Dourados – MS segunda, 03 de agosto de 2020
Dourados
31º max
15º min
Campanha Parcelamento Conta
Governo

Estado encerra negociações salariais com os servidores e paga abono retroativo

02 Jun 2016 - 06h00
Os secretários Eduardo Riedel e Carlos Alberto de Assis apresentam baçanço da negociações. - Crédito: Foto: Jessica BarbosaOs secretários Eduardo Riedel e Carlos Alberto de Assis apresentam baçanço da negociações. - Crédito: Foto: Jessica Barbosa
Depois de dois meses de sucessivas reuniões, as negociações salariais entre o governo do Estado e os 47 sindicatos e associações representantes de servidores públicos estaduais chegaram ao fim. Na tarde de ontem (1º), os secretários de Estado de Governo e Gestão Estratégica, Eduardo Riedel, e de Administração e Desburocratização, Carlos Alberto de Assis, se reuniram com a imprensa para apresentar o balanço das tratativas.


"Foi um período muito intenso de negociação e de demanda em relação as diversas análises, ensaios e impactos. Foi uma discussão que começou a mudar o paradigma tradicional de debate sobre valor de reajuste para tratar também de ganhos de carreira", avaliou Riedel.


Além de ganhos salariais, o diálogo com as diferentes categorias resultou em conquistas que vão desde a reestruturação de carreiras, passando por calendário de cursos e investimento em infraestrutura. "Não foi uma mera negociação salarial, mas um aprofundamento que permitiu corrigir distorções e concretizar uma política de valorização do servidor, com ganhos de carreira há muito demandados pelas categorias", completou o titular da Segov.


Todos os sindicatos e associações representantes dos quase 40 mil servidores efetivos aceitaram proposta do governo do Estado de conceder reajuste em forma de abono salarial, que varia de R$ 100 a R$ 250, conforme a carreira do servidor. "Aquelas categorias que receberão valores menores de abono foram contempladas com outros ganhos", lembrou Carlos Alberto. Ele ainda destacou que o abono representa reajuste de até 20% nos salários daqueles que ganham menos. "Hoje, 70% dos servidores estão satisfeitos com o acordado", pontuou.


Os abonos já começaram a ser pagos ontem, primeiro dia útil de junho, junto com os salários de maio. Segundo os secretários, todos os servidores efetivos receberam R$ 400 a mais nos salários – referentes aos meses de abril (R$ 200) e maio (R$ 200). A partir de julho de 2016 será pago aos servidores os abonos que variam de R$ 100 a R$ 250. O pagamento segue mensal até abril de 2017, quando serão iniciadas novas conversas sobre os reajustes.


"Houve avanços monetários e ganhos de carreira. Esse governo será conhecido pela marca do diálogo permanente com as categorias. Continuaremos tratando sobre as melhorias com todas as carreiras, cada uma com sua característica", garantiram os secretários. O benefício do abono significa um impacto de R$ 151 milhões anuais nas finanças do Estado.

Deixe seu Comentário

Leia Também

MP recomenda atenção à publicidade institucional em período eleitoral
ELEIÇÕES 2020

MP recomenda atenção à publicidade institucional em período eleitoral

03/08/2020 08:31
MP recomenda atenção à publicidade institucional em período eleitoral
Hong Kong adia eleição por um ano após vetar candidatos opositores
Internacional

Hong Kong adia eleição por um ano após vetar candidatos opositores

31/07/2020 12:33
Hong Kong adia eleição por um ano após vetar candidatos opositores
Câmara de Dourados suspende convocação de sessão extraordinária
Dourados

Câmara de Dourados suspende convocação de sessão extraordinária

há 3 dias atrás
Câmara de Dourados suspende convocação de sessão extraordinária
Comissão de Educação e COMACS fiscalizam aplicação dos recursos do Fundeb
Política

Comissão de Educação e COMACS fiscalizam aplicação dos recursos do Fundeb

30/07/2020 17:01
Comissão de Educação e COMACS fiscalizam aplicação dos recursos do Fundeb
Sergio Nogueira apresenta as emendas de seu mandato
Dourados

Sergio Nogueira apresenta as emendas de seu mandato

30/07/2020 13:01
Sergio Nogueira apresenta as emendas de seu mandato
Últimas Notícias