Dourados – MS quarta, 23 de junho de 2021
Dourados
28º max
16º min
Patriotismo

Bandeira do Brasil passa a ser obrigatória em divulgação de eventos

12 Jul 2016 - 07h30
Desde o dia 7 de julho, a Bandeira do Brasil é obrigatória em eventos oficiais que envolvam esporte, cultura e qualquer outra atividade que seja financiada através do governo federal. - Crédito: Foto: DivulgaçãoDesde o dia 7 de julho, a Bandeira do Brasil é obrigatória em eventos oficiais que envolvam esporte, cultura e qualquer outra atividade que seja financiada através do governo federal. - Crédito: Foto: Divulgação
A  lei assinada pelo presidente Michel Temer obriga, por exemplo, que disputas de futebol também tenham a presença da "faixa" que simboliza nosso país. De acordo com o texto do decreto, todos os clubes que recebem recursos da Timemania precisam respeitam o "verde e o amarelo".


O presidente em exercício do Brasil, Michel Temer, do PMDB, tomou uma medida muito comemorada nas redes sociais. Desde o dia 7, a Bandeira do Brasil é obrigatória em eventos oficiais brasileiros que envolvam esporte, cultura e qualquer outra atividade que seja financiada através de recursos do governo federal.


Com isso, até filmes serão obrigados a exibir em suas cenas o símbolo pátrio. A decisão já está publicada e oficializada no Diário Oficial da União. Nas redes sociais, a decisão do peemedebista foi muito comemorada. "Já não era tempo. Queremos mais o verde e amarelo em nossas casas", disse internauta.


A lei assinada por Michel Temer obriga, por exemplo, que disputas de futebol também tenham a presença da "faixa" que simboliza nosso país. De acordo com o texto do decreto, todos os clubes que recebem recursos da ‘Timemania’ precisam respeitar o "verde e o amarelo". Além de mostrar a Bandeira Nacional, todo o ritual presente na Constituição brasileira precisa ser seguido nas cerimônias.


Quem teve a ideia de obrigar o uso foi o deputado federal Luís Carlos Hauly, tucano do Paraná. De acordo com ele, que deu entrevista à Agência Senado, a nova lei permite que fique institucionalizada como o ‘Símbolo Máximo’ da República. Tal estratégia é utilizada em países reconhecidamente patriotas, como o Estados Unidos e a França. Temer busca o nacionalismo depois de um período de crise no Brasil e também nessa fase de transição, na qual a presidente afastada Dilma Rousseff passa por um processo de julgamento importante. Durante o novo governo, Michel Temer tem como lema de governo, ‘Ordem e Progresso’, é justamente a frase estampada em verde no centro da bandeira.


Para a historiadora da Universidade de São Paulo e coordenadora do curso de Relações Internacionais da Universidade de Sorocaba, Maria Aparecida de Aquino, acredita que os brasileiros possam ter a Bandeira como símbolo mais consolidado, como ocorreu com o Hino Nacional na Copa do Mundo de 2014. "As pessoas continuavam cantando o hino mesmo depois de ele ser interrompido nos estádios. O hino, que não é muito representativo, inclusive pela dificuldade de entendimento, acabou sendo o elemento de expansão de uma nacionalidade, de um identidade. Com a Bandeira pode e deve acontecer a mesma coisa. Gostemos ou não dela, é a nossa Bandeira. É o símbolo do país", concluiu a historiadora.

História


O Brasil adotou oficialmente a atual Bandeira Nacional em 19 de novembro de 1889, substituindo a Bandeira do Império do Brasil. O verde representava a Casa de Bragança de Pedro I, o primeiro imperador do Brasil, enquanto o ouro representava a Casa de Habsburgo de sua esposa, a imperatriz Maria Leopoldina.


O círculo azul com 27 estrelas brancas de cinco pontas substituiu o brasão de armas do Império. As estrelas, cuja posição na Bandeira refletem o céu visto no Rio de Janeiro em 15 de novembro de 1889, representam as unidades federativas. Cada estrela representa um estado específico, além do Distrito Federal.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Cresce abuso de crianças do sexo masculino em MS
Bebês e Crianças

Cresce abuso de crianças do sexo masculino em MS

17/05/2021 15:39
Cresce abuso de crianças do sexo masculino em MS
Últimas Notícias