Dourados – MS sexta, 16 de abril de 2021
Dourados
34º max
21º min
Influx - Campanha 2021
Política

Mochi destaca percentual de recursos para investimentos

27 Nov 2010 - 00h16
Deputado Junior Mochi, presidente Comissão de Constituição, Justiça e Redação
Foto/Elias Alves
 - Deputado Junior Mochi, presidente Comissão de Constituição, Justiça e Redação Foto/Elias Alves -
CAMPO GRANDE - O presidente da Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJR) da Assembleia Legislativa, deputado Junior Mochi (PMDB), destacou na quinta-feira, dia 25, o percentual de recursos manejáveis que o Estado de Mato Grosso do Sul deverá dispor no ano que vem.

O parlamentar é relator do projeto de lei 185/10, de autoria do Poder Executivo, que estima a receita de R$ 9,3 bilhões aos cofres estaduais e fixa as despesas para 2011.
Segundo o levantamento de Mochi, mantida a expectativa de arrecadação e descontando as receitas de fundos com aplicação vinculada, o Estado irá dispor de R$ 5,2 bilhões.

Deste montante, 44,7% vão para despesas com pessoal e custeio; 24,6% para os municípios; 16,7% para os demais Poderes; 10,6% para o pagamento da dívida com a União; 1,1% para a reserva de contingência; 1,8% para o pagamento de precatórios e 0,4% para investimentos em Ciência e Tecnologia.
Desta forma, serão aplicados R$ 2,3 bilhões divididos nas despesas com pessoal (62,1%); custeio (28%) e investi-mentos (10%). O levantamento demonstra, portanto, que a expectativa de recursos para investimentos manejáveis é de R$ 233 milhões em 2011.

O orçamento assegura ainda os repasses constitucionais mínimos para saúde e educação. Do total arrecadado com im-postos, 25,91% serão destinados à educação (a Constituição Federal prevê repasse mínimo de 25%) e 12,68% à saúde (repasse mínimo deve ser de 12%).

Sobre a apresentação de emendas parlamentares ao projeto de orçamento, Mochi explicou, que mesmo aprovadas, elas terão caráter autorizativo porque o orçamento é uma peça de previsão, baseada em planejamento e calculada com base na média dos últimos 3 anos.

Apesar disso, o parlamentar é otimista e acredita que em 2011 o Mato Grosso do Sul possa superar as expectativas de arrecadação, garantindo mais recursos principalmente para os municípios, que têm previstos R$ 1,2 bilhão no ano que vem.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Paulo Paim critica cortes no Orçamento de 2021, em plena pandemia
Rádio Senado

Paulo Paim critica cortes no Orçamento de 2021, em plena pandemia

15/04/2021 17:30
Paulo Paim critica cortes no Orçamento de 2021, em plena pandemia
Senado debate adiamento do reajuste de preços de medicamentos
Política

Senado debate adiamento do reajuste de preços de medicamentos

15/04/2021 15:00
Senado debate adiamento do reajuste de preços de medicamentos
Projeto autoriza que fábricas veterinárias produzam vacina contra a covid-19
COVID-19

Projeto autoriza que fábricas veterinárias produzam vacina contra a covid-19

15/04/2021 13:30
Projeto autoriza que fábricas veterinárias produzam vacina contra a covid-19
Permite a jornalista ser microempreendedor individual aguarda definição sobre destaques
Projeto

Permite a jornalista ser microempreendedor individual aguarda definição sobre destaques

15/04/2021 12:30
Permite a jornalista ser microempreendedor individual aguarda definição sobre destaques
Reajuste de remédios na pandemia é alvo de críticas de senadores
Política

Reajuste de remédios na pandemia é alvo de críticas de senadores

15/04/2021 11:30
Reajuste de remédios na pandemia é alvo de críticas de senadores
Últimas Notícias