Dourados – MS segunda, 24 de junho de 2024
25º
Meu Detran
Coronavirus

Discurso de Bolsonaro é visto como ataque as medidas de contenção ao Covid-19

24 Mar 2020 - 22h10Por Redação
Discurso de Bolsonaro é visto como ataque as medidas de contenção ao Covid-19 -

Em pronunciamento no rádio e na TV na noite desta terça-feira (24), o presidente Jair Bolsonaro afirmou que as autoridades devem evitar medidas como proibição de transportes, o fechamento de comércio e o confinamento em massa. “Nossa vida tem que continuar. Os empregos devem ser mantidos. O sustento das famílias deve ser preservado. Devemos, sim, voltar à normalidade”, destacou.

O presidente voltou a dizer que o grupo de risco para a doença é o das pessoas acima dos 60 anos de idade e que não teria necessidade de fechamento de escolas, já que são raros os casos fatais de pessoas sãs com menos de 40 anos. Segundo ele, 90% da população não terá qualquer manifestação da doença, caso se contamine, e a preocupação maior deve ser não transmitir o vírus, "em especial aos nossos queridos pais e avós".  Sobre os trabalhos das equipes de saúde em todo o país, coordenadas pelo ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, Bolsonaro confirmou que ocorreu um planejamento estratégico para manter um atendimento eficaz dos pacientes no Sistema Único de Saúde (SUS).

Jair Bolsonaro disse ainda acreditar na capacidade dos cientistas e pesquisadores para a cura dessa doença e falou que o governo recebeu notícias positivas sobre o uso da cloroquina no tratamento da covid-19. Ele aproveitou o pronunciamento para agradecer quem está na linha de frente no combate ao novo coronavírus. “Aproveito para render minha homenagem a todos os profissionais de saúde: médicos, enfermeiros, técnicos e colaboradores, que na linha de frente nos recebem nos hospitais, nos tratam e nos confortam.”

Reações 

Poucos minutos depois parlamentares reagiram com perplexidade ao pronunciamento. O presidente do Senado, Davi Alcolumbre, e o vice-presidente, Antonio Anastasia, divulgaram  nota classificando como "graves" as declarações.  "Neste momento grave, o País precisa de uma liderança séria, responsável e comprometida com a vida e a saúde da sua população. Consideramos grave a posição externada pelo presidente da República hoje, em cadeia nacional, de ataque às medidas de contenção ao covid-19. Posição que está na contramão das ações adotadas em outros países e sugeridas pela própria Organização Mundial da Saúde (OMS). Reafirmamos e insistimos: não é momento de ataque à imprensa e a outros gestores públicos. É momento de união, de serenidade e equilíbrio, de ouvir os técnicos e profissionais da área para que sejam adotadas as precauções e cautelas necessárias para o controle da situação, antes que seja tarde demais. A Nação espera do líder do Executivo, mais do que nunca, transparência, seriedade e responsabilidade. O Congresso continuará atuante e atento para colaborar no que for necessário para a superação desta crise."

 

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, também criticou o pronunciamento.  Maia afirmou, por meio das redes sociais, que a fala de Bolsonaro nesta terça-feira (24) foi equivocada ao atacar a imprensa, os governadores e os especialistas em saúde pública.

Maia pediu aos brasileiros que sigam as normas determinadas pela Organização Mundial de Saúde (OMS) e pelo Ministério da Saúde em respeito aos idosos e a todos os que estão em grupo de risco. Ele ressaltou ainda que o Congresso Nacional vai votar medidas importantes para conter a pandemia e ajudar empresários e trabalhadores.

“O momento exige que o governo federal reconheça o esforço de todos – governadores, prefeitos e profissionais de saúde – e adote medidas objetivas de apoio emergencial para conter o vírus e [apoio] aos empresários e empregados prejudicados pelo isolamento social”, destacou Maia.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Seminários, reuniões e assinatura de emendas movimentam a semana
ALEMS

Seminários, reuniões e assinatura de emendas movimentam a semana

24/06/2024 07:00
Seminários, reuniões e assinatura de emendas movimentam a semana
Mara Caseiro propõe a criação da Frente Parlamentar dos Direitos das Mulheres
ALEMS

Mara Caseiro propõe a criação da Frente Parlamentar dos Direitos das Mulheres

23/06/2024 07:00
Mara Caseiro propõe a criação da Frente Parlamentar dos Direitos das Mulheres
Nelsinho Trad pede liberação de recursos de programa de mobilidade urbana
Senado

Nelsinho Trad pede liberação de recursos de programa de mobilidade urbana

22/06/2024 06:45
Nelsinho Trad pede liberação de recursos de programa de mobilidade urbana
Lula diz que vai sancionar projeto que libera cassinos e jogos de azar
Política

Lula diz que vai sancionar projeto que libera cassinos e jogos de azar

21/06/2024 18:45
Lula diz que vai sancionar projeto que libera cassinos e jogos de azar
Tetila é pré-candidato a vice-prefeito de Tiago Botelho
Eleições 2024

Tetila é pré-candidato a vice-prefeito de Tiago Botelho

21/06/2024 10:00
Tetila é pré-candidato a vice-prefeito de Tiago Botelho
Últimas Notícias