Dourados – MS terça, 15 de junho de 2021
Dourados
27º max
11º min
Policia

Tiro que matou jovem foi proposital, diz PC

04 Dez 2015 - 07h00
Casa onde o crime aconteceu; polícia descartou tiro acidental. - Crédito: Foto: IvinoticiasCasa onde o crime aconteceu; polícia descartou tiro acidental. - Crédito: Foto: Ivinoticias
A conclusão do inquérito policial que investigava a morte da jovem Marielle Vieira, 18 anos, forneceu diversas respostas e apontou que o acusado Caiu Staut, 19 anos, atirou na menina de forma proposital, e não acidentalmente, como ele mesmo alegou em depoimento. A informação foi dada pelo delegado de Ivinhema, Ricardo Cavagna em vídeo divulgado pelo site Ivi Notícias no qual ele fala sobre o fim do inquérito.


O delegado ressalta todo o trabalho da Polícia Civil que juntou os diversos exames possíveis para elucidar o fato. Segundo Cavagna, fica provado através da investigação, diante das provas, das possibilidades do local do crime, entre outros, que o disparo foi por acionamento do gatilho e não ‘sem querer’. “A versão dele (Caio) continua sendo de que foi por acidente. No entanto, todo o nosso trabalho está embasado e aponta para um disparo proposital”, disse o delegado.


Em relação à motivação, no entanto, a resposta ainda está obscura. Tudo porque, depois de dar a versão do ocorrido, o jovem se manteve calado em novo depoimento, ocorrido mediante a reconstituição do crime. Uma hipótese seria a de ciúmes, mas, segundo o delegado, isto foi descartado até pelos depoimentos colhidos. “O que se sabe é que eram muito amigos, todos falaram isso. E era recorrente a visita mútua”, disse o delegado. De possível homicídio culposo, o acusado agora deve responder por homicídio doloso qualificado, já que a vítima foi atingida pelas costas.


Segundo o delegado, foram ouvidas 19 pessoas durante os 10 dias de investigação e feitos exames de balística, residuográfico, perícia técnica, reconstituição, entre outros. O inquérito foi encaminhado para a Justiça. Caio está recolhido a uma das celas da delegacia na cidade.

Tragédia


Marielle Vieira foi morta com um tiro na cabeça na noite de 21 de novembro, durante uma reunião em uma casa na rua Maria Crispim Andrade Chacarosque, no bairro centro, em Ivinhema.


Na casa estavam a jovem e dois amigos, o acusado do disparo e um menor de 16 anos. A jovem foi atingida quando estava no banheiro da casa.


Segundo informações na cidade, Marielle era uma garota que participava ativamente de grupo jovens da igreja católica, filha de policial militar aposentado e funcionário do fórum da cidade.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Defron apreende quase 2 toneladas de maconha em Ponta Porã
Polícia

Defron apreende quase 2 toneladas de maconha em Ponta Porã

15/06/2021 12:30
Defron apreende quase 2 toneladas de maconha em Ponta Porã
Polícia recupera na sitioca Campo Belo carro furtado em motel
Polícia

Polícia recupera na sitioca Campo Belo carro furtado em motel

15/06/2021 11:30
Polícia recupera na sitioca Campo Belo carro furtado em motel
Defron realiza mais uma apreensão de maconha e skunk na fronteira
Tráfico

Defron realiza mais uma apreensão de maconha e skunk na fronteira

15/06/2021 09:30
Defron realiza mais uma apreensão de maconha e skunk na fronteira
Foragido é preso acusado de estuprar meninas de 3 e 5 anos
Operação

Foragido é preso acusado de estuprar meninas de 3 e 5 anos

15/06/2021 08:00
Foragido é preso acusado de estuprar meninas de 3 e 5 anos
Polícia recupera em MS carreta roubada em São Paulo
Polícia

Polícia recupera em MS carreta roubada em São Paulo

14/06/2021 15:30
Polícia recupera em MS carreta roubada em São Paulo
Últimas Notícias