do Trabalho e do Ministério Público do Trabalho bem como empresas e entidades de todo Estado, menores do Instituto, e a pedagoga Alexandra Okidoi, Projeto pioneiro em Bataguassu, o Instituto Mirim fundado há mais de dois anos oferece aos atendidos capacitação teórica e oportunidade de inserção do jovem ao mercado de trabalho. Atualmente, 191 menores aprendizes estão contratados com a participação de 17 empresas parceiras da instituição.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Sul-mato-grossenses já podem pagar multas com desconto no aplicativo Carteira Digital de Trânsito
CNH Digital

Sul-mato-grossenses já podem pagar multas com desconto no aplicativo Carteira Digital de Trânsito

28/09/2020 16:42
Sul-mato-grossenses já podem pagar multas com desconto no aplicativo Carteira Digital de Trânsito
Mesmo com 60 mil recuperados, taxa de letalidade por Covid em Mato Grosso do Sul ainda preocupa
Covid-19

Mesmo com 60 mil recuperados, taxa de letalidade por Covid em Mato Grosso do Sul ainda preocupa

28/09/2020 13:44
Mesmo com 60 mil recuperados, taxa de letalidade por Covid em Mato Grosso do Sul ainda preocupa
Dos 19 vereadores em Dourados, 15 vão concorrer à reeleição
Política

Dos 19 vereadores em Dourados, 15 vão concorrer à reeleição

28/09/2020 13:16
Dos 19 vereadores em Dourados, 15 vão concorrer à reeleição
14 pessoas são presas durante ação da PM no final de semana
Dourados

14 pessoas são presas durante ação da PM no final de semana

28/09/2020 10:11
14 pessoas são presas durante ação da PM no final de semana
Festa com mais de 100 pessoas é interrompida pela GM
Dourados

Festa com mais de 100 pessoas é interrompida pela GM

28/09/2020 09:41
Festa com mais de 100 pessoas é interrompida pela GM
Últimas Notícias