Dourados – MS terça, 04 de agosto de 2020
Dourados
31º max
15º min
Segurança e Saúde JBS
TOCHA OLÍMPICA

Tocha será marcada por protestos em Dourados

26 Jun 2016 - 09h26
Tocha será marcada por protestos em Dourados -
Trabalhadores da Educação de Dourados voltaram ao Centro Administrativo na manhã de sexta-feira (24). Os famosos grevistas foram recebidos pelos secretários municipais, mas em nenhum momento, propostas oficiais sobre os reajustes foram feitas durante o encontro.

Em assembleia na sede do Simted, os educadores e administrativos do Ensino Municipal decidiram cobrar novamente uma resposta no pátio da prefeitura. Uma comissão do Governo Municipal recebeu cinco representantes do movimento sindical.

Participaram da reunião no gabinete do Prefeito, a presidenta do Simted, Gleice Jane Barbosa, o vice Juliano Mazzini e mais três representantes dos educadores e administrativos. Também estiveram presentes os vereadores Pastor Sérgio, da Comissão de Educação da Câmara, e Dirceu Longhi.

Eles foram recebidos pelo secretário de Governo Jorge Leite Filho, o Zito, a secretária de Educação Ilda Kudo e o secretário de Agricultura Familiar e Economia Solidária Landmark Ferreira. Apesar da reunião no gabinete executivo, o prefeito Murilo Zauith (PSB) não recebeu a comissão grevista.

Os secretários municipais não realizaram nenhuma proposta sinalizando que os acordos firmados desde 2014, sobre a lei do Piso e a PCCR do Administrativo, seriam respeitados e cumpridos.

O Governo Municipal apenas solicitou que a greve fosse suspensa para que se desse início a uma discussão sobre os números da educação no município, sem nenhuma proposta objetiva sobre as reivindicações do movimento grevista.

Greve continua

A programação da greve, aprovada em assembleia nesta quinta, confirmou manifestação e panfletagem na Praça Antônio João, a partir das 17h30 deste domingo (26).

Na segunda-feira (27), os profissionais da educação no município pretendem se reunir com os vereadores na Câmara Municipal, para cobrar de todos parlamentares uma posição sobre as reivindicações. Os educadores também participam da sessão na Casa de Leis.

Nota pública

"A Fetems é solidária a greve dos trabalhadores em educação de Dourados

A Federação dos Trabalhadores em Educação de Mato Grosso do Sul (FETEMS), entidade a qual o Sindicato Municipal dos Trabalhadores em Educação de Dourados (SIMTED) é filiado, vem por meio desta nota pública, apoiar e ser solidária com a categoria da Rede Municipal de Ensino, que está em greve desde essa quinta-feira (23), na pelos seus direitos e por valorização.

Segundo o SIMTED o poder público municipal não responde os ofícios enviados pelo sindicato e existe uma ausência de diálogo, motivo que reforçou a paralisação das atividades nas escolas municipais de Dourados. Portanto reforçamos a necessidade do gestor público entender que a mesa de negociação é fundamental para que instrumentos de luta, como a greve, sejam o último recurso a ser utilizado.

Dentre as reivindicações da categoria estão o reajuste do grupo administrativo, a incorporação do Magistério Municipal, concurso público para outros setores administrativos, concursos para a educação indígena e chamadas imediatas para concursos realizados recentemente pela administração municipal.

Esperamos que o diálogo seja reconstruído, nos colocamos a disposição do nosso SIMTED para somar na luta e aguardamos que a valorização dos trabalhadores em educação seja o caminho para somar na construção do ensino público de qualidade em Dourados."

Deixe seu Comentário