Dourados – MS domingo, 20 de setembro de 2020
Dourados
27º max
16º min
Pets

Sem obter documentos, CPI do HSBC terminará mais cedo em 2016

07 Jan 2016 - 09h20
Durante seu funcionamento, a CPI do HSBC realizou 12 reuniões. - Crédito: Foto: Marcos Oliveira/Agência SenadiDurante seu funcionamento, a CPI do HSBC realizou 12 reuniões. - Crédito: Foto: Marcos Oliveira/Agência Senadi
Primeira comissão de inquérito instalada no Senado na legislatura atual, a CPI do HSBC inicia 2016 com a expectativa de ser logo encerrada. A CPI não conseguiu acesso à documentação que já fundamenta investigações em curso sobre o caso no Brasil e na França. Sendo assim, os senadores decidiram antecipar a apresentação do relatório final e adiantar o término dos trabalhos.


A CPI foi criada em março para apurar contas bancárias não declaradas de cidadãos brasileiros na filial do HSBC em Genebra, na Suíça. O banco é acusado de ter facilitado a evasão de divisas para clientes de diversas nacionalidades entre 2005 e 2007. Estima-se que U$ 7 bilhões tenham deixado o Brasil sem prestação de contas no período. O esquema foi denunciado por um ex-funcionário do HSBC, o analista de sistemas Hervé Falciani, e é alvo de investigações na França e no Brasil.


O grande objetivo da CPI era obter a lista de correntistas brasileiros. O Ministério da Justiça e a Procuradoria-Geral da República possuem cópias do documento, mas não puderam disponibilizá-lo porque não houve autorização das autoridades francesas. Falciani, que participou de uma audiência pública por videoconferência, também não compartilhou a relação de nomes — o ex-funcionário chegou a ser acusado pelo senador Ciro Nogueira (PP-PI) de tentar obter vantagens financeiras com os dados.


Além da impossibilidade de obter os nomes dos correntistas envolvidos, a CPI desistiu de quebrar sigilos bancários e fiscais de algumas pessoas que eram suspeitas de participação em operações irregulares no HSBC suíço. Sem essas medidas, a comissão ficou sem documentação para embasar a condução de investigações próprias.


A partir de um requerimento do senador Davi Alcolumbre (DEM-AP), os membros da CPI decidiram antecipar o encerramento das atividades, que estava previsto para abril. Uma nova data será determinada quando a CPI voltar a se reunir em 2016. Para o presidente, senador Paulo Rocha (PT-PA), foram feitos todos os esforços possíveis. Já o vice-presidente, senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) — que tomou a iniciativa de criar a CPI —, classificou o fim prematuro como “lamentável” e “melancólico” e disse que a CPI causou seus próprios problemas.


Durante seu funcionamento, a CPI do HSBC realizou 12 reuniões deliberativas e 7 audiências públicas. Entre as pessoas ouvidas, estiveram Hervé Falciani, o presidente do HSBC no Brasil, André Brandão, e o secretário da Receita Federal, Jorge Rachid. O relatório final, do senador Ricardo Ferraço (PMDB-ES), será enviado para o Ministério Público Federal, a Polícia Federal e a Receita Federal, órgãos que já conduzem investigações sobre o caso HSBC.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Prefeitura arcará com castração e vacinas de gatos e cães acolhidos
Em MS

Prefeitura arcará com castração e vacinas de gatos e cães acolhidos

17/09/2020 09:23
Prefeitura arcará com castração e vacinas de gatos e cães acolhidos
Projeto obriga síndico a comunicar maus-tratos de animais em condomínios
Brasil

Projeto obriga síndico a comunicar maus-tratos de animais em condomínios

15/09/2020 11:33
Projeto obriga síndico a comunicar maus-tratos de animais em condomínios
“Muita gente desconta no animal, como se ele tivesse culpa”, diz criadora de abrigo
Cães abandonados

“Muita gente desconta no animal, como se ele tivesse culpa”, diz criadora de abrigo

13/09/2020 09:05
“Muita gente desconta no animal, como se ele tivesse culpa”, diz criadora de abrigo
Senado aprova aumento de pena para agressores de cães e gatos
Maus-tratos

Senado aprova aumento de pena para agressores de cães e gatos

10/09/2020 13:38
Senado aprova aumento de pena para agressores de cães e gatos
Tutores de animais de estimação devem ficar atentos a produtos de limpeza
Pets

Tutores de animais de estimação devem ficar atentos a produtos de limpeza

03/09/2020 12:03
Tutores de animais de estimação devem ficar atentos a produtos de limpeza
Últimas Notícias