Dourados – MS sexta, 03 de julho de 2020
Dourados
20º max
min
Dia-a-Dia

Procon alerta para compras em promoção

05 Jan 2011 - 09h16
Consumidor deve estar atento às liquidações do início de ano
Foto: Hedio Fazan

 - Consumidor deve estar atento às liquidações do início de ano Foto: Hedio Fazan -
DOURADOS – O mês de janeiro já é conhecido como o período das liquidações. Lojas de eletroeletrônicos e de con-fecções aproveitam para queimar os estoques de mostruários. É nessa hora que o consumidor deve consultar seu orça-mento, comparar ofertas e avaliar as formas de pagamento oferecidas. O Procon de Dourados alerta sobre os riscos que pode ocorrer neste período do ano.

Os apelos das propagandas incentivam as compras em liquidações, mas é também nesta hora que o consumidor deve estar atento. A contratação de novas dívidas, que somadas as feitas no Natal, podem levar ao superendividamento. Além disso, antes de se deixar atrair pelos descontos, nessa época do ano é bom lembrar dos gastos extras com impostos como o IPVA, IPTU, além do material escolar.

As “megaliquidações” de janeiro são conhecidas por colocar à venda produtos de mostruário – aqueles que durante o ano inteiro tomaram poeira nas prateleiras. Odila Lange, coordenadora do Procon de Dourados, alerta sobre os eventuais riscos. Todo o cuidado é necessário antes de efetuar uma compra.

Ela explica que o primeiro passo é verificar a condição do produto. É comum encontrar nas promoções aparelhos com algumas avarias, riscados ou amassados como no caso dos eletrodomésticos. O consumidor deve estar atento sobre o objeto que comprou, mesmo assim, caso possua algum defeito, a garantia é a mesma de um produto novo.

“Se apresentar algum defeito no motor, por exemplo, deve ser encaminhado à assistência técnica dentro do prazo de garantia”, explica Odila Lange, enfatizando que antes de reclamar ao Procon é necessário procurar a loja.
Para bens não duráveis, como roupa, comidas e bebidas, o prazo para reclamação do consumidor no Procon é de 30 dias. Para bens duráveis, 90 dias. “Se possível, o consumidor deve testar o produto ainda na loja ou conferir, no momento do recebimento, as mercadorias entregues posteriormente”, recomenda a coordenadora do Procon. No caso das grandes liquidações, em que o próprio consumidor leva a mercadoria para casa, é recomendável testá-lo antes da compra.

O Procon também esclarece sobre as informações do produto (manual) que sempre devem estar de forma clara, em língua portuguesa, com características, qualidade, quantidade, composição, preço, garantia, prazo de validade, origem, além dos riscos que possam apresentar à saúde e segurança dos consumidores. A regra é válida tanto para os nacionais como importados.
#####SERVIÇO
O Procon de Dourados fica na Rua Joaquim Teixeira Alves, 772, próximo a Igreja São José. O telefone de contato é o 3411-7754.

Deixe seu Comentário