Dourados – MS sexta, 29 de maio de 2020
Dourados
26º max
11º min
JBS (Fazer o bem)
Coronavirus

‘Estamos preparados para ver caminhões do Exército carregando corpos?’, questiona Mandetta a Bolsonaro

29 Mar 2020 - 11h07
‘Estamos preparados para ver caminhões do Exército carregando corpos?’, questiona Mandetta a Bolsonaro -

A reunião de sábado (28) entre o presidente Jair Bolsonaro e integrantes de seu primeiro escalão, a fim de tratar de estratégias de enfrentamento ao novo coronavírus, foi marcada por forte tensão. Reportagem do jornal O Estado de S. Paulo afirmou que, no encontro, o ministro Luiz Henrique Mandetta (Saúde) ergueu o tom ao apresentar diferentes cenários para a evolução da Covid-19 no país e apelou para que o presidente deixe de lado o confronto com governadores e prefeitos, criando espaço para cooperação institucional.

 

Em certo momento, Mandetta teria explicado que a morte de mil pessoas pela doença é correspondente à queda de quatro Boeings. Depois, foi além e questionou: “Estamos preparados para o pior cenário, com caminhões do Exército transportando corpos pelas ruas? Com transmissão ao vivo pela internet?”.

O tom mais pesado vai ao encontro de posicionamentos iniciais de Mandetta durante a crise, onde se mostrou um defensor das quarentenas e de outras medidas de isolamento da população para evitar a circulação do vírus. Contudo, contrasta com as declarações mais recentes, nas quais se alinhou ao discurso de Bolsonaro –abertamente a favor do fim das medidas tomadas por gestores locais, que fecharam comércios e determinaram a retomada da rotina do país em prol da atividade econômica.

Mandetta, ainda segundo o Estadão, teria pedido para o presidente criar “um ambiente favorável” para municípios, Estados e União, junto ao setor privado, agirem juntos, sobre regras e medidas únicas embasadas em critérios científicos.

Uma das propostas do ministro da Saúde, inclusive, seria a criação de uma Central de Equipamentos e Pessoal para o remanejamento de leitos, respiradores e equipes de saúde de um Estado a outro rapidamente. O Ministério da Saúde já centralizou a compra de insumos e equipamentos para tratamento contra o coronavírus.

Saída

Em outro momento da reunião, Mandetta pediu que Bolsonaro deixe de menosprezar a gravidade da doença e não dê declarações polêmicas, como insistir pegar um metrô ou ônibus em São Paulo –como teria dito em entrevista.

O ministro afirmou que, em situações assim, veria-se obrigado a criticar o presidente que, em resposta, afirmou que, caso isso ocorra, demitirá Mandetta. (Com Midiamax)

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Covid-19

Brasil registra 177.604 pessoas curadas do coronavírus

há 1 minuto atrás
Senadores querem entrada do Brasil em grupo da OMS que busca vacina contra covid-19
Covid-19

Senadores querem entrada do Brasil em grupo da OMS que busca vacina contra covid-19

28/05/2020 19:00
Senadores querem entrada do Brasil em grupo da OMS que busca vacina contra covid-19
Maia defende retomada do caminho do diálogo e do respeito institucional
Brasil

Maia defende retomada do caminho do diálogo e do respeito institucional

28/05/2020 17:49
Maia defende retomada do caminho do diálogo e do respeito institucional
Brasil

Clubes e Confederação cancelam Brasileiro Masculino de Rugby XV

28/05/2020 16:10
Adoção de animais domésticos é opção em meio ao isolamento social
Adoção de Pets

Adoção de animais domésticos é opção em meio ao isolamento social

28/05/2020 15:31
Adoção de animais domésticos é opção em meio ao isolamento social
Últimas Notícias