Dourados – MS quinta, 23 de maio de 2019
Pauta
Política

Senado aprova multa para quem paga salário diferente para mulher

14 Mar 2019 - 09h23Por Redação
Texto pretende assegurar o que estabelece a Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) - Crédito: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência BrasilTexto pretende assegurar o que estabelece a Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) - Crédito: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

O plenário do Senado aprovou nesta quarta-feira (13) projeto de lei que endurece a cobrança sobre empregadores que não pagam salários iguais para homens e mulheres. A proposta segue para a análise da Câmara dos Deputados. 

O texto pretende assegurar o que estabelece a Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), que prevê salário igual para homens e mulheres na mesma função e na mesma atividade.

De acordo com o projeto, de autoria do senador Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE), cada caso precisará ser apurado em ação judicial e, se constatada a ilegalidade, a empresa será punida com a aplicação de multa em favor da funcionária prejudicada. O valor deverá corresponder ao dobro da diferença salarial verificada mês a mês.

Segundo o senador, a diferença salarial média entre homens e mulheres chega a 23% nas micro e pequenas empresas, saltando para 44,5% nas médias e grandes. Os dados integram o Anuário das Mulheres Empreendedoras e Trabalhadoras em Micro e Pequenas Empresas de 2014.

 

Fonte: Agência Brasil *Com informações da Agência Senado

Deixe seu Comentário

Leia Também

Câmara arquiva denúncia contra Cirilo e vereador pode retomar cargo em breve
Dourados

Câmara arquiva denúncia contra Cirilo e vereador pode retomar cargo em breve

16/05/2019 10:20
Câmara arquiva denúncia contra Cirilo e vereador pode retomar cargo em breve
Assista ao vivo a Sessão Especial de Julgamento de Cirilo Ramão
Dourados

Assista ao vivo a Sessão Especial de Julgamento de Cirilo Ramão

15/05/2019 17:56
Assista ao vivo a Sessão Especial de Julgamento de Cirilo Ramão
Após seis dias preso, Temer diz que aguardou soltura "com serenidade"
Brasil

Após seis dias preso, Temer diz que aguardou soltura "com serenidade"

15/05/2019 16:43
Após seis dias preso, Temer diz que aguardou soltura "com serenidade"
Comissões pedem para livrar Pepa e Cirilo da cassação
Dourados

Comissões pedem para livrar Pepa e Cirilo da cassação

15/05/2019 15:29
Comissões pedem para livrar Pepa e Cirilo da cassação
Atos em várias cidades pedem manutenção de verbas para universidades
Protesto

Atos em várias cidades pedem manutenção de verbas para universidades

15/05/2019 15:14
Atos em várias cidades pedem manutenção de verbas para universidades
Últimas Notícias