Dourados – MS sexta, 05 de março de 2021
Dourados
30º max
21º min
Influx
ESPORTES

Sem Neymar, seleção fecha lista para Copa América

28 Abr 2016 - 07h58
Sem Neymar, seleção fecha lista para Copa América. - Crédito: Foto: DivulgaçãoSem Neymar, seleção fecha lista para Copa América. - Crédito: Foto: Divulgação
A CBF (Confederação Brasileira de Futebol) definiu, nesta quarta-feira (27), a pré-convocação da seleção brasileira para a Copa América Centenário, que será disputada entre os dias 3 e 26 de junho, nos Estados Unidos. A reunião contou com as presenças do técnico Dunga, de seu auxiliar técnico, Andrey Lopes, e do coordenador de seleções, Gilmar Rinaldi.

A regra do torneio requer que todas as seleções enviem uma lista para a Conmebol até o próximo dia 29, com 40 nomes. Depois, no dia 5 de maio, Dunga divulgará os 23 escolhidos entre eles, sendo que três, obrigatoriamente, serão goleiros. Uma eventual troca por lesão seria feita entre os 40 pré-inscritos mediante apresentação de laudo médico.

A seleção brasileira inicia os treinos em Los Angeles, nos Estados Unidos, no dia 23 de maio. A estreia está marcada para o dia 4 de junho, contra o Equador. Os outros adversários serão o Haiti, dia 8, e o Peru, no dia 12.

O principal mistério da lista fica por conta da presença dos olímpicos. A ideia de Dunga é contar com alguns nomes de menos de 23 anos e que estejam nos planos para disputar os Jogos no Rio, em agosto. O plano serve para que os atletas já se ambientem com seu estilo de trabalho.

Coube a Gilmar Rinaldi iniciar as conversas com os clubes envolvidos para evitar desgaste. Afinal, os times dos convocados ficarão sem seus atletas entre os dias 23 de maio e 26 de junho e também durante o mês de agosto.

A principal ausência será a de Neymar. Apesar das insistentes tentativas e de planos para trabalho em conjunto, a CBF não conseguiu convencer o Barcelona para a liberação do atleta para as duas competições. Por isso, ele jogará apenas as Olimpíadas.

Outro jogador que gera dúvida quanto à presença é Marcelo. Em entrevista ao UOL Esporte, Dunga alfinetou o lateral esquerdo por sua conduta e sua presença passou a ser dúvida. Thiago Silva e Jefferson viveram casos parecidos.

Deixe seu Comentário