Dourados – MS quinta, 17 de junho de 2021
Dourados
21º max
15º min
PARTIDO ALIADO

Estamos 'bastante interessados' em manter o PMDB no governo, diz Dilma

23 Mar 2016 - 12h07
O partido marcou para o dia 29 reunião do Diretório Nacional na qual decidirá se rompe ou não com o Palácio do Planalto. - O partido marcou para o dia 29 reunião do Diretório Nacional na qual decidirá se rompe ou não com o Palácio do Planalto. -
A presidente Dilma Rousseff afirmou nesta quarta-feira (23), após visitar uma instalação militar em Brasília, que o governo está "bastante interessado" em manter o PMDB. O partido marcou para o dia 29 reunião do Diretório Nacional na qual decidirá se rompe ou não com o Palácio do Planalto.

Mesmo barrado pela Justiça de assumir a Casa Civil, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva já opera em Brasília, informalmente, para tentar conter a debandada de aliados da base governistas. Nesta terça (22), o petista se reuniu com o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), e com o ex-presidenteJosé Sarney (PMDB-AP) para tentar convencer os dois caciques peemedebistas a permanecerem nas fileiras governistas.

"Nós todos estamos bastante interessados na questão relativa à permanência do PMDB no governo. Tenho muita certeza que nossos ministros estão comprometidos com sua permanência no governo", disse a presidente, questionada sobre se o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva está a ajudando a convencer o PMDB a não desembarcar do governo.

Na última segunda (21), o vice-presidenteMichel Temer, presidente nacional do PMDB, se reuniu com o presidente do PSDB, senadorAécio Neves (MG), em São Paulo. Perguntada sobre se Temer "está sentando na cadeira" dela, Dilma Dilma tentou minimizar a aproximação de seu vice com a oposição.

"Tem certo tipo de suposição, de avaliações que são não só precipitadas, como não são corretas. Nós queremos muito que o PMDB permaneça no governo. Tenho certeza que meus ministros têm compromisso com governo. Então, a gente vai ver quais serão as decisões do PMDB e respeitaremos as referidas decisões".


Lava Jato
Dilma também comentou nesta quarta-feira a decisão do ministro Teori Zavascki que mandou o juiz federal Sérgio Moro enviar ao Supremo Tribunal Federal (STF) as investigações envolvendo Lula na Lava Jato. Na avaliação da petista, a decisão do magistrado da Suprema Corte é "importante" porque estabelece o que está previsto na legislação.

"A decisão do ministro Teori é importante porque estabelece o primado na lei nas relações dos órgãos que investigam com o presidente Lula. Acho que foi um absurdo [a divulgação de áudios] no sentido de que feriu a base do estado democrático de direito e as garantias e direitos constitucionais da Presidência da República vazar diálogo [de Lula] com a presidenta", declarou Dilma após visitar uma instalação militar em Brasília.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Cresce abuso de crianças do sexo masculino em MS
Bebês e Crianças

Cresce abuso de crianças do sexo masculino em MS

17/05/2021 15:39
Cresce abuso de crianças do sexo masculino em MS
Últimas Notícias