Dourados – MS sábado, 10 de abril de 2021
Dourados
35º max
22º min
Influx - Campanha 2021
Variedades

Empresas de telefonia podem lucrar com novo parquímetro em Dourados

15 Mar 2016 - 09h15
Atendimento ao novo parquímetro através das monitoras.
Foto: Carlos Augusto - Atendimento ao novo parquímetro através das monitoras. Foto: Carlos Augusto -
Quem utilizou o "velho" parquímetro, não gostou muito das mudanças do novo sistema de estacionamento rotativo, onde irá funcionar por smartphone, algumas empresas de telefonia deverão lucrar com o novo sistema.

O condutor pode ficar até duas horas em cada vaga, mas renovando o "aluguel" de trinta em trinta minutos. Após o vencimento do prazo determinado, o condutor poderá receber uma multa de até R$ 85.

Até o atual momento, 1.219 vagas estão disponíveis para os motoristas, mas algumas delas serão reajustadas para melhor funcionamento.

Pessoas com deficiência e idosos estão isentos do sistema rotativo eletrônico, desde que estacionem nas vagas destinadas para eles. Além disso, o beneficiário deverá fazer uma carteirinha na Agetran que dá a isenção ao público destinado. Essa carteirinha ficará pronta em um prazo de até 24h e ela deverá ser mostrada para os agentes da empresa EXP Parking que sempre estarão nas ruas para dar um pequeno auxílio.

"Cada agente irá cobrir a área de uma quadra inteira, caso o motorista não tenha um smartphone, deverá fazer a compra por CPF (compra pelas agentes), ou por boleto bancário, ainda não temos o aplicativo para a plataforma iOS (iPhone), mas em breve queremos disponibilizar, no momento só está disponível para aparelhos com Android", comentou Patrícia, agente da EXP Parking.

"Achei totalmente injusto, as pessoas deveriam ter mais de uma opção, preferia muito mais o jeito que estava não dava muitos problemas, agora, você pode ter certeza que metade desses motoristas estão perdidos, eu mesmo não vou acostumar de primeira com essa nova ferramenta", dialogou a entrevistada Vanessa Galvão.

José Lopes, soldador não achou muito necessário o novo sistema: "Quando acostumamos com uma coisa, vão lá e trocam, agora temos que ficar procurando as assistentes que parecem sumir quando precisamos, e minha profissão não deixa ter um smartphone, para mim, celulares assim estragam muito rápido, prefiro o sistema de parquímetro antigo".

O modo para adquirir a compra de créditos é um pouco mais denso: "O motorista precisará de internet em seu smartphone, e será obrigatório, sem internet, o aplicativo não irá funcionar, recomendamos que os usuários que optarem por essa forma, tenham internet de forma fácil e rápida", declarou uma das agentes que preferiu não ser identificada.

"Isso é um grande bobagem, muitas pessoas não poderão ter internet 24h por dia para suprir as necessidades desse novo parquímetro", declarou um jovem que preferiu ser chamado de Bruno

Deixe seu Comentário