Dourados – MS quinta, 13 de maio de 2021
Dourados
26º max
14º min
Pets

Impostômetro atinge R$ 800 bilhões amanhã

20 Jul 2011 - 22h49
O impostômetro tinha atingio na tarde de ontem a marca de R$ 793,1 bilhões - Crédito: Foto: ReproduçãoO impostômetro tinha atingio na tarde de ontem a marca de R$ 793,1 bilhões - Crédito: Foto: Reprodução
São Paulo - O Impostômetro atingirá R$ 800 bilhões em tributos pagos pelo contribuinte brasileiro nesta sexta-feira, 31 dias antes de a mesma marca ser atingida no ano passado - 22 de agosto. De acordo com o Instituto Brasileiro de Planejamento Tributário (IBPT), a antecipação mostra que a arrecadação de impostos no País vem crescendo ano a ano. Os R$ 800 bilhões foram atingidos em 2009 no dia 8 de outubro e em 2008 no dia 7 do mesmo mês. A previsão da entidade é de que a arrecadação com tributos em 2011 chegue a R$ 1,4 trilhão, cerca de R$ 200 bilhões a mais que em 2010.

O Impostômetro foi criado há seis anos pelo Instituto Brasileiro de Planejamento Tributário e é mantido pela Associação Comercial de São Paulo - ACSP, Segundo o coordenador de estudos do IBPT, Gilberto Luiz do Amaral, o sistema tributário brasileiro está "excessivamente" voltado para taxar o consumo, ao contrário, segundo ele, dos países desenvolvidos, onde os impostos recaem sobre a renda e o patrimônio. "Em tudo o que fazemos, desde o momento em que acordamos, estamos pagando impostos", disse. Ele lembrou que em todos os meses deste ano a arrecadação do governo federal bateu recordes.

Para Amaral, o agravante no Brasil é que o governo falha nas áreas de saúde, educação e segurança pública, para onde a verba arrecadada com impostos deveria ser canalizada. "A carga tributária nada mais é do que o preço que se paga pelo serviço público e, se no Brasil paga-se muito, o contribuinte deve exigir um serviço de qualidade", afirmou.


O Impostômetro é um sistema de acompanhamento das receitas tributárias que considera todos os valores arrecadados pelas três esferas de governo em impostos, taxas e contribuições, incluindo as multas, juros e correção monetária.


“Em todos os meses deste ano a arrecadação de impostos do governo federal bateu recordes, e os dados do semestre divulgados pela Receita Federal mostram crescimento real de 12,7%, com um aumento de R$ 77,068 bilhões sobre 2010; é de se lamentar que um incremento tão expressivo da arrecadação fiscal não esteja sendo utilizado para a eliminação do déficit público ou para a realização de investimentos indispensáveis”, disse o presidente da ACSP, Rogério Amato.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Rússia produz primeiro lote de vacina contra covid-19 para animais
Ciência e Medicina

Rússia produz primeiro lote de vacina contra covid-19 para animais

30/04/2021 11:30
Rússia produz primeiro lote de vacina contra covid-19 para animais
Abandono de animais aumenta na pandemia e bichos não encontram lares
Dia a Dia

Abandono de animais aumenta na pandemia e bichos não encontram lares

30/01/2021 10:25
Abandono de animais aumenta na pandemia e bichos não encontram lares
Últimas Notícias